segunda-feira, abril 30, 2007

Carregados

O pai voltava para casa do supermercado com sua filha pequena. A certa altura,ela insistiu para levar uma das sacolas, mesmo tendo ele dito que ela não agüentaria.
- Filha, você acha que consegue?
- Claro, pai deixa que eu levo essa sacola até em casa – foi a resposta.

Aos poucos, como já esperado pelo pai, a pequena foi dando sinais de cansaço na caminhada, até que, por fim, pediu: “Pai, me leva no colo?”.
E o pedido foi atendido.

Ao chegar em casa, colocou a filha no chão, para abrir a porta. Então, voltando-se para ele, orgulhosa, a menina declarou:

-Viu, pai, eu disse que traria a sacola até em casa!

Ao superarmos uma dificuldade, sorrimos e pensamos: “venci mais uma!”. Nosso Pai, compreensivo e amoroso, também sorri, sabendo quem, de fato, deu força e sustentação.

Carregar nossos fardos diários pode ser uma tarefa muito pesada. Nossas forças vão faltando pelo caminho, até parecer que ele se tornou muito longo. Deus nos oferece força, auxílio e até Seu colo. Sem isso, podemos não ir muito longe.

Quando a sacola pesar, não largue - peça ajuda! Confie no único capaz de, se preciso até mesmo nos carregar nos braços até o fim.



PS: Esta história aconteceu com o colega capelão Ildo Schlender, de Santarém, PA.

sexta-feira, abril 27, 2007

Salmo 23

Um fim-de-semana cheio de pastos verdes e águas tranquilas pra você!

Mas se for também de vale de sombras, lembre-se do único que é capaz de conduzir você com segurança. Todos os dias.

Ouça:

Salmo 23

Imprescindível

Fonte da imagem

Imunidade. Você sabe o que é. Não a do Big Brother. Falo do nosso corpo.

O sistema imunológico natural atua em nosso organismo, nos livrando de muitas e boas.
Você nem pede - ao menos não conscientemente - e ele age. Enquanto você está vivo, ele não cansa de proteger seu completo e complexo aparelho humano. Graças ao sistema imunológico, você é curado sem saber. É restaurado sem notar. É mantido sem se dar conta.

Não dá pra ver a imunidade. Nem com microscópio. Tudo que se pode enxergar são células, tecidos, órgãos e o que mais a lente revelar. Mas pelo conjunto de fenômenos, sabemos que ela existe.

Em resumo:

"A imunidade é algo que não enxergamos. No entanto, é tão importante que não sobreviveríamos em ela", afirma um texto do curso de Medicina.

Agora, retire o artigo e troque o substantivo.
Deus.
O microscópio da razão não O enxerga. Mas o conjunto de fatos apreendido pela fé sabe que Ele existe. Agindo em todo o corpo. Em toda a vida.

Mantenha a fé. Sua razão pode não saber exatamente como. Mas o coração, sim. Não se sobrevive sem Ele. E se vive muito mais saudável com.

quinta-feira, abril 26, 2007

Pedido


Fonte da imagem.

Ricardo trabalhava numa loja de calçados e estava feliz com a venda daquele dia, um tênis dos mais caros. A comissão seria boa.
Entretanto algum tempo depois de o cliente ter ido embora, notou o grande erro: entregou um pé de cada número. Isso significaria dois pares perdidos. Um enorme prejuízo, que sobraria para ele pagar.

Estava há pouco tempo no trabalho e precisava muito. Mas sabia que não conseguiria pagar. Pensava em pedir demissão.

Meio desesperado, até, foi para os fundos da loja e pediu. "Pai, só tu podes me ajudar nessa". mas, mesmo tendo feito uma oração, sabe como é, a gente acha difícil que situações assim sejam revertidas.

Resolveu, no dia seguinte, ligar para o cliente, numa última tentativa de salvar o emprego. Atendeu o cliente, que disse: "que bom que você ligou. O tênis que comprei está com a sola soltando. Não sei o que fazer'.

Ricardo conteve-se para não gritar "eu sei!". Calmamente, solicitou: "Por favor, venha até nossa loja que eu faço a troca pra você".
No dia seguinte o rapaz apareceu, entregou o tênis 39, que estava estragado, e recebeu o outro pé 38.
O cliente foi pra casa feliz.
Ricardo foi pra casa empregado.
E agradecido.

