quinta-feira, janeiro 28, 2010

Sobre mais um fóssil

Matérias em diversos órgãos de imprensa divulgam a descoberta de mais um fóssil feita por equipes de pesquisa da Ulbra.

Sendo uma casa do saber, a Ulbra sempre incentiva e respeita a pequisa e o conhecimento.

Sendo, por outro lado, também uma casa confessional, que tem na Bíblia sua fonte de fé e vida, não pode deixar de ressaltar que o texto sagrado pode oferecer diversos contrapontos a determinadas teorias. Idade da Terra, por exemplo.

Como já publicado aqui no Toque de Vida em 2006, por ocasião do
anúncio do Ulbra PVT 016:

"Esta é a crença científica corrente, até novas descobertas serem feitas. Então, mais história será mudada, e nada mais será como antes.

O relato bíblico da criação e também passagens posteriores não conhecem um período tão longo de existência da Terra, que, só aqui, chega a 200 milhões de anos. Mas há quem pense diferente e, neste caso, todas as inferências realizadas em torno do texto sagrado partem da premissa de que ele não é um livro de ciências, de que não é exaustivo em seus detalhes ou que deve ser interpretado de maneira figurada.

Entretanto para o teólogo, familiarizado com o texto em si, histórica e gramaticalmente, sabe que isso não é possível. O exegeta sabe das possibilidades que tem diante de si, mas tambem dos limites ao lidar com um exemplar que jamais vai para a lixeira.

Por isso, continua a antiga e saudável relação de respeito entre descoberta e revelação. Onde se encontram, se abraçam. Onde divergem, se observam. E sempre falando daquilo em que acreditam."


A Pastoral da Ulbra reafirma seu respeito à liberdade de opiniões e crenças - também na área científica. E reafirma também que, do ponto de vista bíblico-confessional, a Universidade sempre tem o compromisso de permanecer primeiramente com a Palavra que é de Deus. Então, incentivar as descobertas que são dos homens.

quinta-feira, janeiro 21, 2010

Promessas

“O garoto perguntou ao pai:
-Papai, qual é a sua promessa para o Ano Novo?
O pai respondeu:
-Fazer sua mãe o mais feliz que eu conseguir.
Então foi até à mãe e perguntou igualmente:
-E sua promessa de ano novo, mamãe, qual é?
-Cuidar que seu pai cumpra a dele.”

(fonte da ilustração)

Quanto mais cumprimos promessas, mais temos condições de fazê-las. E não o contrário.


“Entrega o teu caminho ao Senhor confia Nele e o mais, Ele fará”
(Salmo 37.5)

quarta-feira, janeiro 20, 2010

Sobre o Esporte Clube

A Ulbra tem ou não tem um time de futebol?
Ainda nota-se uma certa confusão entre o antigo clube pertecente à Ulbra, o Sport Club Ulbra, e a nova equipe, Universidade Esporte Clube.
Para tentar ajudar a esclarecer, alguma informações reunidas pelo blog:


Maio, 2009 - A Ulbra anuncia o fechamento do S.C. Ulbra por tempo indeterminado. Matéria do ClicRBS.


Novembro, 2009 - Surge o "Universidade Sport Club" (USC), que tem novos conselheiros, novo presidente - Gilson Alves (Gilson "Mão de Pilão). Um release do USC, reproduzido aqui, e repercutido também aqui, informa:

"Universidade Sport Club de Canoas(RS)
Universidade Sport Club é o novo nome do Sport Club Ulbra. Com a mudança do nome e a colocação de dourado nas cores da agremiação, que agora tem o dourado além do branco, do azul e do vermelho, um novo distintivo foi criado e apresentado oficialmente na manhã desta sexta-feira(04/12/09). A criação foi do publicitário César Luciano Reginatto, a partir das idéias sugeridas pelo Presidente do clube, Gilson Alves, e do gerente de esportes do clube Fabrício Marin.
Fonte: Assessoria de Imprensa USC.
Obs.: As letras HRH significam Honra, Respeito e Humildade."


Uma explicação adicional é dada por Roselio Luis Basei nesta página:

"O Sport Club Ulbra tem nova diretoria, novo nome, irá disputar o Gauchão, mas não terá o apoio da Reitoria da Universidade Luterana do Brasil,. São várias as novidades no futebol da Ulbra. O ex-reitor da universidade, Rubem Becker, renunciou ao cargo de presidente do clube junto com o seu vice, Leandro Becker, e com todos os 20 conselheiros. Em seus lugares, no dia 23 (sexta-feira, assumiram 20 novos conselheiros, que elegeram o jogador de vôlei Gílson, o Gílson Mão-de-Pilão, como novo presidente. O vice-presidente de Gílson é o investidor francês Cristopher, que está viabilizando a participação da Ulbra no Gauchão. O time de Canoas também tem um novo nome e passa a ser chamado de Universidade Sport Club. A nova Reitoria da Ulbra, no entanto, manifesta-se contrária a participação da equipe e não deverá participar da gestão e nem mesmo deverá ceder a estrutura do Complexo Esportivo para o time. Com isto, o time da Universidade está confirmado no Gauchão, mas ainda não tem local definido para mandar os seus jogos. O técnico e alguns jogadores já estão contratados. O carioca Nelson Rodrigues, ex-técnico da Seleção Brasileira Sub-20 e ex-técnico dos juniores do Internacional já está em Canoas e irá treinar a Universidade no Gauchão 2010."


