quarta-feira, outubro 31, 2007

Sobre responsabilidade

Se eu soubesse que o mundo acabaria amanhã, plantaria uma árvore hoje.”

Reforma

Quando você vai reformar alguma coisa – na sua casa, por exemplo – qual o procedimento?
_Destrói tudo e recomeça do zero?
_Mantém o que está bom e trabalha naquilo que precisa de melhorias?
Imagino que a segunda seja a opção mais votada. Caso contrário, não temos reforma, mas sim, reconstrução.

O mundo protestante celebra hoje, 31 de outubro, 490 anos da Reforma. Ela foi liderada por Martinho Lutero e às vezes, é mal compreendida.
_Para alguns, Lutero queria era fundar uma nova Igreja.
_Para outros, criou uma nova igreja pra poder casar, já que era monge.
_Pode ser ouvido também que os reformadores queriam uma revolução social, ou acabar com a ordem estabelecida.

Mas a melhor maneira de compreender o que foi este movimento que mudou para sempre o mundo está resumido no nome pelo qual é conhecido: reforma. Apesar de vários fatores (sociais, políticos, econômicos, entre outros) terem contribuído para que ele ganhasse força, o principal, indiscutivelmente, foi teológico. Voltando aos ensinos dos primeiros cristãos, os reformadores queriam manter o que era correto – fé em Jesus Cristo, Trindade, Igreja Cristã, Bíblia como palavra de Deus, para citar alguns exemplos - mas reformar o que era necessário – como acabar com a venda de perdão dos pecados

Lutero não fez nada sozinho. Não era um santo, não é beatificado pelos luteranos. Cometeu seus erros e equívocos com qualquer um. Mas foi um homem, sem dúvida genial, que colocou seus dons a serviço do Evangelho, pela restauração da verdade. Mesmo que isso implicasse confronto e profundas mudanças.

Mas Reforma, além de um movimento é também um estilo de vida, eu poderia colocar assim. Pois o ideal dos protestantes é um bom roteiro diário para qualquer pessoa. avaliação constante do que está bom, para seguir firme naquilo que não pode ser mudado – os princípios e ensinamentos bíblicos. Mas reformar constantemente aquilo que vai saindo do trilho, que se perde, ou que se começa a afastar do caminho certo. Neste sentido, é possível dizer que, sempre que nos comprometemos a esta Reforma permanente em nossa vida, comemoramos a reforma a cada nova semana.

E, deste modo, acabamos no fundo todos sendo luteranos. Ainda que não de nome, mas de prática e estilo de vida.

Lutero


Para ter uma boa idéia do início da Reforma protestante, que hoje completa hoje 490 anos, a melhor sugestão é o filme "Lutero"
Rebelde. Gênio. Libertador.

Vale a pena. Retrato fiel de um dos maiores movimentos e de um dos grandes gênios da história da humanidade.


Trailer (em inglés).

490 anos


O fato mais importante do dia é a lembrança da Reforma Protestante, liderada pelo gênio Martinho Lutero, uma das 3 figuras mais importantes do milênio.

O marco de início foi em 31 de outubro, véspera do dia de todos os santos, dia em que ele afixou na porta da Igreja de Wittenberg, Alemanha, suas 95 teses contra a venda do perdão de pecados.

Já quanto ao Halloween, vem da forma abreviada "All hallows' even," de "All holy ones' evening", que significa: véspera do "Dia de Todos os Santos", no dia 31 de outubro, nos países anglo-saxônicos. Por séculos a Igreja Cristã celebra o festival em memória e agradecimento por todos os santos, que são as pessoas que que deixaram esse mundo na fé em Jesus Cristo.


No Brasil esse dia é celebrado em 2 de novembro.

Quanto foi que as bruxas entraram nessa, aí já não sei.

terça-feira, outubro 30, 2007

Frase

“Você erra 100 por cento das tentativas que nunca faz.”

Wayne Gretzky

com um clique

Houve um dia em que alguém me ensinou a utilizar uma ferramenta mágica no computador. Foi uma grande descoberta e um grande auxílio. O pincel.

