terça-feira, setembro 30, 2008

Perdão


“Perdão é quase um ato egoísta, por causa de seus imensos benefícios à pessoa que perdoa.”

Lawanna Blackwell

Tema

Estamos construindo o Toque de Vida de hoje, o Pastor Grasel e eu. Trocando idéias que podem gerar o tema do dia. Ele senta em minha frente. Tem uma sugestão.

“Em Bali, um turista gaúcho bêbado
atropelou cinco pessoas, matando uma mulher. Ao perguntarem ao marido da vítima o que ele sente em relação ao rapaz, ele respondeu algo como: se este motorista acertar sua situação diante de Deus, a coisa mais importante já está resolvida.”

Diante do duro golpe da perda da mulher, a importância que este homem dá ao resolver primeiro as coisas diante de Deus, antes da justiça dos homens!... Ele não fala primeiramente em dinheiro ou indenização. Fala em perdão.

Perdão que para os judeus será lembrado em 8-9 de outubro, na data conhecida como
yom kippur., comenta o pastor Grasel

Por outro lado, lembro que no cenário político de nossos dias perdoar não é o verbo que mais se ouve falar. Em geral temos o relembrar, alfinetar e cobrar. Quando muito, o esconder, quando um não fala do outro para o outro falar de um.

O Pastor Marco, que também entra na sala, relembra a crise financeira mundial, comentando que também nesta área não costuma haver muito perdão. O mercado é impiedoso. E frequentemente cruel.

Perdão, portanto, acaba sendo o tema que emerge de nossa conversa.

Do ponto de vista jurídico, perdão é uma palavra meio rara. Do ponto de vista da lei de Deus, entretanto, é presença diária, constante, que faz parte do calendário da fé a cada amanhecer. Pensar no outro, portanto, em momentos tensos, de ressentimento e de dor não é fato comum. Mas é fato possível. Dentro do amor de Deus.

O que traz à memória a verdade de que o mais importante na vida é como estou diante de Deus. Depois vem a minha situação, reputação, consideração diante dos homens. Aliás, quando a primeira está bem, costuma ter reflexos na segunda.

Mas o principal motivo do registro deste nosso bate-papo teológico é lembrar da alegria que Deus nos proporciona quando temos pessoas com quem conversar, trocar idéias, crescer. Não julgarmos que temos apenas a ensinar e falar, mas também a ouvir e aprender. Deus coloca amigos e colegas em nossa vida para que até mesmo os temas mais constantes – como o perdão – continuem constantes em nosso dia-a-dia, para nunca deixarem de ter o seu merecido valor.

E se este não era o tema que você precisava para hoje, não há outra coisa a fazer: perdão, estimado leitor.

segunda-feira, setembro 29, 2008

Perdoar...

O perdão de Deus, sabemos, é constante e duradouro.

Mas para o ser humano, há momentos em que perdoar é uma árdua tarefa.

Como para este artista, por exemplo, que estava até aguardando representantes do Guinness Book para registrar sua façanha...

o que pode ser feito

“Estou à procura de muitos homens que tenham uma capacidade infinita de não conhecer as coisas que não podem ser feitas.”

Henry Ford

enxergar diferente

Olhar como todo mundo para a natureza ao redor tem um determinado sentido. Mas ver nela a mão do Criador, é enxergar diferente.

Olhar para o corpo como todo mundo nos leva a ver uma complexa e perfeita máquina humana. Ver nele a obra de Deus, dando vida a cada movimento, é enxergar diferente.

Olhar para o mundo como muita gente vê, entregue à violência, devastação e medo, parece desesperador. Mas ver o Universo nas mãos daquele que é o verdadeiro Dono dele é enxergar diferente.

Olhar para a vida como apenas um ciclo de causas, efeitos e destinos, pode ser como muitos a vêem. Mas olhá-la sob a pespectiva da fé em Deus, é enxergar diferente.

“O sucesso é ver o que todo mundo vê... e enxergar diferente” (Gilcler Regina). Foi esta frase, voltada para o ambiente adminstrativo, empresarial, motivacional que gerou a reflexão de hoje. Porque pode ser trazida para o ambiente do Toque de Vida, trocando apenas uma palavra para termos a mesma constatação com um sentido especial:

“A fé é ver o que todo mundo vê... E enxergar diferente”

Olhar em fé nos faz ver o que só ela nos permite enxergar. Olhamos para o mesmo mundo que todo mundo, e vemos mais do que qualquer um vê. E, se isto não nos dá sucesso em termos do que todo mundo vê, nos dá uma vida que é bem sucedida no perdão, alegria, esperança. E também a segurança de vivermos uma paz que é real e vale para toda a vida. Isto não é só enxergar; é viver diferente.

Coisa que talvez ninguém mais veja, só Deus e o que crê... E já basta.


Ouça esta mensagem:



sexta-feira, setembro 26, 2008

Planos (áudio)


Ouça a mensagem de hoje:

Mudança


"Muitos pensam em mudar o mundo, mas poucos, em mudar a si mesmo."

Promoção vale livro

Conforme prometido sexta-feira passada, hoje foram sorteados 3 nomes na promção do Toque de vida por e-mail.

Confira no vídeo abaixo quem foram as três ganhadoras do Livro do Toque de Vida, e vão receber em casa assim que ele estiver na mão.

video


Lançamento oficial do Livro: 09 de novembro, 14h30,

na 54ª feira do Livro de Porto Alegre.


Quer participar das próximas promoções?
Cadastre-se:
toquedevida@ulbratv.com.br

Planos

Será que Deus ri?
Costumamos ver figuras de Jesus ensinando, caminhando, interagindo que são um tanto sérias. Não é fácil vê-lo sorrindo. Pensar Nele dando uma gargalhada, ou contando uma anedota, então, parece quase um pecado. No imaginário coletivo, em geral Deus é retratado com seriedade, imponência, talvez uma certa sisudez.

Mas, talvez em uma ocasião nós conseguimos provocar o riso em Deus. Basta contarmos a Ele sobre nossos planos futuros.
O que achamos que é o melhor para o nosso caminho. Como imaginamos que a vida vai ser. Como julgamos que tudo deve acontecer, convergir e se desenrolar para que tenhamos o melhor possível em nossa vida. Contar para o Pai como nós, filhos, prevemos que vamos viver.

A idéia desta adaptação de uma frase de Woody Allen não está aqui com a intenção de afirmar que planejar, antecipar e ter sonhos seja errado. Mas leva a pensar sobre quanto de nossos objetivos dependem somente de nossa capacidade e esforço, e o quanto os colocamos nas mãos Daquele que realmente sabe das duas coisas mais fundamentais:
1 – Como será o futuro
2 – O que será melhor para o nosso.

A idéia também nâo é sugerir deboche, mas de que o Pai, com carinho, daria uma boa risada e diria: “Tudo bem, meu filho, mas deixe comigo e Eu te mostrarei.”

Entretanto há situações nas quais não tenho dúvida de que nosso Pai sorri com gosto.

Ao nos ver confiar, ao nos notar obedecer, ao constatar o nosso amar, quando nos vê querer viver. Ele não gosta de ficar triste com nossas insistências sem nexo, ou nossos desejos sem chão. Creio que Ele prefere rir conosco ao alcançarmos uma conquista, para poder se alegrar ao nos ver agradecer. Principalmente, ao nos acompanhar vivendo em fé, dispostos a encarar o que vem pela frente segurando em sua mão.