O CGC, no entanto, continua o mesmo, fato que gera alguma confusão. Segundo algumas opiniões, poderia também gerar problemas financeiros para o USC.


Dezembro 2009, início de 2010 - Ulbra e Inter iniciam tratativas para contrato de aluguel, no qual o Internacional passará a utilizar o Complexo esportivo para o Inter B e categorias de Base. Matéria do Jornal NH.

No mesmo período, a Ulbra acerta contrato de Aluguel do complexo esportivo para que o USC mande seus jogos em Canoas. Matéria de ZH on-line.

Devido a um problema de transferência, que não foi realizada pelo fato de USC demorar para definir sua localização (Canoas, Porto alegre...) e oficializar isso junto à FGF, a Federação manteve o nome "Ulbra" na divulgação da tabela. Matéria do Jornal VS.


Resumindo: A Ulbra não tem mais time de futebol profissional. Ele foi repassado e renomeado como "Universidade Sport Club". Foi criado novo distintivo e adicionado o dourado às cores azul, vermelho e branco. A nova equipe assumiu a vaga do ex-SCUlbra no Gauchão 2010.


Nota do editor: correções e acréscimos, caso alguma informação não esteja precisa, são bem-vindos.

Comentário do editor: Para empresas como a Rede Globo, que chamavam o Sport Club Ulbra de "Canoas" (equivalente a chamar Grêmio ou Internacional de "Porto Alegre'), a mudança vem a calhar. Agora podem chamar o time de 'Universidade' ou escolher o nome genérico que preferirem sem, com isso, faltarem com a verdade.

terça-feira, janeiro 19, 2010

“Tem gente que é contra a guerra entre Palestina e Israel, mas briga há 12 anos com um vizinho por uma vaga de garagem”.

(www.twitter.com/ocriador)

Perguntas, respostas

“Quando achamos que encontramos as respostas, a vida muda as perguntas”. A frase é bastante conhecida e, ao que parece, um estimulo a sempre estarmos preparados para o imponderável.

Mas, na vida diária, às vezes se encontra outra versão: “Quando descobri todas as perguntas, mudaram as respostas”.

Aí estamos falando de quem não mantem a palavra. Aqueles que não subsistem diante de perguntas bem feitas. Pessoas que mudam a versão dos fatos para ajustá-los à sua percepção. Ou então à necessidade de fugir do evidente, do correto, verdadeiro.

Mudar as respostas é recurso que usamos algumas vezes quando perguntas nos confrontam com conseqüências de atitudes.

As respostas de Deus para nossa vida não mudam nunca. O que Ele prometeu, sempre se cumpre. Ou vai ser cumprido. Não importa se passamos por um deslizamento, enchente, tragédia. Também quando vivemos momentos de alegria, euforia, gratidão. Jesus Cristo é a prova viva, morta e viva novamente de que cada uma de suas palavras necessariamente acontecem como Ele desenhou.

Já as nossas perguntas nem sempre encontram respostas. Quer dizer, nem tudo que nossa mente imperfeita consegue formular encontra a resposta que nossa limitação consegue aceitar. O importante, por isso, é viver em fé constante e diária nas promessas Daquele que não falha. Isso não quer dizer que não podemos fazer perguntas – desde que estejamos prontos para as respostas que se vai ter, e para as que, por enquanto, não vamos encontrar.

Perguntas, respostas, promessas. Quando são as de Deus, nunca vamos querer fugir das conseqüências.

segunda-feira, janeiro 18, 2010

Copa em Canoas

Opinião de Luiz Felipe Scolari sobre as condições que a Ulbra oferece para fazer de Canoas subsede da copa do mundo em 2014.

Confira o video:


object classid="clsid:d27cdb6e-ae6d-11cf-96b8-444553540000" width="400" height="376" codebase="http://download.macromedia.com/pub/shockwave/cabs/flash/swflash.cab#version=6,0,40,0">





http://wp.clicrbs.com.br/mariomarcos/2010/01/18/felipao-quer-a-copa-tambem-em-canoas/?topo=13,1,1


"Canoas, na minha opinião, tem na Ulbra como um centro de treinamento que oferece as melhores condições a qualquer seleção. Tem tudo o que um técnico gostaria de ter."
Felipão

sexta-feira, janeiro 15, 2010

Seleção

Empresas como a Igepro, que pude conhecer um pouco mais de perto, fazem recrutamento e seleção para outras empresas. A idéia é preencher vagas e expectativas selecionando e enviando candidatos qualificados para as vagas disponíveis. Testes são aplicados e entrevistas são feitas para que, dentro do possível, os melhores perfis sejam selecionados e encaminhados.

Quando se trata de mercado e profissionalismo, não tem outro jeito. O recrutamento precisa buscar as melhores pessoas com as melhores qualificações para as melhores vagas.