Está ali, na barra de ferramentas. Você seleciona um conteúdo, e ai clica no pincel. Então, clicando sobre qualquer outro bloco de texto, ele recebe exatamente a mesma formatação. Tamanho e tipo de fonte, negrito ou itálico, recuo de parágrafo. Exatamente o mesmo. Embora o conteúdo seja diferente entre uma seção e outra, ambos têm a mesma formatação. Com um toque, apenas.

Uma ótima ilustração para a fé. Todos temos conteúdo diferente, jeitos diferentes, maneiras de ver o mundo que não são exatamente iguais. Mas quando selecionados e clicados pelo ‘pincel’ da fé, todos somos iguais: filhos de Deus. A partir do momento que Jesus Cristo passa a ser realidade dentro do nosso coração, temos exatamente este tamanho formatação, destaque. Formato, de todas as demais pessoas que também crêem, em qualquer lugar do mundo. Chamamos a Deus de Pai, podemos nos dirigir a Ele sem precisar de intermediários, Contamos Seu auxílio para o que for. E também ouvimos dele as repreensões nas horas necessárias.

A única maneira de se perder isso é clicar em ‘voltar’. Mas Deus, tenho certeza, não está nem um pouco interessado nesta opção. Por Ele, vamos viver pra sempre este formato de vida, cheia de felicidade e de propósito, E também servindo de fonte para que Jesus Cristo também nos selecione e nos use para formatar tantas outras vidas que, digitadas a esmo, parecem esperar apenas o clique que os enviará à lixeira. Hoje mesmo ainda é tempo de sermos ‘pincel’ deste Amor ilimitado e gratuito.

Selecione alguém especial. Clique. Compartilhe. A mudança pode não vir em um passe de mágica. Mas será sempre um toque de Vida.

segunda-feira, outubro 29, 2007

jeito de olhar

Interpretar da melhor maneira, em quase todos os casos, traz sempre a melhor maneira de lidar com a situação.

Interpretação

-Você viu a Lúcia, quando passamos por ela? – uma comentou com a outra
-Não, não vi, O que foi? – disse a segunda.
-Você disse ‘oi’ e ela fez uma cara... Mal respondeu.
-É mesmo? Cara de quê?
-Sei lá, de qualquer coisa. Mas eu já notei ultimamente que é bem do tipinho dela fazer dessas coisas.
-Nem ao menos um sorriso, né?...
-É verdade... Ai, que raiva que me dá. Detesto gente antipática.

Mais tarde, as duas convidaram Adriana para saírem após o trabalho
-Obrigado, meninas, mas não vai dar. Vou ao hospital.
-Ué? Você está doente?
-Não, não é isso. Vou dar uma força pra Lúcia.
-pra Lúcia? O que houve?
-O marido dela sofreu um acidente e ela está passando todas as noites no quarto. Talvez vocês até já tenham notado, a cara dela não anda muito boa nos últimos dias...

Você já reparou como às vezes nos julgamos o centro da vida de outras pessoas? É só alguém fazer uma cara feia, triste, desinteressada ou rir que já achamos que é conosco. Olhou pra mim de longe e sorriu, ta tirando sarro. Olhou com cara diferente, está com algo contra mim. Olhou dum jeito que não gostei, é porque não está gostando de mim.

Parece até que a única coisa que os outros têm com que se preocupar o dia inteiro é com a nossa vida.

Minha estatística pessoal - só da experiência mesmo - é que de cada 10 situações de desgaste por causa ‘da cara que o outro fez’ ou ‘do jeito que o outro se portou’, no mínimo 5 poderiam ser evitadas utilizando apenas uma regra: interpretar tudo da melhor maneira. Ela enumera várias possibilidades antes de acharmos que é pessoal o negócio. “Ela não está num bom dia”. “Deve estar sendo uma semana difícil”. “Vai ver é alguém solitário, que não tem com quem partilhar seu dia”. “Provavelmente não dormiu direito noite passada”. “Pode ser momentâneo, daqui a pouco passa”

Ou simplesmente, “sou mesmo tão importante assim a ponto de ele/a passar o dia pensando em como me desagradar”?

Acho que vale a pena, não? Se minha estatística estiver certa, pelo menos 50% dos problemas cotidianos terão sido evitados. Metade do tempo gasto com preocupações inúteis poderá ser revertido para atitudes produtivas. Muito do tempo empregado em franzir a testa poderá ser transformado em colocar um sorriso nos lábios, idéias na cabeça, alegria no coração. Fé em prática.

Deve ser essa uma das ênfases de Deus, ao dizer, no Novo Testamento, “aproveitem bem o tempo, pois os dias são maus”. O ser humano, com sua imperfeição, consegue acabar com um dia. Inteiro. Mas Jesus Cristo, com seu amor, consegue transformar nosso dia, nossa semana, nossa vida, para sabermos aproveitar o tempo com o que realmente vale a pena.

Interpretar da melhor maneira, em quase todos os casos, traz sempre a melhor maneira de lidar com a situação. E é um dos melhores anti-estresse e anti-rugas que existem.

sábado, outubro 27, 2007

Acessos


Ultrapassamos 20 mil visitantes esta semana. Nâo é muito. Mas pra gente, vale muito!

Obrigado a você,

sexta-feira, outubro 26, 2007

Quando tirar a vida?


Fonte da imagem

O governador Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, em entrevista, determinou quando é a melhor hora de tirar certas vidas humanas: dentro do útero materno. Pois, se evoluir e sair dele, e isto acontecer em uma região pobre, estes pequenos vão crescer, ficar violentos e tirar outras vidas, de quem já conseguiu escapar do útero de sua mãe.

Parece ter virado rotina no Brasil. Quem paga pela demora do poder público em gerar soluções sociais, são os mais fracos. Não bastasse nós, que já estaamos aqui fora, agora parece que o preço também deveria ser cobrado de quem nem ainda conseguiu vir à luz.

Não vou entrar no mérito se "rico é que gosta de probreza, pobre gosta de luxo", se o líder da Rocinha não viu nada demais nestas declarações. Neste caso, considerações sociológicas estão em segundo plano. As biológicas vêm em primeiro lugar.

Várias perguntas poderiam ser feitas ao Sr. Cabral:
_Quando ele acredita que a vida começa? Pois objetiva e cientificamente, só existe um critério: a concepção. Qualquer outra data é posição pessoal e subjetiva. E por isso mesmo, existem muitas.
_Dado este fato, e já que abortos clandestinos fazem mal às mães, poderia ser dada a elas a opção de deixar nascer a criança e então matá-la? Eis que ambos são o mesmo caso - interromper uma vida.
_Basado nesta afirmativa, ele seria também a favor da pena de morte, eis que também existe para eliminar maus elementos da sociedade?
_Já existe algum estudo do genoma humano que comprove que pobres nascem com o gene da violência?

Mas uma é a mais importante: Quando temos o direito de tirar a vida? Quando ela é uma célula microscópica, que mal se enxerga - e portanto, o que os olhos não vêem, o coração não acusa - ou quando ela já está desenvolvida, com braços, pernas, coração e título de eleitor?

Neste caso, o governador poderia, a exemplo do rei Herodes, na Bíblia, convocar a policia e passar a tiro boa parte dos infantes das favelas. Parece que o resultado é o que importa - resultado que o poder público busca e tem tanta dificuldade em alcançar.

Não tenho nada em si contra a pessoa de Sérgio Cabral, o partido ou o Estado que governa. Mas contra palavras ditas de maneira tão leviana e irresponsável, serei contrário até o fim da vida - que, graças a Deus, para mim não aconteceu no útero de minha mãe.

PLucas.

quinta-feira, outubro 25, 2007

crianças

Josh Barber estava com fome e, por causa disso,.resolveu pegar as chaves do carro e sair para comer alguma coisa.

Uma notícia que não tem nada de mais, à primeira vista.
A não ser pelo fato de que Josh é um americano de seis anos de idade.

E ele não é um daqueles ‘pestinhas’, não. È um bom menino. Ele sabia que seu pai estava no trabalho, sua mãe no hospital e sua avó dormindo, por trabalhar à noite. Já que uma vez tinha dirigido seu carrinho elétrico pela vizinhança, não pensou duas vezes ao pegar as chaves do carro da avó. Tirou a cadeira de criança do banco de trás e colocou no assento do motorista. Engatou a ré no cambio automático e acelerou. Acabou parando na caixa de luz da casa vizinha.


Então entrou correndo em casa, gritando, “vovó, eu estava dirigindo seu carro e acertei alguma coisa!”

A história acabou com a avó agradecendo a Deus pela preservação da vida do garoto, e com uma promessa dele aos policiais de que “não iria mais dirigir”.

Garanto, muitas vezes somos como Josh. Pensamos que somos ‘grandes’ ou espertos o suficientes para dirigir as coisas do nosso jeito. Não queremos ‘incomodar deus’, já que Ele deve estar muito ocupado. Ou quem sabe, dormindo. E tentamos acertar sozinhos.
Até que acertamos o que não ao deveríamos, ou causamos um dano maior à nossa vida ou de alguém. Boa parte dos problemas da humanidade acontecem porque ela insiste em pensar que não precisa de ajuda.

Felizmente nosso Pai conhece o pensamento de seus filhos. E mais, conhece nossa necessidade. Especialmente de um Salvador, um ajudador, alguém presente sempre como Jesus Cristo pode ser. A escolha acertada, pois, com amor, Ele nos ensina a confiamos plenamente em sua orientação e cuidado. Para sabermos confiar que é Ele quem nos dá maturidade e capacidade para as decisões de nossa vida, especialmente as mais difíceis.
Quando ‘acertar alguma coisa’ por aí, não tenha medo se ser como uma criança. Peça o auxílio daquele que pode consertar as coisas e quer nos ajudar para que 'acertar' seja muito mais vezes sinônimo de fazer o certo.


Fonte da ilustração

quarta-feira, outubro 24, 2007

Frase

“Os boatos viajam mais rápido, mas não permanecem no mesmo lugar por tanto tempo quanto a verdade”.

Will Rogers

o centro

É uma coisa que todo mundo gosta: ser o centro em algum momento. Mas poucos sabem lidar com isto da maneira adequada: saber ser. A dificuldade não deveria ser tanta, já que damos tanto valor a isto. Mas não é. Neste campo, nem sempre jogamos a partida da maneira que melhor convém.

Há aquela hora em que nossas qualidades vêm à tona. Somos o centro das atenções. É o momento do elogio, do reconhecimento, da apreciação. E não há problema nenhum nisso. Ao contrario, ocasiões como estas nos alimentam de um combustível que dinheiro nenhum do mundo pode comprar.

Mas aí chega o momento do outro ser o centro dos olhares. E aí a coisa complica. Há muitos que não sabem reconhecer este momento e tentam chamar a atenção pra si. Têm uma dificuldade muito grande em ser afluente, e não receptor das águas do elogio (especialmente com colegas da mesma profissão). Fazem piadas, sempre têm um comentário (bom ou ruim...) para acrescentar. Contam que eles também uma vez conheceram alguém que sabia fazer isso que o fulano fez. Aliás, sabia fazer ainda melhor. Ou sabem dede um caso em que a pessoa que fez aquilo depois acabou não se dando muito bem. Distraem. Desviam. Sentem-se inferiores – normalmente sem motivo para tal - e tentam trazer os demais para a mesma posição.

Pais sempre têm sabedoria, e quando é o pai da gente, nos parece ainda mais sábio, não? Pois o meu pai nos ensinava, “é preciso saber a hora de ser o centro e é preciso saber deixar o outro também ser”. Boa. Saber reconhecer o momento do outro é tão importante quanto curtir o nosso próprio. Pois ninguém é o centro o tempo inteiro. É algo bem desagradável presenciar a cena: na hora de saber ser periférico, alguém tentar atrair o centro pra si.

Quem consegue ser sempre o centro, de verdade, é Deus. Comparados com Ele, todos somos periféricos. Mas Ele quis nos atrair. Centralizou em Cristo o caminho que nos faz ser chamados de filhos e nos trouxe para o centro de seu amor.
Viver com Ele inclui repartir este amor. E repartir este amor incluiu saber dar um passo atrás quando é hora de outros darem um à frente. Não há nada de pequeno nisso. Aliás, é gesto de extrema grandeza. E não muitos sabem fazê-lo.

É importante saber a hora de ser o centro. È muito importante deixar o próximo, na sua hora, sê-lo também.
E é muito, muito bom aprender a enxergar a diferença entre os dois.

segunda-feira, outubro 22, 2007

Frase

“Tudo o que tenho visto me ensina a confiar no Criador a respeito de tudo o que não vejo”.

Ralph Waldo Emerson

Eixos

Fonte da imagem


O pai levava o filho para a escola e, ao lado do carro, seguia um caminhão. Observado o veículo, o menino ficou impressionado com o número de pneus. “Nossa, pai, olha quantas rodas tem esse caminhão! São dois eixos com quatro pneus cada!”
Depois de também olhar para o veiculo ao lado, o pai comentou: “Pois é, meu filho. É que caminhões normalmente carregam muita carga. E quanto mais peso vão levar, de mais suporte precisam pra poderem andar”.

A aplicação pra vida pode ser negativa. Vamos acumulando tanto peso nas costas que precisamos de cada vez mais eixos para seguir andando. Se não a coisa fica cada vez mais difícil.

Eu prefiro uma positiva. Ao longo da vida, Deus vai nos dando eixos, providenciando pneus, aumentando nossa capacidade de suporte. Podemos chamar de experiência, tarimba, “ficarmos calejados”. Mas tudo é fruto da fé, nos dado para melhor enfrentarmos o que vem vindo. E sempre há algo que vem, o mundo nos traz cargas que não é qualquer carreta de meia tonelada que agüenta. E Ele sabe que vem. E sabe do que vamos precisar.

Nem sempre vamos utilizar todos eles - os eixos, os pneus. Observe, alguns caminhões andam com alguns sem tocar o chão. Naquele momento não é preciso. Mas se precisar, estão ali. Até porque o eixo central de nossa vida, a própria fé em Jesus, nos garante sustentação para qualquer tipo de peso. Vida bem calibrada, tocando o chão na hora certa, e desenvolvendo velocidade com segurança e sustentação.

E vale enfatizar, sustentação para todo o tipo de peso mesmo. Deus prometeu jamais nos dar uma carga que não possamos carregar. O que quer dizer que, com Ele, eixos e pneus nunca vão nos faltar

sexta-feira, outubro 19, 2007

sobre repartir

“Se você tem conhecimento, deixe outros acenderem suas velas nele”

Margaret Fuller

Ferramenta


Um dos aspectos bonitos do nosso campus aqui em Canoas é o gramado. Sempre bem cuidado, aparado, recebe atenção constante dos encarregados dele. Isso porque o principal instrumento utilizado para isso é a foice. Com ela, aparar e cuidar da grama se torna uma tarefa tranqüila.

Claro, você não acreditou nessa. Se a Márcia e sua equipe do paisagismo tentassem o método foice, é quase certo que não teriam sucesso. Cuidar do gramado sem a ferramenta adequada equivale a fazer carinho com luva de boxe. Complica muito.

As pessoas em nossa vida, como a grama, precisam de atenção e cuidado. Mas precisam também do jeito certo. Da ferramenta adequada. Porque, de outra forma, podemos mais estragar do que cuidar.

E para descobrir essa ferramenta?... Bom, se cuidar da grama já não é fácil, cuidar de pessoas, muito menos. É tarefa que exige paciência. E vontade. Tai um bom começo. Agir em silêncio também, apenas emitindo nossos próprios conceitos, mas também entendendo o ponto de vista de quem fala. Em boa parte das vezes, quando procuramos compreender o outro, a própria pessoa nos dá a dica de qual 'ferramenta' que melhor se aplica à situação dela.

Deus nos compreende, nos cuida diariamente do jeito certo, pela fé. Ele é o dono das ferramentas. A vida de Cristo foi ceifada na cruz para que nossa ficasse cheia de possibilidades, maneiras e jeitos de exercer um melhor cuidado pelo outro.
E uma das coisas que descobrimos é que, como a grama, que precisa de tempo para crescer, também não podemos ser tão velozes com o próximo. Ser rápido não é tão bom quanto ser preciso.
Em muitos casos, a melhor ferramenta são nossos dois ouvidos. Muitos mesmo. Faça o teste.
Especialmente com as pessoas que amamos. São elas que às vezes mais nos presenciam vestir luvas de boxe para manusear a foice.

Em nossos relacionamentos diários, procurar a ferramenta certa, vestindo amor e compreensão, pode não dar certo sempre, e nem todas as vezes deixar a grama sempre verde.
Mas vai mostrar, sem dúvida, um coração sempre fértil.

Paráfrase

Fonte da imagem


Um jeito diferente de ler e refletir sobre a mensagem do Salmo 121.

Escrito por Leslie Brant e Corita Kent.


Para onde olhar para encontrar socorro no meio da minha necessidade?
Para os altos picos das montanhas? Ou para os gigantes da indústria, ou os arranha-céus de nossas cidades?
Para os satélites que circundam nosso mundo ou para os computadores que armazenam nosso conhecimento?
A resposta para os meus problemas e preenchimentos de minhas necessidades precisam vir do próprio Deus, Daquele que criou os céus e as montanhas e o homem que habita no meio deles.

Ele é um Grande Deus, que conhece todos os nossos desejos, cujos olhos vigilantes estão sobre nós noite e dia.
Não podemos fazer nenhum movimento sem que ele saiba. Sua preocupação por seus filhos é constante;

Seu amor por nós é eterno.

E assim o Senhor vai guardar você dos males, dos perigos e tentações.
Ele se importa com você, e Ele vai lutar junto com você contra os inimigos da sua alma.
Esteja você vindo ou indo, Ele sabe o caminho que você toma.

Ele vai adiante de você.

Queimando a imagem

Pastor da Universal queima duas imagens sacras cadastradas no Iphan

As imagens da história missioneira eram cadastradas no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Fábio Guimarães da Silva Pereira, pastor da Iurd em São Borja, RS, pediu os objetos à família que os tinha como guardiã em troca da promessa da cura de um câncer.
A doença não foi 'queimada'. Mas as estátuas, sim.

Ou seja, Pereira conseguiu queimar três imagens com uma incendiada só.

quinta-feira, outubro 18, 2007

Frase

"Quando você apelar para a força, há uma coisa que você nunca deve fazer:
Perder."

D. Eisenhower

notícia

Uma manchete da semana passada nos EUA dizia: "homem enfrenta processo de 30 anos de prisão por roubar rosquinha de 52 centavos "
'Alguma coisa está errada', é o primeiro pensamento. Ou o noticiário não foi claro suficiente em sua manchete.

Um pouco de cada. Na verdade, a pena seria aplicada não pela rosquinha, mas pela tentativa de assalto, que foi piorada pelo fato de que Scott A. Masters, 41 anos, teria empurrado uma senhora na fuga. Um 'minor assault', que poderia lhe render 15 anos. E os promotores podem conseguir outros 15, dados os antecedentes criminais de Masters.

Há dias em que nos perguntamos: "O quê? Tudo isso só por causa de uma frase?"
Mas, na verdade, dificilmente uma frase, um gesto, um minuto, é o que provoca a fúria, a raiva, briga, prisão espiritual. Quando analisamos o histórico, não é difícil ver o acúmulo, o excesso. vários centavos mal resolvidos que se tornam uma conta gigante. Seja por conta nossa, às vezes da outra pessoa. As coisas são pioradas pelos antecendentes.

Felizmente, diante da justiça de Deus, não temos promotor, diz a Bíblia, mas advogado - Jesus Cristo. No sentido de que qualquer que seja o tamanho de nossa ficha, ela pode ser limpa pelo perdão que ele oferece. Limpa mesmo. Ele não tem arquivo. Depois do perdão, é recomeço. O que é difícil de pensar em termos das leis humanas, é a plena realidade na justiça divina.
A manchete de Deus, portanto, é bem outra: "ser humano recebe perdão perpétuo mesmo sem poder pagar nem um centavo".

E isso vale para vários milhares ou só 52 centavos de culpa. A qualquer hora, está ao alcance o processo que nos livra da 'prisão'. E que nos mostra a importância de também não sermos promotores ou juízes do nosso proximo. Ao menos não em primeira instância.

Frase

"Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar suas pesadas cargas, que Eu lhes darei descanso"

Jesus Cristo.

Direito ou esquerdo?

A leitora Sandra Messer, de Santa Maria, RS enviou o link deste teste bem legal, do site do jornal australiano Herald Tribune.

Quem enxerga a mulher girando no sentido horário, tem o lado direito do cérebro como predominante. Quem enxerga no sentido anti-horário, usa mais o lado esquerdo.

Eu so consegui no horário. Mas diz o site que , focando bem, é possível enxergar os dois sentidos.



Atualizando:

_Depois de 'n' tentativas, finalmente consegui ver o anti-horário.
ufa, não sou tão anormal assim.

_O Nome do jornal, na verdade é >Herald Sun.

quarta-feira, outubro 17, 2007

aparência

certamente está enganado
quem diz o contrário -
é verdadeiro e certo;
Jesus Cristo e Sua palavra
não deixa dúvidas:
A Palavra de Deus
é um pedaço de papel qualquer.
revela o engano
quando lida de forma certa,
palavra meramente humana

contradiz aquilo que pensamos,
e o que está escrito não
revela a verdade que vem de Deus,
assim é que se situa -
A Bíblia que tanto estimamos

A primeira impressão é uma das que mais engana.
Colocado desta forma este ditado faz muito sentido em muitas situações.

Se pensarmos em Jesus Cristo, por exemplo, pregado numa cruz como um bandido. A primeira impressão é horrível. Mas partir da segunda, quando sabemos como ler este episódio de salvação, tudo muda.

Já aconteceu de, à primeira leitura, você 'não ir com a cara de alguém’, e depois de algum tempo, descobrir que estava enganado? Ou contrário, descobrir que era um lobo aquele 'cordeirinho' tão simpático, falante e prestativo?

Pense numa situação em que pessoas vêm a conhecer você num daqueles piores dias. Se elas não lerem sua vida novamente, sob a perspectiva adequada, serão por muito tempo injustas com o seu jeito de ser.

Deus, que nos lê do jeito certo, por meio da fé. Abre nossos olhos para lermos o mundo. E para interpretarmos o que lemos da maneira mais correta que estiver ao alcance, onde o que nos move é a leitura que procura o que é certo, e não a rápida corrida de olhos. A vontade de entender, não o desejo de julgar. O querer ler pra entender, não passar os olhos para logo disparar.

A primeira leitura pode enganar os olhos. E o coração.
Como o texto inicial deste post.
Leia-o de baixo pra cima.

terça-feira, outubro 16, 2007

Dia do Professor

Parabéns a todos os educadores, sem os quais é possível que toda a nossa compreensão de mundo talvez se limitasse ao nosso próprio mundo.


