Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2009

Coro Escola da Ulbra

Liderado pela Pastoral, através do Pastor Paulo Brum, o Coro Escola da Ulbra é destinado a todos os que gostam de cantar e querem aprender ou melhorar.
No vídeo abaixo, explicação de o que é e como funciona este gruipo.

As inscrições para este semestre ainda estão abertas:pbrum@ulbra.br






Conheça o blog do Coro Escola.

Saber Viver + Canon em D

O vídeo do Fábio Sampaio, da Ulbra TV, sugerido aqui dia 22.01, já ultrapassou 200,000 exibições no You tube, em poucas semanas. Chegou até mesmo a figurar na capa do site em português.

Fábio fez um arranjo para a canção 'É preciso saber viver' com 11 vozes e palmas.

Vale a pena ver de novo.



Outro video de 'multiplas vozes', sugerido aqui em fevereiro de 2008, e que também já passou os 200,000 acessos traz o Paulinho Winterle, que entre outras atividades, participa também da Orquestra Sacra da Ulbra, com uma execução bem humorada do 'Canon em D', de Pachelbel.

Também vale a pena relembrar.

Escolas Confessionais e Ciência

"Debatendo com Roseli", ótimo texto do blog de Reinaldo Azevedo contrapondo a professora Roseli Fischmann, que coordena a área de Filosofia e Educação da pós em Educação da USP e comanda o grupo de pesquisa do CNPq ‘Discriminação, Preconceito, Estigma’”. A professora redigiu ainda “o conteúdo do tema transversal Pluralidade Cultural dos Parâmetros Curriculares Nacionais”.

Azevedo mostra que as escolas confessionais não se contrapoem a ciência e têm seu direito incontestável de mostrarem suas convicções.

Texto na íntegra.

Trechos:

"...conheço uma escola judaica — e não declinarei o nome por motivos óbvios — que ensina Darwin aos alunos pêlo por pêlo daquele ancestral comum que, consta, partilhamos com o chimpanzé. Eles estão preparadíssimos, por exemplo, para enfrentar um exame público — vestibular ou qualquer outro. E essa mesma escola não abre mão — como fazem outras, algumas de denominações protestantes — de afirmar “a verdade revelada”. E NÃO HAVERÁ DEMOCRACIA NO MUNDO, …

Maratona de Canto - Novos Recordistas

Imagem
Fonte da imagem

Acessando novamente o site do Guinness World Records (GWR) - coisa que não fazíamos há tempo -, descobrimos que o Recorde Mundial de Canto Contínuo, 36 horas, estabelecido pela Comunidade São Paulo-Ulbra com a participação de 150 cantores em 03 e 04 de julho de 2004, (veja como foi clicando aqui) durou 3 anos e meio. Já está batido. Ou 'esmagado' (smashed), como costumam publicar.

Conforme noticia o GWR, às 22h do domingo, 27 de janeiro de 2008, um grupo da Organização Cultural Mandd Sobhann em Managalore, Índia, quebrou o recorde, estabelecendo 40 horas. Destaque também para o fato de que todas as músicas foram cantadas em Konkani, dialeto local. Fonte das imagens
Alguns sites, anunciando ou registrando o feito, mencionam que o recorde anterior pertencia à Ulbra/Comunidade São Paulo, como por exemplo:

_World Records Academy - "O recorde para 'Maior Maratona de Canto Continuo com múltiplos cantores" pertencia anteriormente a um grupo da Ulbra, Brasil,…

Portabilidade

Portabilidade é a palavra do momento. Para ser mais específico, refiro-me à portabilidade numérica, cujo significado é o seguinte: os usuários de telefonia fixa e móvel podem trocar de operadora e manter os números atuais de seus telefones.

Esse serviço prestado pelas operadoras de telefonia está sendo implantado e logo permitirá que milhões de assinantes de telefonia no País passem a contar com ele. Como as operadoras querem mais clientes, e se esforçam para não perder os que já têm, a propaganda está bem insistente.

Na verdade, a portabilidade numérica é uma boa oportunidade para os clientes que não querem trocar de número, mas estão desgostosos com os serviços prestados pela operadora atual.

E a portabilidade religiosa? Há muito que ela está sendo exercitada por milhares de adeptos. É só haver algum descontentamento com a denominação religiosa do momento e lá o “in” fiel debanda para outra denominação. O pensamento é mais ou menos o seguinte: Deus é o mesmo, por isso não importa a r…