Não inventei esta ilustração. Ela aconteceu, de fato.
E reforçou a certeza de nunca subestimar o poder de uma oração. Pois quem está do outro lado ouvindo, Deus, é o próprio Poder em pessoa.

Dispositivo móvel

Reencontrei no orkut um colega dos tempos de primeiro grau, o Vinícius. A auto-descrição dele diz:

Um dispositivo móvel construído com tecnologia baseada em DNA que se adapta facilmente ao meio ambiente, interpretando-o e modificando-o, capaz de se comunicar com outros dispositivos através de vários protocolos e extremamente curioso.

Achei muito legal, porque não é uma definição só dele, mas de todos os seres humanos. Somos criaturas tão espetaculares que não se esgotam os ângulos pelos quais podemos nos definir.

No contexto do Toque de Vida, eu apenas acrescentaria: "Conectado ao Servidor ".

E o Cara que criou esse dispositivo móvel é mesmo um gênio, não?

quarta-feira, abril 25, 2007

Toque


Fonte da imagem

Joguei futebol até tarde, ontem, como acontece em algumas terças. Logo, minha noite foi de sono meio agitado, acordando volta e meia. Sabe aquelas madrugadas, meio acordado, meio dormindo, em que começa a dar dor no braço esquerdo e você pensa que é infarto, ou formigamento e você pensa que é derrame? Essa mesma. Sei que parece meio trágico. Mas acontece.


Mas houve um momento em que fiquei diferente. Foi quando a Djenane, que tinha ido dormir mais cedo, estendeu a mão e me tocou, para saber se eu já tinha voltado. Notou que eu já estava ali do lado e, então, voltou a dormir.

E eu também.

Simples assim. Só um toque. Mas pra mim naquele momento foi profundamente comovente. Pensando no lado de quem estende a mão, esperando encontrar alguém ao lado, para sentir-se de certa forma, mais seguro. Pensando em quem recebe o toque, sentindo-se feliz por ser importante para alguém, por poder, com apenas um toque, transmitir algo de bom para alguém que se ama.

Na próxima vez em que você estiver relutante se deve ou não fazer aquele gesto na direção de outra pessoa, não hesite mais. Saiba que você pode, com um pequeno toque, fazer o dia - e a noite - de alguém completamente diferente. Inclusive o seu.

E vai deixar Alguém lá em cima ainda mais feliz. Transformar fé ação, segundo palavras Dele próprio, funciona assim: "Toda vez que você faz algo a uma de minhas criaturas, é pra Mim que está fazendo".

terça-feira, abril 24, 2007

Pouso

Fonte da imagem

"Viajar para a Inglaterra foi um grande passo para mim. Participei de um curso sobre medo de voar e agora conhecia bastante sobre aviões. Estávamos nos aproximando do Aeroporto Heathrow para a aterrissagem quando o avião, subitamente, arremeteu. E também pudemos em seguida ouvir o trem de pouso sendo recohido. Meu marido ficou tentando saber o que acontecera. Eu sabia que a aterrissagem havia sido abortada e então, calmamente sugeri que usássemos a oportunidade para olhar Londres de cima uma segunda vez.

Alguns meses atrás eu teria grudado as mãos na poltrona, e começaria a suar de medo. Mas agora eu já conseguia recostar-me e deixar os pilotos resolverem a situação. Confiei nas pessoas responsávels pelo meu bem-estar físico."

(Kathy Johnson)

Pra perder o medo, só aprendendo a confiar. No piloto, no médico, no motorista. No outro. A gente nem mesmo vem ao mundo direito se não puder confiar em profissionais competentes e preparados.

O mesmo vale para a alma. Tendo a Deus como piloto, temos Alguém de confiança. A viagem vai ser segura. Não necessariamente tranquila e sem obstáculos, mas sempre segura. Porque não importa quando ou como. Sabemos que vamos pousar em no lugar certo.

Ato heróico?

Para a psicóloga Sandra Dias, em entrevista ao Jornal Hoje, da Rede Globo, a chacina cometida pelo sul coreano na Universidade de Virgina Tech foi um "ato heróico".

Não sei em que mundo eu vivo, mas qualificar uma tragédia insana de ato heróico baseado apenas no gasto chavão do "modelo consumista" é querer brincar com a lógica. Quando é pobre, é porque é pobre oprimido. Quando é bem de vida e estuda em boa escola, é porque é rico querendo marcar seu espaço. E maldade, imperfeição, impulsos errados, ninguém tem náo, é?

O cara, além de ser humano e sujeito a erro, era um doente. Não adiante inventar.

Mas, bom, agora se eu resolver assaltar o Banco aqui perto, pelo menos já tenho uma boa desculpa.

E uma boa advogada. Digo, psicóloga.


A integra da entrevista, aqui
o video, aqui.

segunda-feira, abril 23, 2007

Disparos

Mensagem gravada em vídeo para o programa Toque de Vida, e que vai ao ar em maio.

Mas o leitor do Toque de Vida e os cadastrados no mailing do programa já conferem antes, em áudio.

É só clicar.

Disparos

sexta-feira, abril 20, 2007

busiest day so far

Em virtude da audiomensagem "empate?", o Toque de Vida tem hoje o seu maior número de visitas num só dia.

Obrigado a você!

Empate? - audiomensagem

Conta-se que um rapaz começou a andar com um composto de nitroglicerina amarrada ao pescoço, suspenso na altura do peito. Perguntado sobre o porquê, respondeu:"-Tenho um colega de serviço que sempre que conta uma piadinha, encosta o dedo no meu peito e fala: "entendeu essa, Zé?" Eu detesto o que ele faz...


Continua do áudio abaixo.

Empate?

quarta-feira, abril 18, 2007

Coisas boas - audiomensagem

Novidade no blog.
Mensagem em áudio gravada ontem no Gigantinho, antes do show do Evanescence, com imagens da câmera fotográfica.


Ouça aí e diga o que achou.


Coisas boas

Olhares


Estive com o primo Éderson ontem, no show do Evanescence, em Porto Alegre (com a força do Rodrigo Vidal, da Ulbra TV). Foi primeiro da turnê brasileira da banda, que toca ainda em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro, tudo esta semana.

Um show é um momento de olhares focados. Em geral no palco, de onde surgirão os astros da noite. Mas também na platéia, quando, por exemplo, passa ao nosso lado a ex BBB Fani, atraindo não só olhares do público como também lentes e abraços. Ou quando uma câmera está ligada, não só atraindo olhares como muitos dos presentes tentam tê-los atraídos para si.
Um show como o de ontem à noite mostra, principalmente, como milhares de seres humanos podem ter seus corações e mentes atraídos para um mesmo lugar, quando estão convencidos de que dali pode vir algo que alimente seu emocional, físico ou intelectual. Nem que seja por uma hora e meia. Para muitos significou até esperar dias do lado de fora e horas do lado de dentro.

Infelizmente muita coisa negativa tem atraído o olhar e alimentado o coração e a mente de muitos, especialmente jovens. Casos como o do estudante da Universidade Virginia Tech, nos EUA, ou a guerra civil do Rio da Janeiro atestam isso.

É nesta hora que temos uma boa resposta para dúvidas do tipo "vale a pena insistir constantemente em textos que falam sempre de paz, amor, justíça, fé?" Vale. Por que do outro lado, a insistência é diária. Minuto a minuto, dá pra arriscar afirmar. Espalhar boas notícias, nos principios, é ajudar um pouco a desviar olhares de alvos fúteis e atrair olhos para o Grande Amor. E esta é a maior boa notícia que podemos compartilhar com nosso mundo. Se nossos olhos se voltam para o astro certo, Deus, o desfecho é diferente de um show. A banda Evanescence deixou o Gigantinho logo depois da apresentação (até por questões de segurança), Deus faz questão de vir ao encontro. Por questão de segurança - a nossa.

Pra finalizar, Amy Lee capturou, na letra de seu primeiro sucesso, "Bring me to life", a essência do que Deus faz em nós. (No início, inclusive, o disco da banda era vendido em lojas cristãs. Amy e o ex-guitarrista, Ben Moody, se conheceram em uma acampamento de jovens cristãos). Abaixo, um trecho. Nessa hora, só há um Alguém para quem olhar.

"Acorde-me lá dentro,
chame meu nome e me salve das trevas.
faça meu sangue correr
antes que eu me desfaça
Salve-me do nada que me tornei"

"Fico congelada por dentro sem Seu toque, sem Seu amor.
Somente Você é a vida entre os mortos".

Novidade na programação


Não dá pra perder.

segunda-feira, abril 16, 2007

Virginia Tech

Fonte da imagem


Está na capa do mundo inteiro a tragédia da Universidade Virginia Tech, nos EUA. A CNN qualificou a chacina como "banho de sangue", e neste momento, enquanto o post é escrito, de "carnificina na sala de aula". O atirador, ainda não identificado, matou pelo menos 33 pessoas e depois cometeu suicídio (que o UOL, por engano, noticia com a redundância "suicida-se").


Li no Querido Leitor há pouco que já se especula sobre o crime ter sido "por amor". O cidadão vestido de escoteiro estava decepcionado com a namorada e a matou num dos prédios do alojamento, junto com alguém que por azar interveio. Depois, foi para outro edifício e seguiu com a matança. E concordo também com a Rosana, quando escreve que de amor isso não tem nada.

De fato, não tem. O único derramamento de sangue que foi por amor de fato, não foi o de uma chacina, foi o de uma crucificação, há 2000 anos. Os seres humanos não têm essa capacidade. Quando derramam sangue, é por ódio, loucura, ganância ou vazio de sentido. Nunca por amor.

Neste momento, só podemos pedir a Deus que o sangue derramado naquela cruz lave da memória assim que possível o sangue derramado em Blacksburg, Virginia, confortando famílias que, neste momento, precisam de muito dele, o Amor Verdadeiro.

Sinal amarelo


Fonte da imagem

O Sinal amarelo não é verde. Não é siga O Sinal amarelo não é vermelho. Não é pare. Eu aprendi que o sinal amarelo é "atenção". Claro, se é bem antes do cruzamento, a gente ja deve ir parando. Mas é basicamente um sinal de advertência. Ignorá-lo pode trazer consequencias não boas.

Existem luzes amarelas que se acendem em nosso dia a que nem sempre damos atenção. Elas aparecem de diversas formas, e servem para nos alertar de que algo ruim pode acontecer. Algumas a gente não enxerga mesmo, de depois vemos que nem havia como perceber. Mas o ruim é quando a luz da consciência indica que determinada atitude vai nos levar à colisão, à pancada, e fazemos de conta que é só com o carro de trás. Seguimos frente. Às vezes,a té pisamos mais fundo no acelerador. Depois, nos perguntamos porque o outroé que não tomou m ais cuidado ou porque não lembrarmos de fazer seguro.

Luzes amarelas servem para advertir. Deus coloca avisos também, em nossa vida, para lembrarmos de que, em determinados momentos, precisamos frear. Depois, quando virmos o perigo passar bem a nossa frente e nos deixando ilesos, vamos agradecer.

Vale a pena prestar atenção e parar, sim. A gente sempre arranca no sinal verde mais aliviado, recompensado por acertar, e procurando fazer o mesmo na poróxima esquina.

Para perder peso

Sempre úteis dicas como estas 20 do portal Terra.
Isso para o corpo.

Porque para a alma, você sabe, A dica certa é sempre a mesma: perdão. Dado e recebido.

sexta-feira, abril 13, 2007

Sexta-feira 13

Hoje é o dia perfeito para desculpar tudo o que der errado. Esquecer de encaminhar o pedido, finalizar a edição, deixar passar um mau serviço. Pra não tratar bem o outro, pra reclamar do chefe, pra explicar porque a unha quebrou. Pra entender porque as ações a bolsa despencaram ou porque justo hoje fui bater o carro.

Claro, hoje é sexta-feira 13. E de abril ainda, que é o mês quatro. E num ano de 2007, onde a soma dos algarismos resulta em 9, ou a subtração, pior, em 5. E, se pegarmos a data completa , 13.04.2007, temos 26, que é exatamente o dobro de 13. Pra completar: a primeira TPM aconteceu numa sexta 13.

Fez algum sentido o parágrafo anterior, pra você? Pra mim também não. São apenas brincadeiras com números. Assim como a data de hoje é uma brincadeira com um dia. Seria esperar demais da "conspiração do universo" que justamente e somente em sextas-feiras trezes, que acontecem esporadicamente, as coisas dessem errado. Para mim, por exemplo, houve segundas que foram péssimas. Tinha uma época que eu não gostava de sábados. Hoje em dia, 5° dia útil do mês sempre me lembra da tragédia que é levar 30 dias pra ganhar um salário e um ou dois dias pra gastar.

Jesus morreu em uma sexta-feira? Mas voltou a viver num domingo. As pessoas presentes na última ceia eram 13? Hoje, os frutos daquele grupo são milhões, bilhões ao redor do planeta. Passar pro baixo de uma escada dá azar? Fazer com desatenção, ser preguiçoso, não priorizar o mais importante e lamentar-se eternamente pode ser muito pior.

Para achar que um dia como o de hoje pode mesmo ter algo a ver, é preciso acreditar. Mas, se é pra ter fé, é melhor ir logo na Fonte. É melhor confiar em Quem criou o dia, ajustou as horas, organizou os números e principalmente, deu sentido a toda a nossa vida.

Hoje é sexta-feira 13? Agradeça a Deus por mais um dia. Siga em frente. Porque amanhã vai ser dia 14.

Mais um novo dia.

quarta-feira, abril 11, 2007

Coração dos mares

Para quem quiser conferir no You tube, taí o clipe da Banda Sãos e salvos que faz parte da programação do Toque de Vida.
Produção e direção do Paulinho Winterle.

leão

Fonte da imagem

A cena aconteceu hoje, pouco antes do início da reunião de Reitoria. O reitor Rubem Becker entrava na sala e alguém o chamou para comentar alguma coisa. Como às vezes acontece, quando a pessoa levou mais de 3 segundos para dizer o que queria, ele não teve lá tanta paciência para esperar e mandou uma frase no seu jeito característico:

-Vamos logo, que tem um leão vindo aí atrás de nós!

Este é um dos princípios que se nota logo nele. Seguir em frente, obstinadamente. Por que, se parar, sempre tem alguém vindo atrás para tentar devorar.

Qual é o leão que vem vindo atrás de você, neste momento? Ou quais? Às vezes são tantos que a gente até poderia pedir para fazerem fila - "Ô, pessoal, um de cada vez aí, pelo menos". O principal deles é "o que ruge procurando alguém pra devorar", com diz a Bíblia. O inimigo. Mas tem mais. São cobradores, caluniadores, ou até caçadores. São rugidos que assustam e passos que ameaçam. São dúvidas que não deixam dúvida: precisamos correr.

A escolha, então, é correr com ou sem companhia. E isso faz diferença, Porque uma coisa é seguir sozinho. Outra é ter ao lado alguém que é fera. Com um rugido de botar medo em onça, mas também com a suavidade de um bichinho de estimação. Aliás, estima é com ele mesmo. Mais que isso - amor de verdade. Presença. E força.

E uma dica que não falha é não parar. Pelo menos não pra lamentar. Não adianta, só facilita o trabalho de quem vem vindo. Continuar em frente é a melhor maneira de dar trabalho também a quem quer nos alcançar, atingir, derrubar. Porque uma hora eles também cansam. E aí, quem ruge por último, segue melhor.

segunda-feira, abril 09, 2007

Frase aleatórias

"O mal de muitos de nós é que preferimos ser arruinados pelo elogio a ser salvos pela crítica." (Norman Vincent)


"Amigo é quem te socorre, não quem tem pena de ti". (Thomas Fuller)


"Raros são os homens dotados de bastante caráter para se regozijarem com os sucessos de um amigo sem uma sombra de inveja". (Ésquilo)

domingo, abril 08, 2007

Cheio

O mundo constantemente nos enche de promessas. Mas vazias.
Na Páscoa, temos o vazio que nos deixa cheios de promessas de Deus.

A cruz vazia. Jesus morreu, mas não ficou nela.
O túmulo vazio. Jesus foi sepultado mas não ficou nele.

Ressucitou. Está vivo, para preencher o nosso ser.

Para que nosso coração fique vazio de tudo o que nos sufoca e se encha de tudo que nos alegra. E nos dá vida para sempre.

Feliz Páscoa!

sexta-feira, abril 06, 2007

Anteriormente

Este vídeo é bem legal. "Previoulsy" (anteriormente). Um assassinato é desvendado, só que de traz pra frente, "voltando a fita". Foi feito para um festival que pedia vídeos feitos em 48h. Não está longe de 1 milhão de acessos.



Sexta-feira santa, de certa forma, é isso. Para descobrirmos ou relembrarmos quem somos hoje, também precisamos rebobinar a fita até aquela morte. Numa cruz, perto de Jerusalém. E para aquele túmulo vazio na manhã de Páscoa. O que aconteceu lá atrás, faz tudo hoje ter mais sentido.

Com a diferença que, passando a fita pra frente, já antevemos um final feliz.

Up date: Para quem , como eu, ficou com vontade de ver o vídeo frente pra trás, pode acessar aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=sUtbOPLKzgc&mode=related&search=

quinta-feira, abril 05, 2007

Dinheiro Lavado na cruz

"De quanto preciso nesta Páscoa? Mil reais? Cinqüenta mil? Um milhão?

Aqueles que querem comprar um ovo com diamantes têm que desembolsar bastante. A tradicional loja londrina Harrod's colocou à venda um ovo de Páscoa com diamantes por R$ 4 milhões. Já os que pretendem comer o peixe que traz fortuna, não é pouca coisa. Um restaurante chinês pagou R$ 153 mil por um peixe-tigre dourado, símbolo de prosperidade e boa sorte na China. Alguns empresários não queriam ovos nem peixes, mas bilhões. Envolvidos na operação Ouro Verde, vão ter que se explicar com a Polícia Federal sobre a lavagem de dinheiro. Para os bandidos de Estância Velha alguns reais seriam suficientes, mas os pais do menino Guilherme Frezze dariam todo o dinheiro do mundo para ter de volta o seu filho de 4 anos, morto com um tiro na cabeça..."


Início do ótimo artigo do Pastor Marcos Schmidt, de Novo Hamburgo, RS.

A continuação você lê
aqui, no blog da comunidade São Paulo.

quarta-feira, abril 04, 2007

Páscoa: pensar

Cada um pensa de um jeito. Os controladores de vôo brasileiros pensam que fazer greve é o melhor meio de resolver sua situação. Romário só pensa em fazer o gol 1000. Muita gente ainda está pensando sobre o vencedor do BBB7. Nós, pensamos por estes dias em como vai ser esta Páscoa.

Modo de pensar. Todos temos um. Qual é o seu?

Na Bíblia, em Filipenses 2.5, lemos “tenham o modo de pensar de Jesus Cristo”. Isso pode fazer pensar em várias coisas, até em que Ele era perfeito, por isso, é impossível.

Mas nem tanto. Pense sobre estes dois aspectos. A humildade que Ele demonstrou. Era ninguém menos que Deus e estava ali, se sujeitando a ser cuspido, humilhado, passar por tudo de pior. E tudo isso porque tinha determinação, o outro destaque. O Mestre Jesus Cristo estava determinado a cumprir seu propósito. Ele tinha um projeto: amar incondionalmente cada ser humano. Dar sua vida por eles. E voltar a viver na manhã de Páscoa, para vencer a morte.

Qual é o seu modo de pensar?

Pode ser que Páscoa esteja aí justamente para ajudar nisso: pensar sobre o seu modo de pensar. Reafirmar algumas coisas, e talvez mudar outras. E o modo de pensar de Jesus Cristo é o instrumento certo para isso. A humildade e determinação com que Ele fez sua obra, estão ao nosso alcance, pela fé nele. Mesmo que haja dificuldades no caminho - no Dele, esteve uma cruz. Depois da Sexta-feira Santa veio a manhã Páscoa. Depois do inverno, sempre vem a primavera. Jesus não só pensou em morrer para pagar nossos erros e ressuscitar para nos dar vida. Ele foi e fez. Pensou e agiu.

Páscoa. Uma data que pode, sim, ser momento para pensar sobre nosso modo de pensar. E também para agir, se for hora de mudar, sem acomodação. Quando a mudança é pra melhor, é sempre uma boa idéia sobre a qual vale a pena pensar.
Pense nisso.

Feliz Páscoa!

terça-feira, abril 03, 2007

Cimballuz

Para quem é fã deste grupo, presença sempre certa no Toque de Vida, taí uma das faixas do DVD Acústico ao vivo. É a primeira, "Exultantes de adoramos".

Grande Irmão

Um dos assuntos mais comentados nessa Semana Santa é, sem dúvida, o final do martírio dos "heróis" do big brother Brasil, nesta terça-feira, 03.04. Mas não quero fazer queixas ou comentar os defeitos, que todos sabemos que são muitos. Quero fazer um paralelo.

Jà sabemos, big brother quer dizer "grande irmão". A semana em que estamos é a época em que lembramos o auge da vida do nosso Grande Irmão: Sua morte. Ele não enfrentou um paredão - de repente até seria menos pior, tanto o literal, que duraria alguns segundos, como o fictício, algumas ligações. O real, o Dele, foram 6 horas agonizando em uma cruz. E parou lá com duas ou três ligações. Quer dizer, perguntas, do governador romano: “o que eu faço com Jesus?”. O povo respondeu: "Pode mandar pregar".

As intrigas e fofocas, ingrediente nunca ausente do show televisivo, não faltaram também naqueles dias. Teve quem virou casaca, virou negador, virou traidor. E a boataria também corria solta. "Será que é Elias?" "É um charlatão?" "Vai ficar com Maria Madalena?"

Mas o auge do Grande Irmão, Jesus Cristo, não foi a morte apenas. A Sexta-feira fica completa com o Domingo, com a vida. A vitória sobre a morte e a conquista do prêmio que não tem preço. E vale uma vida inteira e eterna.

Para finalizar, o big brother de hoje, amanhã já começa a ficar velho. A notícia vai se perder. Daqui a um ano, mal vamos lembrar do que aconteceu. A notícia da conquista do Grande Irmão em Jerusalém, entretanto, continua atual. Tão viva hoje como vivo está o herói da Páscoa.

O Grande Irmão da Semana Santa não é alemão. Mas enfrentou tudo para falar a língua que todos entendem: Amor. E Vida.

segunda-feira, abril 02, 2007

Integridade

Ninguém esperava que ele fizesse isso. Já estava com a equipe há bastante tempo e parecia fiel a ela. Fizeram muita coisa juntos. Uniram-se pra várias parcerias. Recebeu espaço para exercer seu talento, tinha seu espaço, tinha funções até no "financeiro", também necessário para a sobrevivência.

De repente, praticamente na calada da noite, estava do outro lado. Vendeu-se, a peso de prata. Juntou-se a quem antes criticava. Mas não ficou contente só com isso. Voltou-se para tentar destruir o lado de onde veio. Atacou o líder e tentou dispersar o grupo dele. Quem sabe não ofereceu dinheiro e vantagens para alguns? Não sabemos. Mas conseguiu seu intento. Desmanchou a equipe.

Só que por pouco tempo. Não durou, eu diria, nem um mês. Após um período de (aparente) baixa, o Líder, voltou triunfante. Em 40 dias, conseguiu fazer com que sua equipe "juntasse os pedaços" e voltasse à ativa, com força total. Quer dizer, maior. Sob a inspiração do Mestre, passaram a comunicar-se de uma maneira nunca antes vista. E fizeram daquele o grupo de maior impacto na história mundial.

Este é um resumo da história de traição de Judas, o momento difícil de Jesus e seus discípulos e a Sua vitória triunfal, que lembramos nesta Semana Santa. E também o posterior crescimento espantoso daquele grupo que não era uma empresa de comunicação, mas se conectou a seus ouvintes de tal forma que nunca se viu nada igual. Uma rede que funciona em todo o mundo.

Mudanças de lado assim, acontecem toda hora, querendo ou não. É o ser humano e suas contradições, que não nos surpreendem, mas podem nos abater.

A história da Semana Santa, especialmente da Páscoa, nos lembra também que não importa o quanto pareça que vender-se dá certo. É Ele que sempre está com as rédeas, as cartas do jogo, as placas do caminho. É Ele quem nos aponta o sucesso verdadeiro - a paz de consciência, construir com integridade. Respeito e consideração.

Quanto a Judas? Todos sabemos como ele acabou.

domingo, abril 01, 2007

Vaidade

Cuidado com a altura dos sapatos que te oferecem.
Eles podem dificultar a passagem por portas importantes.