Felizmente não é assim quando se trata da fé. Deus tem, de fato, as melhores vagas do mundo - a de filhos. Mas se Ele fosse chamar somente os melhores, mais bem qualificados, mais capazes... elas ficariam em aberto eternamente. “Não há sobre a Terra quem faça o bem e não erre”, diz a Bíblia. O que enfatiza nossa total dependência. Pelos nossos méritos, nunca chegaríamos a preencher os requisitos que Ele tem.

É por isso que precisamos da Pessoa certa no lugar certo. Jesus Cristo presente em nosso coração nos torna capazes de, em fé, agradar a Deus. Quando a vaga do nosso coração está preenchida, então também nossa vida fica cheia de capacidade, conhecimento, vontade de fazer. O processo, portanto, é inverso. Ele não seleciona pela capacidade, mas dá capacidade aos que seleciona. Todos, diante Dele, estamos de mãos vazias, para então recebermos mais até do que podemos compreender...

É pela fé, portanto, que podemos estar certos: a vaga já é nossa.

Coral excepcional.

A música talvez não seja, depende do gosto. Mas a perfomance e a mensagem... excepcionais!

Zero à esquerda

Mais uma edição do Toque de Vida disponível no Youtube.

quarta-feira, janeiro 13, 2010

Fundamento

Walter e Ana foram nossos afilhados de casamento. Walter formou-se em Teologia e foi trabalhar como missionário no Caribe. Pouco tempo depois, ele e Ana se casaram. Estavam juntos há 2 anos num país da América Central, que foi atingido pelo terremoto da noite passada.

Mas não é o Haiti, e sim, o país vizinho, República Dominicana. Na mesma ilha.

Escreve o colega Walter Ries Jr: “Aqui na Republica Dominicana não afetou tão forte. Mas foi a primeira vez que senti a terra tremendo debaixo dos meus pés (Eu estava na rua, quando senti parecia que eu estava tonto e quando olhei para o meu carro que estava estacionado, vi que ele tremia de um lado para outro). Estamos muito preocupados porque temos muitas famílias de Haitianos trabalhando aqui e eles não conseguem contatos com os seus familiares em Haiti. À noite tinha um alerta vermelho sobre um possível tsunami, mas há poucas horas foi retirado. Estamos bem, não afetou nada aqui na Republica, só o susto e o terremoto mais suave.”

O que para nós é alívio, saber que os amigos estão bem, para milhares de pessoas, as noticias não horríveis. A primeira frase do email dele foi: “A situação no Haiti é muito feia”. Desde Zilda Arns e os outros 11 brasileiros já confirmados, até os 100.000 mortos, numero parcial já confirmado pelo primeiro ministro do país, famílias e amigos choram a perda e a dor.

Perguntar os ‘por quês’, nestas horas, é até um direito humano, mas dificilmente levará a alguma resposta alentadora. Talvez o melhor sejam duas outras ações, mais importantes e úteis. Uma delas menciona Walter: “pedimos oração pelo povo haitiano”. A outra, ajudar no que for possível, como dezenas de nações e entidades do mundo inteiro estão fazendo.

Principalmente, pedir que Ele mantenha sempre firme a nossa fé. Crer em Deus não garante emprego, saúde, família ou dinheiro sempre. Mas garante sempre o que ninguém pode dar quando todos eles falharem.

segunda-feira, janeiro 11, 2010

Vermelho e verde

Ele pode ser um estorvo ou motivo de irritação se está fechado. Mas quando aberto, é também garantia de certo grau de segurança nas travessias pelas vias das cidades movimentadas.

Falo do semáforo. Ou sinaleira, como os gaúchos chamam. Farol. Enfim, o conjunto de luzes verde e vermelha, acompanhadas da amarela, suspensas sobre cruzamentos, orientando o tráfego, advertindo, sinalizando. Evitando o caos.

Assim é a Palavra de Deus. Tem os sinais vermelhos e também os verdes. Tem orientação, advertência e sinalização. Segurança. E também evita o caos

O vermelho até pode nos irritar, porque costumamos pensar que está lá apenas ‘proibindo o melhor da vida’. Mas, ao contrário, nos mostra exatamente o que é melhor para melhor viver. Se preferirmos não respeitar, o risco segue por nossa conta. Sem falar no estrago que podemos causar em outras vidas.

O verde é segurança para seguir. Orientação para viver. E diferente do tráfego rodoviário, onde sempre há alguém que pode não respeitá-lo, este sinal verde é confiável sempre. Pois nada nem ninguém vai nos tirar do caminho - a não ser nós mesmos, se preferirmos outra via. Em Jesus Cristo temos caminho, verdade e a vida. Três sinais de que estamos na estrada certa.

Sinal claro e visível de que podemos confiar.

quarta-feira, janeiro 06, 2010

"Podemos aceitar o pós-moderno. Mas não podemos nos curvar ao pós-humano".

(Astomiro Romais)

sábado, janeiro 02, 2010

Novo ano

"Se o futuro te assusta
se o passado te faz sofrer
O presente certo é Cristo
a certeza que preenche o ser'.