Na verdade, então, não é que Deus ria de nossos planos. Apenas deseja que eles sejam traçados na pespectiva da alegria de viver sob seu Amor.


Desde o presente, até onde Ele nos levar.

quarta-feira, setembro 24, 2008

Visita




A Pastoral de Canoas recebeu hoje a visita dos amigos da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo (IENH).


Estiveram conosco o capelão, Pastor Júlio Adam, Professora Sofia, Estagiária Juliana e a Psico-Pedagoga Profa. Berlise, que, juntos, são responsáveis pelo trabalho Pastoral e de orientação educacional nas três escolas que compõem a Instituição Evangélica - Pindorama, Osvaldo Cruz e Fundação.

A manhã foi de um bate-papo descontraído e proveitoso. A troca de idéias foi excelente e a identificação mútua das realidades e desafios da capelania criaram um momento de empatia e amizade.


E que deixou a porta aberta para novos encontros!



Na frente(e-d): Pastor Lucas, Profa. Sofia, Profa. Berlise, Estagiária Juliana
Atrás: Pastor Paulo, Pastor Grasel, Pastor Júlio Adam, Pastor Marco Antônio

Confiança

“O que confia no Senhor, este é feliz.”

Livro de Provérbios 16.20

Investimento

Basta uma crise repentina na bolsa e anos de lutas, sonhos e projetos podem ir para o chão em questão de horas.

Bastam alguns segundos de um terremoto ou alguns minutos de um furacão para que o patrimônio conquistado por muito tempo fique para trás.

Bastam poucas semanas de crise e recessão para que um emprego de muitos anos caia na lona, em bem poucos dias.

Basta um imprevisto qualquer para que uma promessa de algo imprescindível seja remarcada, adiada ou até cancelada.

Muito pouco pode gerar muita perda.
Exercer confiança em bens, pessoas ou posições, portanto, aparentemente não é um investimento seguro.

O que é diferente de colocar a confiança nas promessas de Deus. Porque elas sobrevivem a furacões, resistem a terremotos, não são afetadas por quedas na bolsa nem demitem nossa esperança e certeza. Permanecem ao longo de toda a História, por sinal. O máximo que pode acontecer é de elas não se cumprirem no tempo em que esperávamos. Mas note bem, no tempo que nós esperávamos. Não quer dizer que era o tempo adequado, certo, ou próprio. Aí, já entramos no terreno do tempo de Deus, que está imune aos nossos relógios, contagens e anseios.

Uma dose de confiança no que se vê, é certo, é necessária, senão provavelmente nem sairíamos do portão de casa, não comprariamos medicamentos nem deitaríamos na cadeira no dentista. Mas fundamental é estar com o fundamento Naquele que não se vê, mas cuja presença é inquestionável, imutável e incomparável. Venham terremotos, recessões ou dias difíceis, lançar o fundamento nas promessas de Deus é o terreno mais firme que alguém pode ter para estar seguro.

Quer um investimento seguro? Promessas. Se forem as de Deus, pode aplicar e confiar sem medo.
O retorno é garantido.

terça-feira, setembro 23, 2008

Uma só vez

“Você só vive uma vez. Mas se viver corretamente, uma vez é suficiente.”

Mae West

Guia


Recebi do amigo e leitor Mário Tailôr a seguinte história, sem autoria, que compartilho com você:

“Na estrada de minha casa há um pasto. Dois cavalos vivem lá. De longe, parecem cavalos como os outros cavalos, mas quando se olha bem, percebe-se que um deles é cego.

Contudo, o dono não se desfez dele e arrumou-lhe um amigo: um cavalo mais jovem. Isso já é de se admirar. E, se você ficar observando, ouvirá um sino. Procurando de onde vem o som, você verá que há um pequeno sino no pescoço do cavalo menor. Assim, o cavalo cego sabe onde está seu companheiro e vai até ele.


Ambos passam os dias comendo e no final do dia o cavalo cego segue o companheiro até o estábulo.E você percebe que o cavalo com o sino está sempre olhando se o outro o acompanha e, às vezes, pára para que o outro possa alcançá-lo. E o cavalo cego guia-se pelo som do sino, confiante que o outro o está levando para o caminho certo.”


Às vezes somos cavalos cegos, que precisamos de sinos a nos guiar. Em outras podemos nós ser os guias dos que, cegos pela dor, já não conseguem enxergar. É bom saber que Deus nos dá amigos, irmãos, pessoas com quem contar. Ele, o nosso Guia, nos proporciona amizades, carinho, solidariedade.

Para termos a alegria de sermos ajudados e o privilégio de podermos ajudar.

segunda-feira, setembro 22, 2008

Conteúdo

Esgotou. Nâo tem mais. Tirar de onde?

É assim que às vezes me sinto ao sentar para começar a escrever o Toque de Vida. As idéias não surgem e parecem que não vão aparecer mesmo. Dà um branco, ou um escuro, um nada, ou um vazio, seja qual for a expressão. Mas parece que não vai haver texto naquele dia.

Você se sente assim, diante de suas atividades diarias? Parece que vão faltar forças, tempo, vontade. Ou até mesmo coragem? Parece que o dia é longo demais porque não temos animo para prosseguir, Ou parece curto demais porque temos muito o que fazer.
O certo é que nem sempre a mente nos sustenta, nem sempre as palavras nos ajudam, nem sempre sabemos bem o que dizer ou o que fazer. Em certas horas, o conteúdo simplesmente diz “até logo”, e não sinaliza quando vai voltar.

Mas o bom é constatar que não é porque não nos sintamos com forças que a Força não exista. Não é porque o tempo parece correr demais que o Tempo Dele não seja o emsmo sempre. Não é porque as palavras nos faltam, que a Palavra vai nos faltar. Não é porque o conteúdo dobrou a esquina que o Conteúdo não possa entrar pela porta.
Deus observa cada passo de nosso dia e cada minuto do nosso caminhar. O que não quer ser uma afirmação para colocar medo, mas sim para transmitir alegria para dentro de nosso dia. Ligados a Ele pela fé, a cada instante, sabemos também que recebemos o conteúdo de que precisamos, e ainda muito mais, bem mais do que podemos imaginar. Mas do que podemos sentir. Mais do que podemos expressar.

Quer uma prova disso? A mensagem de hoje, que não tinha nem começo, e agora acabo de finalizar.

quinta-feira, setembro 18, 2008

2 anos



No próximo domingo, 21.09, o Toque de Vida por e-mail completa 2 anos.

A partir de um incentivo do amigo Adilson Ratund, este trabalho, criado em 21.09.2006 com 26 pessoas que receberam a mensagem 'depende', cresceu um pouco. Hoje são pelo menos 650 pessoas recebendo regularmente os toques diários. E há um número igual ou superior que recebe porque muitos dos nossos estimados leitores encaminham para amigos.

O trabalho árduo para produzir as mensagens, de segunda a sexta (falhando algumas vezes também), é compensado pela alegria de tê-los conosco. Depois de Jesus Cristo, vocês são os grandes responsáveis por que este trabalho existir.

Obrigado, portanto, a cada um dos leitores que nos dá a honra de alguns minutos de seu dia para acompanhar o Toque de Vida!

Ter amor

Lembre de uma pessoa que você ama muito. Aprecia, admira, gosta. Ama.

