auto-atendimento

Depois muito tempo de resistência, fiz a senha para acessar minha conta bancária via internet. Com tantas notícias de fraudes e com uma agência aqui no campus, sempre pensei que presencialmente estava bom. Mas já estou me acostumando com a novidade.

Até agora tudo bem.

Entrando no site para verificar um extrato, me deparei com a conhecida palavra composta ‘auto-atendimento’. E fiquei pensando que coisa interessante esta do ‘auto-atender-me’.
-Pois não sr. Lucas?
-Preciso de um extrato.
-Um instante, por favor... o sr está bem hoje!
-Bondade sua, são seus olhos.

A impressão que temos é de total liberdade. Eu atendo a mim mesmo, portanto, posso fazer o que quiser. Mas na verdade, continuo totalmente dependente do banco e seu site. Começando pelo layout, que já está lá, pronto. Passando pela forma de acesso, pelo jeito de exibição e, principalmente, pelo fato de que tudo é gerado por um banco de dados de posse e administração da instituição bancária. Na verdade, estou me atendendo conforme o banco permite.

Em tempos que o universo é descrito como um catálogo e nossa vontade, como um clique mágico, esta é uma boa forma de definir na verdade como funciona o auto-atendimento espiritual, que ocorre diariamente.
Costumamos falar da importância de alimentarmos a fé, pensarmos coisas boas, agirmos certo, praticarmos o bem e assim por diante. Tudo isso pode dar a impressão de que tudo corre por nossa conta, poder, capacidade e habilidade. Mas na verdade, está tudo sob controle. Está nas mãos Daquele que nos deu acesso, pela fé, a uma conta corrente cheia de bons valores, principios e possibilidades.

Quando achamos que tudo depende só do nosso clique, a chance é açta de estamors num site enganoso. Quando confiamos que para todas as nossas navegações, saques, depositos e conferências estamos nas mãos e sob a orientação de Deus, então o protocolo de segurança é inviolável. A navegação segura e a conexão não cai. Atendimento preciso, sem atraso, sempre com saldo de amor e bênçãos disponível.

Com terminais de auto-atendimento sem-fio, com fé, em qualquer lugar do planeta.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração