quarta-feira, dezembro 16, 2015

Inclusivo



Imagine uma Oktoberfest com uma celebração genérica de ‘cultura’, sem celebração da tradição germânica, para não ser exclusiva com as demais.

Imagine o desfile de Carnaval incluindo o rock, o clássico e o sertanejo para não ofender quem não gosta de samba.

Imagine, no dia da consciência negra, não podermos mencionar Zumbi dos Palmares ou Nelson Mandela, para não ser exclusivo com ícones de outras etnias.

Imagine na semana da saúde bucal falarmos apenas do corpo humano em geral, para não melindrar médicos de outras especialidades

Imagine a festa do Oscar mencionando e celebrando apenas arte, cultura e expressão, sem menção ao cinema, para ser genérico com as demais artes.

Imagine as matérias e propagandas da Copa do Mundo falarem apenas do Esporte em geral, para ser inclusivo com as demais modalidades. E a das Olimpíadas, celebrarem genericamente a arte, música e outros talentos, para não parecer que falar de esporte é discriminar outras manifestações humanas.

Imagine no Natal não falar de Jesus Cristo, mas apenas das festas, Papai Noel, luzes e paz.

Bom, esta último sabemos que não precisamos imaginar.

Em alguns contextos, aparentemente se torna até regra e norma. Nada de Jesus Cristo e cultura cristã no Natal, isto pode ser ofensivo e exclusivo. Assim caminha a ‘evolução’ em nosso ocidente cristão. Até onde ainda conseguir caminhar.

De qualquer forma, o Natal, enquanto for Natal, permanece a festa cristã celebração do nascimento de Cristo. Para todas as etnias e culturas. Em todos os jeitos e ritmos. Na direção de todos os corpos e almas humanas. O Natal é a festa inclusiva por excelência, pois se trata de Deus oferecendo a todos o seu amor, paz e toda e qualquer palavra que, nesta época, queira celebrar tudo o que há de bom.

Ao mesmo tempo, uma festa exclusiva – só Um é o motivo e o centro de tudo. Mostrando ao mundo de que luz, paz, festa, celebração, alegria, cultura, tudo isso tem nome, centro e sentido na manjedoura de Belém.



 P. Lucas André Albrecht

segunda-feira, dezembro 07, 2015

Ver aonde vou - Projeto Líder de Louvor

Novo clipe da Banda do Projeto Lider de Louvor

"Ver aonde vou"



"Passos largos, passa a vida...

pela fé consigo ver quem eu sou.

Em Tuas mãos, a face erguida,

sou Teu filho e posso ver aonde vou!"

Dá o play e curte!

sexta-feira, novembro 27, 2015

Preenche o Ser - Oficial |

O presente certo é Cristo

- a certeza que Preenche o Ser!



quinta-feira, novembro 26, 2015

MUITO OBRIGADO - Dia Internacional de Ação de Graças

Todos apreciamos muito a gratidão como virtude. E dois podem ser os motivos principais

1. Basta pensarmos na ausência dela.
-Você ajuda alguém e a pessoa nem se lembra de um “obrigado”.
-Pessoas que nunca dizem ‘obrigado’ por 99 coisas, e reclamam daquela uma errada ou não tão boa.
-Conheço a história de uma pessoa que, em muitos anos de casamento, quase nunca sentou-se à mesa e elogiou o almoço da esposa. No entanto, sempre que havia algo errado, não hesitava em reclamar.

2. Quando alguém diz ‘obrigado!’, está exercendo algo extremamente essencial para a saúde da alma: humildade. Agradecer é reconhecer-se dependente, interligado. É manifestar vínculo. É apreciar o que outro tem de habilidoso, agradável, talentoso. Agradecer é ir na direção do outro, Um bem que está ficando escasso em nossa sociedade dos fones de ouvido, celular e TV em cada quarto. Quando alguém agradece sinceramente está dizendo: “Hei, eu me importo com você”.

Deus que nos deu e dá tudo o que somos e temos poderia pedir muita coisa em troca. Mas quer apenas duas palavras: Muito obrigado. Não porque o ego Dele precisa, mas porque nosso eunecessita. Para que o orgulho e egoísmo não tomem conta do coração e a fé faça a gratidão agir como o óleo do motor da humildade, mantendo-o funcionando por muito tempo.

Duas palavras que não custam muito e fazem a vida andar bem diferente.
Ah, e muito obrigado por ler até o final.


(P. Lucas André Albrecht)

quarta-feira, novembro 04, 2015

Resgate

Nestes anos de trabalho pastoral  - e talvez em minha vida toda -, creio que esta foi a ilustração mais completa que já vi, a partir do cotidiano, da mensagem central da Bíblia. O resgate dos 33 mineiros chilenos.

Os paralelos são vários. Talvez você possa listar outros mais:

-Pessoas presas em uma situação irreversível. Não podiam salvar a si mesmas.
-Por mais que tivessem pensamento positivo, força de vontade, e animassem uns ao outros, tivessem atitude... o final era previsível.
-De repente, vem do alto um sinal: Uma abertura é feita para chegar até aquele grupo. Alguém se preocupa com eles e vai providenciar uma maneira de salvá-los.
- Agora a esperança é real. Pois alguém lá em cima, em condições de fazer o resgate, vai fazê-lo.
-Eles não sabem o dia nem a hora. Mas sabe que devem confiar, esperar, e continuar mantendo a vida lá onde estão.
-O resgate chega. Por um caminho único e estreito. Não há outra forma de serem salvos daquela situação. Somente um caminho.
-Cada um deles foi salvo individualmente. Sem esforço ou mérito. Foram resgatados, puxados para cima, libertados da situação de medo, angústia e desesperança em que se encontravam.
-São tirados da escuridão, das profundezas para o alto, a superfície, a luz.

Uma nova vida começou.

Uma bela história de resgate humano. Mas ainda mais bela e perfeita é a história do resgate feito por aquele que é o próprio Deus! Jesus Cristo fez tudo o que não poderíamos fazer para nos habilitar a fazer muito, tudo o que pudermos, movidos pela fé Nele.

Por fim, ainda uma analogia: ao atingirem a superfície, além de encontrar familiares e amigos, os mineiros puderam abraçar ninguém menos do que o próprio presidente da República. Nós, quando formos chamados daqui onde estamos, vamos reencontrar nossos entres queridos que já partiram na fé. E, melhor do que isso: vamos poder abraçar, ver face a face, aquele que é o governador de tudo e de todos.

Ele, sim, de fato o Autor do maior resgate da História.


(texto originalmente pulicado em out, 2010)

 P. Lucas André Albrecht

sexta-feira, outubro 30, 2015

Entrega Total

Minuto Toque de Vida, da Ulbra TV.


video

quarta-feira, outubro 28, 2015

Ofendido

De certa forma, vivemos a era da indústria dos ofendidos.
 
Duas áreas podem ser utilizadas como ilustração deste fato. Uma delas, o politicamente correto. Se você não usar a palavra eleita para designar tal pessoa/conceito/lugar/escolha, está estabelecida a ofensa. Mesmo que, constantemente, as palavras mudem, ou seja, aquela que hoje é a correta, amanhã, já ofende. Outra, a expressão de ensinos bíblicos. Especialmente, nos temas mais polêmicos. Afirmar o que se crê e confessa ofende e agride sensibilidades e visões, nem sempre com contrapontos  e alternativas lógicas para as propostas enunciadas. Estou ofendido. E isto basta.
 
A indústria da ofensa tem crescido, em grande parte, porque ofender-se dá poder, gera representatividade. Ofender-se ajuda a vencer a discussão, já que, via de regra, tem ficado comum pensarmos mais por meio de emoções do que por palavras e construções lógicas. Então, qualquer palavra que toque uma corda sensível “ofende”, e a discussão continua somente dali para diante. Ou para baixo. Especialmente, se gerar o efeito manada.
 
Na sociedade fragmentada, muitas vezes, ideologicamente direcionada, tudo, ou quase tudo, ofende.
 
É evidente que existem situações de ofensa, momentos em que, realmente, somos ofendidos. Mas estamos caminhando para o exagero e o caos nos relacionamentos sociais, potencializados pela virulência descabida nas interações digitais
 
Felizmente, Jesus Cristo não foi assim. (mesmo tendo motivos, já que tudo de que foi acusado era falso). Imagine se, diante das pessoas famintas que ele alimentou, ele se ofendesse: “quer dizer que vocês estão aqui só porque dou comida, não é? Tá bom, vocês vão ver, não tem mais, então”. Diante dos fariseus: “Quer dizer que vocês, líderes, em vez de ajudar, estão contra mim? Isto é uma ofensa!” Antes de voltar ao Pai, quando os discípulos queriam saber de seu reino terreno. “Seus ignorantes, não entenderam nada? Assim vocês me ofendem. Não contem mais comigo, estou fora”.
 
Especialmente, diante dos que o prendiam, diante dos que o maltratavam, diante dos que, injustamente, o pregavam em uma cruz   Jesus tinha 50 mil motivos para ir a Roma processar todo mundo. Mas não fez. Ele foi O ofendido. E, em troca, ofereceu amor.
 
Seu processo estava definido, e ele o cumpriu até o fim. Cumpriu aquilo para que veio ao nosso mundo, com a finalidade de nos perdão. Isto é, não para se fazer de ofendido, mas para perdoar as nossas ofensas. Dar a oportunidade de vivermos a vida onde emoções são subordinadas a princípios. Por causa desta fé, somos chamados à prática que ofende a mentalidade humana:  ouvir, compreender, ajudar. Perdoar, respeitar...amar. Perdoarmos aqueles que nos têm ofendido.  Para então, nos casos realmente necessários, dar a uma ofensa uma resposta jurídica.
 
Na era da indústria de ofendidos, o perdão, que cobre nossa multidão de ofensas, não pode ser fabricado.
 
É oferecido. De graça.


(P.Lucas André Albrecht)

quarta-feira, outubro 07, 2015

Proporção


Diante de escândalos, muitas vezes a defesa do indefensável volta com força. Ouve-se, por exemplo:
"Tudo bem, fulanos roubaram milhões/bilhões/cometeram crimes graves/subornaram/mataram, etc... Mas se você(não devolve troco/desperdiça água/ não pede recibo/pega um real/avança em sinal vermelho/tira o pirulito de uma criança/esconde a dentadura da sua tia/) você é igual a eles. Você não tem moral."
Mas não pode ser assim. Precisamos, constantemente, de recuperar e manter nosso senso de proporção. Se não, começaremos a ouvir coisas como esta:
-Eu maltratei violentamente um cachorro, mas você matou formigas. Você não tem moral.
-Eu roubei um banco. Você não pediu recibo para o médico. Você não tem moral
-Eu cometi o crime de injúria de etnia. mas você é contra as cotas. Você não tem moral
-Eu usei e comercializei drogas. Mas você fumou um cigarro/ Tomou uma cerveja/deu esmola na sinaleira para um cara que bem que pode ser um drogado. Você não tem moral.
-Eu abortei, mas você deu uma palmada no seu filho. Você não tem moral.
-Eu fui eleito para um cargo publico no qual cometi crimes que lesam milhões. Você pisou na bola com um amigo. Você não tem moral.

Ter moral em termos civis, é algo mais complicado do que fazer comparações desiguais. Claro que sabemos que erro é erro, não importa como e por quem seja. Mas, quando se fala em termos de sociedade, precisamos manter nosso senso de proporção; Antes que a desinformação, histeria e julgamento se tornem desproporcionais.

quarta-feira, setembro 16, 2015

Preenche o Ser - Oficial

Novo videoclipe da Banda Mais Viver!



sexta-feira, setembro 11, 2015

Lançamento!

Na próxima quarta, 16.09, lançamento mundial do novo clipe da Banda Mais Viver: Preenche o ser.

Este é quarto clipe da banda, e o terceiro do trabalho em estúdio "Mais Viver".
https://www.facebook.com/bandamaisviver




sexta-feira, agosto 21, 2015

Crachá / Promessas

rachá

 

Há algo que você carrega no peito que pode salvar sua vida?
Em Porto Alegre, há alguns anos, o crachá no peito salvou a vida de um empresário. A peça de metal amorteceu a bala, que ficou alojada sob a pele, e ele conseguiu dirigir até o Hospital Cristo Redentor.
A fé, que todos podemos carregar no peito, também salva nossa vida. E de uma maneira muito mais completa, pois garante que a vida que temos hoje nunca vai ter fim. Pois a proteção é certa e contínua. Alguns projeteis ate podem nos atingir, mas não podem nos derrubar. A fé em Deus, nosso crachá de identificação de filhos Dele, é também o de proteção. 
E de vida.



Promessas


Recebo todas as semanas, todos os dias, muito lixo eletrônico. Ele vem na forma de emails oferecendo cursos, motivação, correntes; e aqueles famosos emails da Nigéria dizendo que alguém está para morrer e quer me doar milhões de dólares... É claro que nenhuma delas é salva. Todas são apagadas.

Com tanto SPAM prometendo tanta coisa absurda, a gente pode acabar também querendo deletar, apagar, as promessas de Deus para nossa vida. Afinal, “nada me faltara’, “estou com vocês todos os dias”, “salvação gratuita por meio da fé” parecem ser boas demais para ser verdade.

Entretanto estas são as únicas promessas em que podemos confiar até de olhos fechados, Afinal, é Deus mesmo prometendo. E Ele nunca deixou de cumprir uma só delas. Dá pra acreditar. Salvar para consulta constante.

E estar conectado todos os dias.


(P. Lucas André Albrecht)


Minuto Toque de VidaOuça, diariamente,às 6h55 e 18h40:
Mix Fm Poa 107.1

terça-feira, agosto 11, 2015

Minuto

Sanguedá

 

Houve aquela época em que ouvíamos, o tempo todo, falar nas "sanguessugas" . Eram os deputados e demais comparsas, acusados de (que novidade!) abusarem do patrimônio público. Se bem que, não dá pra saber se este tempo, de fato, já passou. Enfim...

De tanto vermos exemplos de gente querendo somente sugar o sangue dos outros, é até um risco não acreditarmos que alguém deu sangue: Jesus Cristo, quando morreu pela humanidade. Os políticos da época, como os de hoje, planejaram tudo ás escondidas. Mas Ele, não. Deu a cara para bater, o sangue por Sua missão e a vida para todo aquele que crê.
Tudo isso para conquistar um belo e imenso patrimônio. E torná-lo público, ao alcance de todo e qualquer coração.



Infância


John C. Mather e George F. Smoot levam o prêmio Nobel de Física em 2006 por "seu olhar para a infância do universo" e "suas tentativas de entender a origem das galáxias e das estrelas", dizia a matéria.

Interessante esta busca, que é incessante do ser humano. Tentar descobrir e entender a origem do universo, da vida, do ser humano.

Segundo a reportagem, os dois cientistas tiveram um olhar para a infância do universo, e foram em busca de informações.

Infância. hum...Bem, podemos perguntar pra amigos e vizinhos, e também buscar fontes e procurar relatos. Mas pra saber mais da infância de alguém, não dispensaria uma consulta ao que diz o Pai. Ele é a fonte da informação mais segura sobre a origem da vida de seus filhos.

E não Apenas da origem. Também do sentido e do destino final.


(P. Lucas André Albrecht)

quarta-feira, julho 29, 2015

Planejado


Pode ser que, ao olhar para um prédio nas fases iniciais da construção, a gente fique imaginando se vai dar mesmo tudo certo. Porque, aparentemente, são coisas meio sem pé nem cabeça. Uma abertura é de um jeito, outra, de outro, um número x de camadas de tijolo, esperas para alguma coisa... não parece que vai dar pra fazer aquilo ficar bom. Pelo menos para quem entende pouco ou quase nada do assunto.
Mas é claro que sabemos que alguém planejou aquela construção, e que tudo vai dar certo no final - a menos que seja um empreiteiro corrupto. Como um belo bolo, que primeiro passa pelo estágio de uma massa disforme, um prédio passa por momentos de "nada a ver" para poder ficar bonito de ver.
Lembre-se disso naqueles momentos meio sem sentido, em que nada parece dar certo, e tudo parece somente confusão. Confie, em fé, sua vida Àquele que nos criou. Ele é o mesmo que nos deu nova vida, perdão e oportunidade de vivermos com sentido e direção. E mais, com plena certeza de que não vivemos ao acaso, mas sim, nas mãos que planejaram com carinho o caminho por onde andar.Com Jesus Cristo, a vida é uma obra segura e completa.

Pois ele sempre sabe muito bem o que está fazendo.


(P. Lucas André
Minuto Toque de Vida
Mix FM Poa)
 

sexta-feira, julho 24, 2015

Depende do ponto de vista

por Marcos Schmidt

Ao pisar na Lua naquele 20 de julho de 1969, Edwin Aldrin fez uma descrição intrigante: “Um lugar tão desolado, tão completamente sem vida”. Segundo consta, Aldrin deixou uma pequena placa na Lua com o Salmo 8, que oferece uma confissão comprometedora a um explorador da Nasa: “Quando olho para o céu, que tu criaste, para a Lua e para as estrelas, que puseste nos seus lugares – o que é um simples ser humano para que penses nele? (...) No entanto, fizeste o ser humano inferior somente a ti mesmo (...) Tu lhe deste poder sobre tudo o que criaste; tu puseste todas as coisas debaixo do domínio dele”. 

Dizem os astronautas que a visão da Terra lá de cima é uma experiência arrebatadora. Mas não é preciso ir às alturas para ver as belezas aqui em baixo. E nem duvidar de que isto é obra do mesmo Deus que um dia desceu para fazer da Terra um lugar diferente da Lua, isto é, com vida. Mas isto depende do ponto de vista. Como, por exemplo, ver o arco-íris, que é um reflexo da luz do sol causado pelas gotas da chuva. Dependendo da posição ocupada, a pessoa não vai perceber o fabuloso colorido no céu. Em Gênesis, o Criador diz que o arco-íris é o sinal da aliança que ele fez com todos os seres vivos da terra. O texto explica: "Não haverá outro dilúvio para destruir todos os seres vivos". No Novo Testamento, o apóstolo fala desse dilúvio para comentar outra aliança: "Aquela água representava o batismo, que agora salva vocês (...) o compromisso feito por Deus" (1 Pedro 3.21). Nesse caso, o compromisso divino é a salvação “por meio da ressurreição de Jesus Cristo” (3.22). Mas que também, por conta da posição, pode estar escondido ou revelado.

Nesta semana o famoso cientista Stephen Hawking (aquele que virou filme) lançou um grandioso projeto para buscar vida extraterrestre. Mas, e se não encontrarem nenhum sinal? Tudo depende do ponto de vista. Ou como diz o Salmo cravado na Lua: “Ó Senhor, nosso Deus, a tua grandeza é vista no mundo inteiro”.
           
                                               
Rev. Marcos Schmidt

quarta-feira, julho 22, 2015

SINAL


Na Idade Média, dizem alguns, vendiam-se pedaços da cruz de Cristo, pedras do túmulo, ou talvez gotas do seu sangue, e outras relíquias. Quando estádios famosos são demolidos, muitos tentam guardar pedaços como recordação.

Já alguns seres humanos modernos preferem ser mais bizarros.
 Há alguns anos, vi a notícia de que uma pessoa comprou um pedaço de sanduíche de ovo, supostamente descartado por Britney Spears.