O que você acontece quando ela comente um erro? Ou quando diz coisas que você não gosta de ouvir? Quando a surpreende em uma falta? Quando ela não é compreensiva, quando não demonstra carinho? Qual a sua reação quando esta pessoa amada é ingrata e quando não segue aquilo que você pediu?

O que você sente?

Esta pergunta não está muito bem colocada. Porque é óbvio que sentimos várias coisas diante de cada uma das situações. Tristeza, raiva, frustração, irritação...

A pergunta é outra: nestas horas, você deixa de amá-la?

Aí eu aposto todas as fichas que a resposta é uma só: não.
Nos momentos de alegria, o amor está presente. Nos momentos de tristeza, também. Talvez de uma maneira diferente. Um amor triste, amor preocupado, amor angustiado. Mas sempre amor.
O que nos leva a conclusão de que amor não é apenas um ‘sentimento”. Sentir se refere a alegria e tristeza, raiva e alivio, frustração e realização. Amor é princípio. É constância. Está lá. Sempre. Como diz a Bìblia, “o amor jamais acaba”.

É assim que Deus nos ama. Ele tem amor. Quando obedecemos e acertamos, nos ama e nos cobre de bênçãos. Quando desobedecemos e erramos, Ele nos ama e nos chama à mudança. Não que Ele aprove o erro, mas continua a amar. Ama sempre. Proteje, guarda. E até mesmo quando coias ruins nos acontecem ele utiliza em Seu amor, para nos chamar cada vez para mais perto de Si.

Amar, portanto, é primeiramente ter amor, não apenas ‘sentir’. E também é um verbo de ação. Gestos, palavras, frases, atos, em tudo oferecemos o amor que está em nosso depósito do coração. Deus deu o exemplo, não apenas tendo amor por nós, ou não apenas dizendo que nos ama, mas agindo, tornando-se ser humano, vivendo entre nós – Jesus Cristo – e dando sua vida pela nossa.

Ainda pensando na pessoa que você ama? Imagino que sim, pois aqueles a quem amamos sempre estão em nosso pensamento. Lembre-se também que é assim que Deus age em nossa direção: jamais nos tira do Seu pensamento.

E principalmente - e o melhor de tudo - jamais nos tira do Seu coração.

Discurso'


“Seja breve, pois nenhum discurso é capaz de agradar quando é muito longo.”

Miguel de Cervantes

Promessas

Nâo sei quanto a você, mas eu considero difícil acompanhar a propaganda eleitoral gratuita.

Uma porque é obrigatória - como o voto, igualmente obrigatório.
Outra, porque os conteúdos, as frases - e quase até mesmo cada palavra – não mudam. São iguais a 4, 8, 20 anos atrás. Eu sou do tempo da primeira eleição depois da ditadura, 1989. Olha, não tenho nada gravado, mas sou capaz de apostar que poderíamos pegar os mesmos textos lidos pelos candidatos daquela época diante das câmeras e microfones e dar para os concorrentes de hoje, mudando pouco ou quase nada.
Promessas quase iguais, palavras semelhantes. Repetição.

Mas alguém poderia contra argumentar: Os pastores e padres não fazem a mesma coisa? Ano após ano repetem as mesmas palavras e promessas de Deus, reveladas na Bìblia? Até onde se saiba, a Palavra não pode ser mudada, portanto, o conteúdo da mensagem e das promessas será sempre o mesmo.

É verdade. E devo confessar que às vezes este é um assunto desafiador, já que é preciso dia após dia, ano após ano, relembrar as mesmas promessas de sempre que Deus registrou nos 66 livros canônicos. Nem mais, nem menos.

Mas há uma diferença.
Deus utiliza palavras. Os seres humanos utilizam palavras.
Deus promete. Os seres humanos prometem.
Deus cumpre. Os seres humanos?...

Uma diferença que realmente não dá para desconsiderar.

E não falo somente de maus politicos, que prometem o que não podem cumprir. Em nossa “campanha” para bons pais, cônjuges, colegas de trabalho, filhos, alunos, empregados.... quantas promessas fazemos para conquistar votos de confiança, e que depois não são cumpridas?

O ponto, portanto, é: não nos importaríamos de ouvir as mesmas promessas todos os anos Desde que todas, ou a maior parte, fossem cumpridas.

Por isso que quando se trata das palavras e promessas de Deus, a relação é diferente. Suas promessas milenares sempre se cumprem. A principal delas já está cumprida, a de dar vida de seu Filho para nos dar vida. Deus cumpre tudo exatamente como enunciou, garantiu e prometeu. E a prova, podemos obter nas páginas sagradas, nas páginas da história, nas folhas e passagens de nossa própria vida de fé.

Promessas que podemos ouvir exatamente da mesma forma por 4, 8, 20 anos. A vida inteira. Porque Quem está falando não está em busca de votos. Está em busca de vidas.

Amar


“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã
Porque, se você parar pra pensar,
na verdade, talvez não haja mesmo.”


(Adaptado de Renato Russo)

Seguros

Que motivos levam você a fazer um seguro?

As opções são várias. Carro, da casa, vida. Seguro até de partes do corpo algumas pessoas fazem. A idéia é garantir compensação caso o bem segurado venha a nos faltar. O que nos leva à conclusão de que o que queremos no fundo é nos sentir seguros quanto ao que temos em nossa vida.

Que motivos levam você a se sentir seguro?

Não parece haver muitos hoje em dia, é verdade. Mesmo fazendo seguro de tudo o que temos, é difícil nos livramos da constante sensação de insegurança. Financeira, pessoal, familiar... O que temos não parece ser garantia de que o nosso ser está seguro.

O que parece levar à conclusão de que a verdadeira sensação de segurança para a vida está em desfazer a ligação com o que costumamos segurar. De fato, quando nos prendemos demais ao que temos, e depositamos nisto nossa confiança, começamos a minar a segurança sobre quem somos. E aí, começamos a perder toda e qualquer segurança.

Deus nos lembra sempre que somos filhos, amados, perdoados, guiados e confortados, para que jamais esqueçamos a fonte de nossa verdadeira segurança. Ele não é corretor, mas sempre quer corrigir os desvios de nossa vida, especialmente nos momentos em que somos tentados a crer que a apólice está sob nosso poder. É Ele quem conduz nossa vida em segurança, por isso, podemos estar certos de que não importa o que aconteça, não é o sinistro que tem a ultima palavra. É Sua segura e confortante presença, com amparo e amor.

Não que eu seja contra seguros. O meu carro, por exemplo, está coberto. O ponto é que a Apólice mais confiável para nos fazer viver em segurança foi escrita pelas mãos Dele, que garante cobertura total, em qualquer lugar do planeta e 24 horas por dia.

O único seguro de vida que concede o prêmio para quem parte dela: a vida eterna, junto ao Criador.

terça-feira, setembro 16, 2008

Diferença

A expectativa é uma esperança que só tem ponto de partida
A esperança é a expectativa que tem ponto de chegada.

Expectativa e Esperança

Existe uma significativa diferença entre estas duas palavras.

A expectativa quer antecipar o resultado que nos é mais favorável. A esperança espera sabendo que vai acontecer sempre o melhor para quem vive na fé em Deus.
Ter expectativa é viver de incerteza. Ter esperança é ter certeza para o futuro.
O que acontece quando esperamos que o outro aja do jeito que pensamos? Algo diferente de quando nossa esperança trabalha para auxiliar na transformação.

A expectativa freqüentemente nos frustra, porque nem sempre alcançamos o resultado que queríamos. Assim, quando acumulamos expectativas, estamos escalando a perigosa montanha da ansiedade, de idéias e idealizações. Caso tudo não se concretize exatamente como traçamos, o tombo pode ser grande. E rápido.
Já a esperança oferece um terreno mais seguro. Pois espera pelo melhor resultado possível. Está projetada para seguir o caminho confiando no melhor de Deus para nossa vida. E pelo próximo. Às vezes não é exatamente como tinhamos pensado. Mas, frequentemente, é muito melhor do que poderiamos ter sonhado

A expectativa pode abater. A esperança, reerguer.

Falando especialmente de nossa vida, fé, futuro, sonhos, conquistas e necessidades, quando deixamos um pouco de lado nossas expectativas humanas e passamos a viver mais a esperança Divina, é aí que a frustração é mandada para mais longe e a segurança é chamada para mais perto. Porque a esperança em Jesus é sinônimo de certeza. De sabermos estar nas mãos Daquele que não vai nos decepcionar. Principalmente, porque nos conduz seguro em suas mãos. Nela, Ele abraça, direciona, nos mantém caminhando.

Uma esperança que não costuma nos deixar frustrados. Porque supera todas as nossas expectativas.

segunda-feira, setembro 15, 2008

Conhecimento

“Há muitas coisas das quais um homem sábio desejaria ser ignorante.”

Ralph. W. Emerson

Nos trilhos

Fonte da imagem

Existem diversas situações em que utilizamos a expressão “colocar nos trilhos”.
Quando alguém está seguindo um mau caminho e precisa ser reconduzido ao certo. Quando o time não está mais jogando bem e precisa retomar o caminho da vitoria. Um projeto que está bem planejado, mas precisa ser colocado em prática para dar certo. O que temos que fazer com a cortina nova que alguém comprou para colocar na sala.

Além é claro, da mais óbvia: o que é preciso fazer para um trem andar.


Muitos podem ser os motivos que fizeram ser esta uma expressão utilizada para ilustrar momentos da vida.
Entre as alterntativas, pode estar que o trilho tem um começo e um fim, ou seja, se colocarmos as coisas nos trilhos, elas darão certo até o final. Outra, o trilho está preso ao chão, o que mostra um caminho firme e seguro a ser seguido.
E uma terceira, e fundamental: trens, ao seguirem pelos trilhos, são conduzidos por pessoas habilitadas, que conhecem muito bem o que é preciso fazer para chegar em cada estação.

A vida nos trilhos da fé tem também estas características. Segurança por estarmos ligados ao chão firme do amor de Jesus Cristo. Direção e sentido, sabendo que tivemos um começo e seguimos numa direção inconfundível. Condução confiável e precisa de Suas mãos.

E com uma vantagem sobre os trens reais. Quando estes descarrilham em alta velocidade, os resultados são irreversíveis. Para nossa vida, sempre em alta velocidade, onde é inevitável volta e meia perdermos o rumo, sempre temos a chance do retorno, recomeço. Deus sempre recoloca nos trilhos e nos dá ânimo e força, para não deixarmos de seguir firmes e confiantes.

Porque é certo que ainda vêm pela frente muitas estações.

sexta-feira, setembro 12, 2008

Pensar

“Se você fizer as pessoas pensarem que estão pensando, elas o amarão. Mas se você realmente as fizer pensar, elas o odiarão.”

Don M. Arquis

Vida e vontade

A ignorância nos deixa mais infelizes ou felizes?

Depende. Se falamos de conhecimento, cultura, crescimento, a primeira alternativa parece ser certa.

Mas há coisas que talvez deveríamos ignorar para vivermos um pouco melhor. Por exemplo, a propaganda que nos garante que felicidade é ter isto ou aquilo. Aquela oferta de uma quantia boa de tranquilidade financeira em troca de....digamos..., favores. A idéia de que somente o luxo e o conforto podem realmente proporcionar qualidade de vida. A frustração por não termos mais o que tínhamos ou por não termos o que achamos que deveríamos ter.

Mas aí, o problema está posto. Depois que fomos aguçados em nossos desejos, fica dificil controlar as vontades e a ansiedade do coração.

Ontem, na
Pop Rock, o Érico Fraga e eu conversávamos sobre algo nesta direção. E parece ser uma reflexão que tem sua propriedade. Não que seja bom não ter nada, viver sem nada, nunca ter nada. O problema está mais em desejar tudo, achar que se deve ter tudo, viver ansioso com tudo.
Por conseqüência, aumentar as chances de frustar-se por não ter.

O que não é bom ignorar, portanto, é a lembrança de Jesus Cristo, quando disse “busquem primeiramente o reino de Deus e sua justiça, e as demais cosas serão acrescentadas a vocês”. Quando começa pela fé, a felicidade não é mais apenas um conceito repetido e batido, mas uma certeza definida para o coração.

E, assim como ter muita coisa boa e depois não ter mais, conhecer a vida com Deus e depois deixá-la pra trás não nos deixa bem. Mas ao contrário do patrimônio, que às vezes precisa ser desfeito, da presença de Deus, gratuita e incondicional, nunca precisamos abrir mão. Qualidade de vida certa e segura, para ignorarmos o maximo possivel as coisas que nos prejudicam e conhecermos cada vez mais o que é bom, útil e agradável para nossa vida com Ele.

E aí a solução está perto. Depois que fomos aguçados em nossa fé, fica mais fácil controlar nossa vida e vontade com conhecimento, felicidade e direção.

quinta-feira, setembro 11, 2008

Dates

Since 2001, to speak of 9.11 has immediate recall in people’s minds. September, the 11th, now is remembered by many for the tragedy that took thousands of lives.

Before 2001, however, what did this day mean to you? Maybe a birthday of someone close. Marriage, anniversary. Memory of a departed loved one.

Many dates in the calendar go like this. The same day, the same month. But different meanings, thoughts and feelings.

In my country, Brazil, September 7th is Independence day. Does it have the same meaning in yours? Here, May, 1st is Labor Day. Second Sunday in May, Mother’s day. Second Sunday in August, Father’s day.
January 4th is the day I got married to Djenane, in 1997. March, 7th, 1983, the day I first rode a bicycle without kissing the ground shortly after the first few yards.

I don’t know if any of the above mean something to you. (March 7th I’m sure does not….) In the same day, we can find celebration and mourn, joy and sadness, remarkable facts or better-to-forget issues.

There are three dates in calendar, however, that no one can be sure if they’re precise in the number. Or tell if they match the very day the fact occurred, but still are celebrated on the same day by billions of people all over the world. And with the same meaning.
The first, the birth of a baby. A special kid who came into the world to be the light for all nations.
The second, the death of a man. He was not guilty of anything. But was killed anyway.
And the third, speaks of life again .The Man who was hung, now is standing alive again. Bringing victory, hope and new life.

Christmas, Good Friday, Easter. None of these three dates in the calendar can be claimed to be precise. The 2nd and 3rd even fall on a different day each year. But they precisely assure us that even in the midst of terror and pain we have relief. When a loved one departs we have comfort and confidence. When celebrating a special day we have gratitude for his loving hands. God provides through faith in Jesus – the Man of the 3 dates mentioned above - everything we need for living each month, each day, trusting his caring love and following Jesus’ steps.
By the way, before going to heaven (a day we remember 40 days after Easter) He promised, “I’m with you every day of the calendar until it has no use anymore.”

As we remember or celebrate, as we mourn or shout, when in pain or in relief may we always place faith in Christ who promised to be with us. Then, so it will be.

Every new day and date.

Fechas


Desde 2001, al hablar en 11 de Septiembre obtenemos inmediatamente una respuesta en nuestra mente. La primera imagen es de la tragedia en los Estados Unidos de América, que quitó la vida a millares de personas.

Pero, antes del 2001, ¿que significado tenia el 11 de Septiembre para usted? ¿El cumpleaños de una persona cercana? ¿Recuerdos de alguien que se fue, cumpleaños de casamiento?

En el Brasil, 7 de Septiembre, por ejemplo, es el día de la independencia. Tenemos el primer de mayo, segundo domingo de agosto, 15 de noviembre. ¿Y en otros países?
20 de septiembre o 25 de julio significa algo especial para quien no vive en el Departamento de Rio Grande do Sul – Brasil? 4 de Enero es la fecha en que Djenane y yo nos casamos.¿Esta fecha tiene algún significado especial para ti también? O seria tan solo un día común de verano?

En la misma fecha, en el mismo día, podremos encontrar alegría y tristeza. Celebración y reflexión. Acontecimientos inolvidables o cosas que se quieren lo mas deprisa olvidar.

Pero tenemos tres fechas en el calendario, que aun no se sepa en absoluto el número, y sin conocer el día exacto en que el primer hecho sucedió, todo el mundo celebra en el mismo día y con el mismo sentido.

La primera, el nacimiento de un niño. Una criatura que vino para ser la Luz de las naciones.
La segunda, la muerte de un hombre. Aun sin culpa, fue muerto y sepultado.
La tercera, habla en vida nuevamente. El hombre que fue muerto vuelva a vivir y trae esperanza de vida y paz para la humanidad.

Navidad, Viernes Santo, Pascua. Ninguna de ellas es precisa en el calendario. Las dos últimas, inclusive, caen en un día diferente en cada año. Pero son ellas que nos aseguran que, en medio al terror y el dolor, tenemos alivio y protección. En medio al luto, tenemos conforto y descanso. Celebrando una fecha especial, tenemos gratitud de Sus manos amorosas. Dios nos da, por fe en Jesús – el personaje de las tres fechas ya presentadas arriba - , todo lo que más necesitamos para vivir nuestros meses, semanas y días confiando en su cuidado y siguiendo los pasos de Maestro Jesús.
A más de eso, antes de subir al cielo (fecha celebrada cuarenta días después de la Pascua), El prometió: "y he aquí yo estoy con vosotros todos los días del calendario, hasta el fin del mundo", o sea, hasta cuando ya no necesites más utilizarlo.

Al celebrar o recordar, al llorar o nos alegrar, sea en el dolor o en los buenos momentos, podemos confiar el Él. Pues prometió estar a nuestro lado. Entonces, así será.

A cada nuevo día y fecha.



Saludos

Saludos desde Canoas, Brasil, a todos los que reciben el Toque de Vida en español en toda América Latina. Hemos recibido noticias de lectores en el Consejo Mundial de Iglesias, y especialmente de Panamá, Costa Rica, Honduras, El Salvador, República Dominicana, Colombia, Uruguay, Argentina y Chile.
También lo reciben amigos en los Estados Unidos y España.
Gracias!
Dios los bendiga siempre!

Verdade

“Fale a verdade. Mas saia do recinto logo depois.”

Provérbio esloveno

Datas

Ouça:


E baixe:
http://www.toquedevida.mypodcast.com/


Desde 2001, falar em 11 de setembro tem resposta imediata na mente de todos nós. A primeira imagem que nos ocorre é a da tragédia nos EUA, que tirou a vida de milhares de pessoas.

Antes de 2001, entretanto, o que o 11 de setembro significava pra você? O aniversário de uma pessoa próxima? Lembrança de alguém que partiu, aniversário de casamento? Um dia especial ou uma data não tão boa? Talvez apenas um dia comum.

No Brasil, 7 de setembro, por exemplo, é o dia da independência. Temos o primeiro de Maio, segundo domingo de agosto, 15 de novembro. E em outros países?
Dia 20 de setembro ou 25 de julho significa algo especial para quem não mora no rio Grande do Sul? Quatro de janeiro é o dia em que a Djenane e eu casamos. Esta data diz algo pra você também? Ou é só mais um dia de verão?

Na mesma data, no mesmo dia, podemos encontrar alegria e tristeza. Celebração e reflexão. Fatos inesquecíveis ou coisas que se quer muito esquecer.

Há três datas no calendário, entretanto, que mesmo sem podermos precisar o número, e sem conhecermos o dia exato em que o primeiro fato ocorreu, todo o mundo celebra no mesmo dia e com o mesmo sentido.

A primeira, o nascimento de um bebê. Uma criança que veio para ser a Luz das nações.
A segunda, a morte de um homem. Mesmo sem culpa nenhuma, foi morto e sepultado
A terceira, fala em vida novamente. O homem que foi pendurado volta a viver e traz esperança de vida e paz para a humanidade.

Natal, Sexta-feira Santa, Páscoa. Nenhuma delas é precisa no calendário. As duas últimas, inclusive, caem em um dia diferente a cada ano. Mas são elas que precisamente nos asseguram que, em meio ao terror e à dor, temos alívio e proteção. Em meio ao luto, temos conforto e descanso. Celebrando uma data especial, temos gratidão de Suas mãos amorosas. Deus nos dá, pela fé em Jesus – o personagem das três datas acima –, tudo o que de mais importante precisamos para viver nossos meses, semanas e dias confiando em seu cuidado e seguindo os Seus passos.
A propósito, antes de subir ao céu (data celebrada quarenta dias após a Páscoa), Ele prometeu: “Eu estou com você todos os dias do calendário, até que ele venha a não ter mais uso”.

Ao celebrarmos ou lembrarmos, ao chorarmos ou nos alegrarmos, seja na dor ou nos bons momentos, podemos confiar Nele. Pois prometeu estar ao nosso lado. Então, assim será.

A cada novo dia e nova data no calendário.

quarta-feira, setembro 10, 2008

Descobertas


“Quanto mais original a descoberta, mais óbvia ela parece depois.”


Arthur Koestler

Descobertas


“Quanto mais original a descoberta, mais óbvia ela parece depois.”


Arthur Koestler

auto-atendimento

Depois muito tempo de resistência, fiz a senha para acessar minha conta bancária via internet. Com tantas notícias de fraudes e com uma agência aqui no campus, sempre pensei que presencialmente estava bom. Mas já estou me acostumando com a novidade.

Até agora tudo bem.

Entrando no site para verificar um extrato, me deparei com a conhecida palavra composta ‘auto-atendimento’. E fiquei pensando que coisa interessante esta do ‘auto-atender-me’.
-Pois não sr. Lucas?
-Preciso de um extrato.
-Um instante, por favor... o sr está bem hoje!
-Bondade sua, são seus olhos.

A impressão que temos é de total liberdade. Eu atendo a mim mesmo, portanto, posso fazer o que quiser. Mas na verdade, continuo totalmente dependente do banco e seu site. Começando pelo layout, que já está lá, pronto. Passando pela forma de acesso, pelo jeito de exibição e, principalmente, pelo fato de que tudo é gerado por um banco de dados de posse e administração da instituição bancária. Na verdade, estou me atendendo conforme o banco permite.

Em tempos que o universo é descrito como um catálogo e nossa vontade, como um clique mágico, esta é uma boa forma de definir na verdade como funciona o auto-atendimento espiritual, que ocorre diariamente.
Costumamos falar da importância de alimentarmos a fé, pensarmos coisas boas, agirmos certo, praticarmos o bem e assim por diante. Tudo isso pode dar a impressão de que tudo corre por nossa conta, poder, capacidade e habilidade. Mas na verdade, está tudo sob controle. Está nas mãos Daquele que nos deu acesso, pela fé, a uma conta corrente cheia de bons valores, principios e possibilidades.

Quando achamos que tudo depende só do nosso clique, a chance é açta de estamors num site enganoso. Quando confiamos que para todas as nossas navegações, saques, depositos e conferências estamos nas mãos e sob a orientação de Deus, então o protocolo de segurança é inviolável. A navegação segura e a conexão não cai. Atendimento preciso, sem atraso, sempre com saldo de amor e bênçãos disponível.

Com terminais de auto-atendimento sem-fio, com fé, em qualquer lugar do planeta.

terça-feira, setembro 09, 2008

Tranquilidade

"Um pedaço de pão comido em paz é melhor do que um banquete comido com ansiedade."

Esopo

Este dia


“Certo fim-de-semana, um pastor e sua esposa visitavam uma comunidade em uma cidade do interior. O ministro iria participar do culto no domingo e, na noite de sábado, o casal foi hospedado na casa de uma viúva. Como era de seu costume para com visitantes, ela cedeu seu quarto para os dois.

De manhã cedo, ao abrir as cortinas, o pastor viu uma bonita paisagem através da janela. Um belo domingo iniciava diante de seus olhos. Mas notou também escrito no vidro uma frase “Este é o dia que Deus fez”.

À mesa do café, ele resolveu comentar o que tinha visto e perguntou se fora algum neto que riscara aquela frase. A viúva, então, comentou

“Não, pastor, fui eu mesma quem fiz, com o diamante do meu anel de casamento.”

Ela então contou que, alguns anos atrás, quando perdeu o marido, passou por dias muito difíceis. Especialmente quando abria a janela de manhã e via o dia cinzento, chuvoso, ficava abatida e deprimida. Em certa manhã, numa daquelas mais desesperadoras, abriu a Bíblia exatamente no Salmo 118.24, “Este é o dia que Deus fez. Vamos nos alegrar e ser felizes nele”. Então, pela fé, fora lembrada por Deus de Seu plano para sua vida, e de Suas promessas. A partir daquele dia, as coisas começaram a mudar e ela recuperou gradativamente a alegria de viver. E concluiu dizendo: “Agora, todos os dias acordo, abro as cortinas e me lembro de olhar para o mundo através das promessas de Deus. ‘Este dia Ele fez’. Portanto, vou procurar vivê-lo em meu melhor.”

O tempo, a vida, o mundo, mudam o tempo todo. As promessas de Deus, não. Suas palavras nos dão segurança ‘aqui dentro’, no coração, nos fortalecendo para vivermos e convivermos com tudo o que está ‘lá fora’.

Também hoje, neste dia que Ele nos deu.

Alternativa

"Uma rua sem saída é apenas um bom lugar para dar a volta."

Naomi Judd

Partícula de Deus

Na quarta-feira, 10.09.2008, será testado o maior acelerador de partículas já construído pelo ser humano. Trata-se do Grande Colisor de Hádrons (LHC, em inglês), enterrado a 100m de profundidade em algum lugar entre a França e a Suíça.
E com objetivos nada modestos. Entre eles:
_Reproduzir em laboratório a origem do Universo.
_”De suas entranhas, os cientistas esperam extrair nada menos do que os segredos da criação do Universo e da composição da matéria”, relata o jornal Zero Hora
_Encontrar o bóson de Higgs, chamado de “partícula de Deus”

Do outro lado, há muitas pessoas com medo. Afirmam que este experimento pode gerar um buraco negro que engoliria a terra e acabaria com o mundo. Mas segundo a matéria, o maior medo dos cientistas é de que tanto investimento acabe dando em nada.

“– Se não encontramos nada [da ‘partícula de Deus’], significará que passamos os últimos 35 anos falando bobagens – diz o físico John Ellis, do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares.”

Afirmativa arriscada, esta. Mas é assim, a ciência está cumprindo seu papel. Tentar, arriscar, buscar continuamente.

Só que neste caso, talvez a tentativa e os bilhões de dólares pudessem ser utilizados em buscas mais possíveis. Pois descobrir “os segredos da criação do Universo” não deveria consumir tanto investimento.
Primeiro, porque é impossível. Se alguém um dia compreender a mente do Criador do Universo, passará a ser o Próprio. O que é absolutamente inviável. Só Deus pode ser Deus.
Segundo, porque para descobrir os segredos da criação do Universo e encontrar muitas partículas, partes, componentes e conteúdos de Deus, basta abrir Grande Livro Sagrado (Bíblia, em Português). Os registros ali encontrados podem talvez, não serem cientificamente exaustivos. Mas dão uma boa noção de como tudo começou. Foi a Big Hand do Criador que deu forma e sentido ao universo e à vida humana. E Sua composição essencial é uma massa incomensurável de Amor.

É um antigo sonho do ser humano este, o de entender aquilo que Deus pensa. Entrentanto é um caminho bem mais seguro confiar no que Ele faz. Já fez muito. E continua fazendo, diariamente, para que nossa vida não termine num buraco negro, mas mantenha-se acelerada e em constante ligação com Ele.

Por meio daquela partícula – fé -, que nos dá a certeza de Deus presente conosco sempre. Até debaixo da terra. E até o fim do mundo.



Gráfico
Para mais sobre o tema e um infográfico de como funciona o acelerador,
clique.

sábado, setembro 06, 2008

Livro do Toque de Vida


Já está em fase de produção o Livro do Toque de Vida, pela Editora da Ulbra. Serão cerca de 100 mensagens reunidas para levar para o mundo real as mensagens ‘virtuais’ do programa, enviadas semanalmente a quase 700 leitores cadastrados.

E a data de lançamento também já está confirmada, anote em sua agenda:

09 de novembro, domingo,
às 14h30,
na Praça da Alfândega,
durante a Feira do Livro de Porto Alegre.

Você já está convidado(a)!


Fonte da imagem: Site da Feira do Livro.

Em Flores da Cunha


O município gaúcho de Flores da Cunha, conhecido por ser um dos maiores produtores de vinho do Brasil, passa agora a servir seus mais de 23 mil habitantes com o sinal da Ulbra TV, tornando-se sua 12ª retransmissora no RS.

O sinal é recebido pelo canal 45 Uhf e oferece aos seus telespectadores uma variada programação. Entre os destaques estão os programas noticiosos Maria do Carmo ao meio-dia (seg. a sex. 11h45min), Ulbra Notícias (seg. a sex. 19h15min) e Cadeira Cativa, com Luiz Carlos Reche (seg. a sex. 19h45min).


Fonte da notícia e da imagem

¿De acuerdo?

Dos amigas charlaban y una contaba a la otra como algunas personas, a veces, le hacían sentirse completamente desanimada, desvalorizada, sin ganas de seguir adelante.

"Cuando me dicen que no puedo, que saldrá bien, que no consigo acertar, me siento muy mal, con ganas de desistir".
La compañera entonces le aconsejó: "mira, cuando escuches algo malo a tu respeto… póngase de acuerdo".
La otra miró espantada: "¿Ponerse de acuerdo? ¿Cómo así?"

"Si, este de acuerdo. Admita que usted, de hecho, no tiene fuerza, puede fracasar y que no conseguirá hacer todo bien. Y entonces, muestre que tu sabes en Quién buscar todo aquello que, sola, no puedes tener, tampoco hacer: Dios".

Ella estaba correcta. No se puede negar que, solos, estamos en un falso camino. Casi perdiendo las fuerzas, o nos quedamos sin condiciones de mirar mas allá del problema. Y, si alguien decir que así no iremos lejos, no podemos negar que tiene razón.
Pero en estos momentos, en que escuchamos lo que no nos gustaría escuchar, en Dios encontramos las palabras ciertas para llenar nuestro corazón. En Él encontramos todo lo que solos jamás conseguiríamos alcanzar. Y de Él recibimos lo necesitamos para jamás desistir.

Direccionar los oídos para las palabras de Jesús tranquiliza el corazón. Da fuerza al alma. Y siempre reanima nuestra vida.

¿De acuerdo?

sexta-feira, setembro 05, 2008

Frase


“Nada é pequeno demais para se conhecer, e nada é grande demais para se tentar.”

William van Horne

Conexão



“O que a vida separou, o orkut não junta mais.”

Não sei a autoria da frase, mas quem comentou comigo foi o Clever, amigo e leitor do Toque de Vida. Esta frase sugere que pessoas que conviveram uma época de suas vidas, mas depois se separaram, não conseguem mais se conectar com tanta facilidade, ainda que se encontrem em um site de relacionamentos. Quando acontece, geralmente vem um recado, depois outro, “o que anda fazendo?”, “que bom te reencontrar, mesmo que eletronicamente!”, e então a tendência é tudo esfriar novamente.

Talvez você não concorde, mas uma coisa parece certa. Quando a convivência é rompida, a maior parte costuma ir junto. “Não tem mais nada a ver”, como costumamos dizer.

Mas não é só a distãncia e rumos separados que rompem a intimidade e a convivência das pessoas. Existem lares onde a mágoa e a descomunicação já causaram afastamentos. Há trabalhos onde os colegas estão distanciados por desconfianças, fofocas ou pressupostos. Existem vidas que se separam, às vezes mesmo se vendo todo dia, porque não se permitem recados francos, conversas honestas e elogios sinceros.

Também para este caso o orkut não junta mais. Nem a superficialidade, nem a acusação, nem o esperar pelo outro, nem o deixar por isso mesmo.

Esta é a hora do mundo real. O relacionamento precisa sair da suposição, do virtual, para ser conectado ‘na real’. Precisam entrar em campo fé, perdão, carinho e reaproximação Vontade de ajudar e ser ajudado, vontade de ser mudado e ajudar a mudar, gesto de compreender para ser compreendido.

O amor que vem da fé em Deus é a conexão certa para superar qualquer distância, e é capaz de juntar de novo os ‘scraps’(pedaços) de uma relação. Acessando com login (jesuscristo) e senha (fé), se o relacionamento vale o investimento, podemos sempre tentar, confiando neste seu amor e recorrendo a meios reais de aproximação. De várias maneiras, de recados a abraços, de olhares a confissões, aquilo que somente um coração que quer atravessar a ponte consegue fazer.

Para muitas das pessoas em nossa vida, um site de relacionamentos dá conta do recado. Mas para as mais importantes, nada supera o recado entregue em mãos. De viva voz.


Podcast

Ouça e baixe a mensagem de hoje:
http://www.toquedevida.mypodcast.com/

Quote

All things are difficult before they are easy.”

Thomas Fuller

Different


If you are in Brazil and you’re going to move, you’ll probably take cupboards, sink and other household objects with you. If you are in US, you’d probably think that’s really strange.

If you are in the US, anytime you see a ‘stop’ sign, you will really stop. And then go. If you are in Brasil, you will get run over if you do so.

If you are in Brasil, you may as well live with your parents until 20, 25, 30 years old… And even at 40 probably no one would think this is the end of the world. In US, maybe the world would be really ending.

If you are in US, war is a daily issue. If you are in Brasil, the closest armed conflict impacting daily life is as near as the 1940s.

Different places. Different cultures. How strange sometimes, but how rich also! It’s wonderful to notice such different ways of life, relationships, facing the situations, composing the beautiful kaleidoscope of human living.

But some things will never be different.

If you are both in US of Brasil, you are an object of God’s love. If you’re either in Brasil or US, your receive the same opportunity and gift of faith. If you are an American or a Brazilian, you can always feel the forgiveness and new life that Christ brings to your hearts. And even if you are an American living in Brasil, or a Brazilian living in the US, or whatever place in the world, you can always have God’s word which, although in a different language, feeds your heart, makes you move from sins, gets you to live in the family of faith and strengthens you for the little ‘wars’ of your daily life.

Here or there, you can always live with the same sureness that God, who is always the same, and completely different from other concepts, is with you, all the way.

In Christ’s love, our differences have an equal place. And all this equality in faith leaves room for living out the enriching differences.





Illustration suggested by
Kim Starr
St. Louis, EUA

quinta-feira, setembro 04, 2008

Critica

“O mau crítico se identifica facilmente quando começa por discutir o poeta e não o poema.”

Ezra Pound:

Limite


Dois motoqueiros foram flagrados na auto-estrada Porto Alegre-Osório pela Polícia Rodoviária Federal a 222km/h. Isso mesmo! Para não dizer que me enganei, escrevo: duzentos e vinte e dois quilômetros por hora.


O fato inacreditável ocorreu no km 16,9 desta freeway, no sentido Interior-Capital, em Santo Antônio da Patrulha, RS. Assim que as motos cruzaram o trecho fiscalizado, policiais que operavam o equipamento avisaram, por radiocomunicador, colegas que estavam no pedágio, no km 19, onde a Polícia Rodoviária Federal, reduzindo a passagem por apenas uma pista, obrigou os velocistas a parar.

O resultado foi a autuação de acordo com o artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro. A infração é gravíssima, recebendo cada um pesada multa e o registro de sete pontos na carteira de habilitação. Eles responderão a processos administrativos a serem abertos pelo Departamento Estadual de Trânsito, podendo ter o direito de dirigir suspenso e a habilitação apreendida.

Qual é o limite do ser humano? Ou melhor, quais são os limites? Estamos rodeados por limites que tem como primeira função preservar a vida de todos nós. Eles nos mostram o que podemos e o que não podemos fazer, para nosso próprio bem. Os limites também nos mostram que estamos errados. Foi isso que aconteceu com estes dois motoqueiros. Além disso, sofreram uma punição, para que não façam isso novamente.

A Palavra de Deus às vezes é vista somente como estraga-prazeres. Mas ela serve não apenas para mostrar quando erramos, mas também para preservar nossa própria vida. É o puro amor de Deus que, ainda bem, nos revelou esta lei. Honrar pais e autoridades, não matar, roubar, trair, enganar, cobiçar, ser desonesto, falar mal dos outros - nada mais atual e verdadeiro.

Mas o melhor é que a conseqüência do descumprimento da lei de Deus não acarreta em cumprir penas e punições. Reconhecer o erro e confiar no amor de Deus, através de Jesus, nos leva a receber o perdão e o alívio de não precisar pagar absolutamente nada. E poder recomeçar absolutamente tudo.