O homem tem necessidade de ligar-se ao seu sagrado através de sinais. Seja sua família, seu ídolo, sua religião, seu deus. A fé, a religiosidade, de uma ou de outra forma, sempre se manifestam em nosso coração
 e vida.

Para os cristãos, nenhum sinal mais claro - e mais contraditório - do que a fé. Pois ao mesmo tempo que é uma certeza, ela se dirige a alguém que não se vê. Jesus Cristo, no entanto, se fez e se faz presente de uma forma única, suprindo nossa maior necessidade – perdão e vida -. Além disso, dá segurança e orientação para a vida e o coração.

Um sinal que é cego para os olhos, mas claro para o coração.


(P. Lucas André
Minuto Toque de Vida
Mix FM Poa)
 



domingo, julho 19, 2015

Carta de amor


Muitas esposas guardam como tesouros envelopes com carimbos postais antigos. São cartas de amor que que seu então namorado lhe escreveu em tempos idos. Elas provavelmente ainda acham lindo o que está escrito lá, mas muitos maridos, após alguns anos de casado, quando lêem uma delas, ficam meio sem jeito lembrando de como eram "melosos" naquele tempo. Claro, eles não se arrependem do que escreveram, afinal, continuam amando sua esposa, mas preferem que o conteúdo tão sentimental fique mesmo só entre os dois....
Com Deus isso não acontece. A Bíblia, com a declaração de amor Dele pela humanidade, tem o carimbo postal de séculos atrás, mas continua a mesma. Quem crê no Filho de Deus passa a ter um relacionamento de amor intenso, meloso, sentimental ou como quisermos chamá-lo.

O Pai não se sente embaraçado pelo que escreveu, ao contrário, faz questão que seus amados filhos divulguem este conteúdo pelo mundo.

E como tem gente que precisa dele, sofrendo de abandono, falta de amor, falta de alguém que lhes diga: "filhinho, eu te amo"!
A Palavra de Deus é uma carta de amor para todos nós. Com carimbo postal de hoje.


(P. Lucas André
Minuto Toque de Vida
Mix FM Poa)
 

segunda-feira, julho 13, 2015

Respostas - Minuto Toque de Vida

Não é raro nos depararmos com perguntas como estas, feitas por outros ou por nós mesmos:

-Por que eu e não outro?
-Se Deus existe, por que há tanta maldade no mundo?
-Se Deus existe, por que ele não aparece pra mim?

Já lhe ocorreu que, em muitos casos, isso pode equivaler a, por exemplo, estarmos na BR-116 rumo ao norte e perguntarmos
-Se Deus existe, por que não me fez chegar em Montevidéu em 2 horas?
-Por que não estou vendo a praia de Porto de Galinhas?
-Porque tantos conseguem chegar em Brasília e eu não?
 

A mim, já.
Perguntas erradas não podem dar respostas certas. Pense nisso.

E, então, pergunte outra vez!


(P. Lucas André
Minuto Toque de Vida
Mix FM Poa)




Minuto Toque de Vida
Ouça, diariamente,às 6h55 e 18h40:
Mix Fm Poa 107.1

terça-feira, julho 07, 2015

Pobre - Minuto Toque de Vida



Você acredita na história de que pessoas menos favorecidas financeiramente, quando agem de maneira errada, estão apenas reagindo à desigualdade social? Que os muitos pobres agem erradamente por culpa da sociedade, ou por serem explorados, ou por causa da concentração de renda, ou... ? Ou seja, que fazer algo errado não seria uma escolha moral, mas ação de uma vítima das circunstâncias?

Pois veja o que aconteceu em Porto Alegre, em função de um jogo de futebol, há alguns anos. Cambistas pagaram papeleiros para irem para a fila comprarem ingresso, em troca de, digamos, 10 ou 20 reais. Estes foram, compraram e, na hora de receber, o que aconteceu? Nada. Não receberam. O pobre roubou o mais pobre. O pobre não pagou o pobre. O ser humano mostra sua cara: alguns cambistas não pagaram o que prometeram.