Pois em Deus não há multa. Há recomeço.



Pastor Ângelo Naor Elicker, de Canoas, RS
com pequenas adaptações.
Publicado no blog
http://hojecomdeus.blogspot.com

aprovação


“O melhor jeito de obter aprovação dos outros é não precisar dela”


Hugh Mcleod

Descongestionar

Os congestionamentos de trânsito andam cada vez mais cruéis nas grandes cidades.

Perda de tempo, gasto de combustível, caos urbano. Várias são as más conseqüências da questão. Mas uma delas, que antes me era despercebida, há algum tempo me chamou a atenção.

Enquanto estamos parados em um congestionamento, caso não o desliguemos, o motor continua funcionando. Está lá trabalhando, girando, desgastando. Se perdemos ali 1 hora, então, guardadas as devidas proporções, teremos utilizado a máquina o equivalente a 80 quilômetros. Gastamos o motor sem o utilizarmos para sua finalidade principal.

Isto me leva à conclusão de que se eu for comprar um carro numa grande cidade, o valor real do motor em relação ao que marca odômetro(caso este também não tenha sido alterado...) pode ser muito pior. O painel pode mostrar 50.000km, mas ele já pode ter funcionado o equivalente a 70 ou 80 mil.

Algumas vidas dão exatamente esta impressão. A idade é pouca, mas a expressão é de um motor à beira de um colapso. E isto pode ser conseqüência de ficar parado em problemas, congestionado em queixas, trancado em mágoas e desilusões. Vamos gastando o motor, as energias, tudo o que de melhor temos, sem sair do mesmo lugar.
Nâo adianta acelerar. Não adianta gritar. O carro não vai andar. E aí vamos perdendo a calma, aumentando a irritação, nos tornando uma bomba-relógio, pronta para ser detonada sobre o próximo ‘motorista’ que cruzar conosco dentro de casa, no trabalho ou ao comprar pro jantar..

Descongestionar o coração e trazer fluxo mais livre à nossa vida é uma das grandes alegrias de nosso Pai Celeste. Ele conhece bem o tipo de estrada que constuamos enfrentar, e pela fé oferece alternativas para nos mostrar como evitarmos estas tranqueiras onde nos gastamos, e mostra jeitos de o nosso motor funcionar melhor. Caminhos para podermos acelerar com vontade.
E também a paciência para os momentos em que vai levar um tempo para o trânsito melhorar.

Não posso dizer que este caminho vai nos fazer sempre chegar na hora certa. Mas descongestionar o coração sem dúvida poupa em muito nosso motor. E aumenta em muito a força para os quilômetros que ainda vamos percorrer.



Podcast

Ouça a mensagem de hoje:
www.toquedevida.mypodcast.com

Utilidade

"A inteligência é quase inútil para quem não tem outras qualidades."

Alexis Carrel

Intimidade

Em minha família esta é uma lenda corrente e dada como certa. Qual é o maior gesto de intimidade que podemos ter na casa de um amigo, que comprova um alto grau de amizade?

Abrir a porta da geladeira. Pense bem, se você for na casa de alguém e puder abrir a porta da geladeira, o que isso significa? Só pode ser que vocês são muito amigos(as). E se já pode fazer isso sem precisar pedir, então, a amizade é definitiva.

Tudo bem, talvez não seja o maior gesto, mas é fato que é um sinal de grande proximidade. Talvez você listasse outros mais clássicos, como beijar o rosto, ficar só de pijama e chinelo, pedir o carro emprestado ou chegar no momento em que o outro mais precisa. O fato é que gestos assim abrem caminho para a certeza: temos alguém com quem contar. Temos uma pessoa próxima, amiga, com quem podemos ser mais de nós mesmos e menos dos papéis sociais que precisamos representar.

O gesto de Jesus Cristo também é uma prova incontestável de amizade: abrir nosso coração e lá dentro colocar a comida necessária para nosso sustento espiritual. É uma ação clara de consideração, carinho, intimidade. E Ele não apenas coloca como ainda conserva, mantém e deixa disponível para quando a fome de paz, alivio, fé e vida precisam ser saciadas..

E não só isso. Ele também nos dá a intimidade de abrirmos as páginas do livro Sagrado, e lá encontramos mais deste alimento, que sustenta não apenas no meio da madrugada, mas no meio de qualquer dificuldade. Uma ‘geladeira’ sempre forrada de coisas boas e que pode ser vendida até na Groenlândia, já que em todo lugar onde há um ser humano, também lá Ele quer oferecer esta amizade próxima, única e sempre ao alcance da mão. Toda casa pode ter uma.

Abrir esta Porta sem medo nos dá acesso a esta intimidade. E nos faz conhecer a única ‘geladeira’ que conserva o conteúdo utilizando o calor.


Em áudio

Estréia hoje a versão em áudio das mensagens do Toque de vida. Semanalmente uma (ou mais) mensagens estarão disponíveis.

Acesse:
www.toquedevida.mypodcast.com

segunda-feira, setembro 01, 2008

o Sol

“Nas profundezas do inverno, finalmente descobri haver em mim um verão invencível”

Albert Camus

pré-ocupação0

Provavelmente não houve uma época na história em que o mundo esteve tão cheio como hoje.
_Cheio de informações, vindas de múltiplos meios de comunicação
_Cheio de opções de entretenimento, com atraentes propostas de preenchimento do tempo
_Cheio de bens de consumo, prontos para encherem nossas vidas de satisfação.
_Cheio de orgulho por se considerar a mais avançada geração do qualquer outra que já a precedeu.

Por outro lado, talvez nunca na história a mente humana esteve tão vazia.
_No meio de tanta informação, carecendo de algo que forme e construa com fundamento..
_Vazia após cada nova formas e fórmula de entretenimento, que não conseguem preencher a alma e o coração.
_O vazio da compra sem critério, que tenta encher a vida sem ter ela mesma um sentido em si.
_As paredes do orgulho frágeis como um balão, sujeita a revelar o vazio diante de uma pontada certeira.

Mas, pensando bem, talvez sempre tenha sido assim, não apenas agora. Ao longo dos séculos, preencher o coração, ocupar a mente e encher os bolsos parecem ter basicamente sido as grandes preocupações que tiveram espaço na mente humana. Não necessariamente nesta ordem.
E, bem por isso, às vezes as vidas acabam cheias de bens que não se precisa, inimigos que não se quer, drogas que não são bem-vindas e batalhas que não levam a nenhum lugar.

Preocupações

Para uma época que parece cheia deste vazio, o Homem que se esvaziou para nos tornar cheios tem o seu recado. A mente vazia pode ser oficina do maligno, como disse Lutero, mas também pode ser o espaço que ganha conteúdo para preencher o coração. O que vai ocupar este espaço, então, é fundamental.

Pré-ocupação.

O coração pré-ocupado pelo bom conteúdo do amor de Deus não encontra um caminho cheio de flores, mas encontra um caminho. Não encontra uma vida cheia de bens materiais, mas encontra a vida. Não tem a mente sempre cheia de prazer e lazer, mas tem uma mente, voltada para o que mais importa, e preenchida com o que de mais precioso o ser humano de nosso tempo pode ter: paz. A paz de Deus, que ultrapassa nosso entendimento e é duradoura. Constante. Ocupando um espaço que não vai precisar de outra opção.

Uma pré-ocupação que preenche o ser. E enche de vida o coração.