Neste assunto, a Bíblia tem algo a dizer. Não é o dinheiro que nos faz maus, nem a pobreza que nos purifica.O fato é que o ser humano tem o erro, a maldade dentro de si. E se não for transformado de dentro pra fora, não tem dinheiro, fachada ou cara de coitado que ajude. A paixão e a cobiça vão predominar. Vão instigar a maldade básica, lá no fundo, e, nessa hora, todos querem marcar gol, de placa ou de mão.

A única troca 100% confiável é com Jesus Cristo. Ele troca maldade por perdão, erro por correção. Por meio da fé Nele, troca o que de pior nós temos, pelo melhor que Ele quer nos dar. E não cobra 10 vezes o preço, como muitos cambistas de ingresso fazem.

Na verdade, não cobra nada. Tudo de graça. Um presente de amor..


(P. Lucas André
Minuto Toque de Vida
Mix FM Poa)
 




Minuto Toque de VidaOuça, diariamente,às 6h55 e 18h40:
Mix Fm Poa 107.1

sexta-feira, julho 03, 2015

Minuto Toque de Vida

Duas mensagens, desta semana, do Minuto Toque de Vida, da Mix FM Poa.


Chuva


Chuva pode significar bênção ou maldição. Quer dizer, depende da hora, pode trazer alegria ou incomodação. É o caso de alagamentos e enchentes. Ou de auxílio para a lavoura em épocas de seca. Problema na hora de descer do carro todo arrumado. Solução em dias de muito calor.
Tudo o que a chuva causa, deve à união de suas partes. A gotas são seres minúsculos, mas juntas, são capazes de influenciar o mundo inteiro.
Até a natureza dá provas de que unir-se é o caminho mais certo para grandes feitos. Claro, há os que se unem para desviar dinheiro, para prejudicar pessoas, para desrespeitar a sociedade e as liberdades individuais. Mas o princípio permanece. Ninguém de nós sozinho pode tanto quanto todos nós juntos.
E todos nós juntos, mas sozinhos, não podemos tanto quanto unidos ao amor de Deus - o Pai que se une aos filhos pela fé em Jesus Cristo.
Para fazer deles agentes de perdão e amor num mundo que está perdendo, mas precisa urgentemente reencontrar, a esperança.
(inspirado na mensagem do Samuel Fuhrmann, estudante de Teologia da Ulbra, no programa 7 minutos)


Perguntas

Professores de Teologia costumam dizer que, para uma boa compreensão da Bíblia e da teologia em si, precisamos começar com as perguntas certas.
E não é que muitas vezes a gente começa com as erradas? Especialmente em tempos de crises. Quando ficamos doentes, temos um acidente, ou estamos diante de alguma outra dificuldade, colocamos nossa atenção na pergunta: “quem é o culpado por isso?”. Mas há uma pergunta melhor a ser feita: “Como posso ver a ação de Deus nesta situação?”
Quando um homem cego, certa vez, veio até Jesus Cristo para ser curado, os discípulos do Mestre fizeram uma pergunta errada; “Jesus, de quem é a culpa de ele ser cego?”. Pergunta errada dá em respostas erradas.
O Salvador mostrou que não há como responder a ela. Não se procuram culpados, a não ser a causa geral, isto é, a imperfeição que permeia todo o mundo. O que Ele faz é responder a pergunta que eles não fizeram: “como pode ser vista a ação de Deus apesar disto?” E ele restaura a visão àquele homem.
Antes da resposta, procure a pergunta certa. Pela fé, você tem Alguém que direciona seu olhar para respostas que vão acabar sendo surpreendentes. Não importa a interrogação que a vida venha a colocar.


(P. Lucas André Albrecht)


Minuto Toque de VidaOuça, diariamente,às 6h55 e 18h40:
Mix Fm Poa 107.1
A vida cristã não é um eterno cobrar e cumprir leis, mas sim, um constante viver e crescer na Graça.