“O professor abre a porta. Quem entra por ela é você”.
Provérbio Chinês

“A arte de ensinar é somente a arte de despertar a curiosidade natural das mentes jovens com o propósito de depois satisfazê-la”
Anatole France

peso

O dia pode ter começado muito bem: o sol no horizonte, a temperatura a mais agradável possível; até o trânsito não estar tão lento como o normal.
Mas um fato ou uma notícia não tão boa pode mudar tudo. E não adianta o tapa no ombro ou a frase fácil. 'Ah, não fica assim"; A gente fica. 'Pra que ficar triste?". A gente fica. 'Tudo vai ficar bem". Vai ficar, mas não está. Agora está ruim.
E a gente se chateia.

Dependendo do caso, parece que uns três sacos de cimento foram depositados sobre nossos ombros. Ou uma mala de tijolos. Até para levantar o pé se torna um sacrifício. Efeito somático daquilo que nossa alma está sentindo. desânimo. Uma certa tristeza. A carga fica pesada.

São horas em que bem mais rapidamente se compreende e com bem mais fome se consome as palavras de Jesus Cristo, "Venham a mim todos vocês que estão cansados de carregar suas pesadas cargas, que Eu lhes darei descanso". Sim, vamos cansando. Nâo dá pra carregar tudo sozinho. Ou a gente cai. Ou acabamos jogando tudo por cima de alguém.

"Eu lhes darei descanso". Nada mais que isso se faz necessário. Nada melhor do que isso como ajuda eficaz. Um descanso que fica com o peso de nossas angústias e, em troca, oferece conforto e ânimo, para os novos passos. Isso porque com Cristo não há dúvida de que tudo vai ficar bem. A gente até pode chorar, ficar triste, porque Ele seca as lágrimas e dá nova disposição. Troca malas sem alças por mochilas com a leveza da paz e do amor que somente Ele tem no estoque.

O dia pode ter começado bem. E pode terminar bem também quando, no intervalo entre os dois, vamos a Ele, para aliviar e sarar pelo alívio do peso incômodo. Porque sarar puxando peso, só dá certo em academia.

quinta-feira, outubro 11, 2007

Decisão Ativa

Mensagem publicada em inglês no site da Lutheran Hour Ministries.

O garoto aproximou-se do pai e disse:
- Papai, se três rãs estão sentadas em um galho pendurado acima de um charco, e uma delas decide saltar para dentro dele, quantas rãs permanecem no galho?
O pai respondeu:
- Hum, deixe eu ver...três rãs, uma decide saltar.... restam duas!
-Não - disse o filho – As três permanecem no lugar.
O pai então retorna:
-Mas como? Você disse que uma decide saltar. Então restam duas.
O menino esclarece:
-Não, papai, a resposta certa é três. A pergunta diz que a rã só decide saltar. Isso não quer dizer que ela saltou de fato.

Algumas vezes nós decidimos, planejamos e visualizamos o que queremos e podemos fazer. Até mesmo antecipamos a alegria de atingir o objetivo. Ás vezes somos como a rã. Decidimos fazer algo, mas não colocamos nossos pensamentos e palavras em ação.

Para Deus, as coisas são diferentes. Ele decidiu amar e salvar a humanidade, e Sua decisão também entrou em ação. Ele enviou seu Filho para dar sua vida por nós. Foi assim que Seu amor entrou em ação - através deste sacrifício.

Quantas vezes você já decidiu estudar com mais dedicação? Ajudar um amigo? Valorizar mais o tempo com a família? Lutar por seus objetivos? Cuidar de si mesmo?
Não deixe que palavras sejam apenas palavras. Faça com que suas decisões sejam ativas. Decisões em ação, pensamentos que tornam-se reais, teoria que se torna prática. E uma vida que se torna, de fato, diferente.

Aliás, não só a sua, a de outros também. Afinal, as pessoas acreditam mais no que vêem do que no que ouvem.

Também em áudio (em inglês).

quarta-feira, outubro 10, 2007

Frase

“Ao dar um conselho, procure ajudar, e não agradar, teu amigo”

Sólon (638 AC – 559 AC)

Alertas

Às vezes ignoramos alguns avisos na vida e acabamos tendo problemas.
Pode ser o aviso do tanque de combustível, e ficamos na estrada.
Pode ser o aviso da mãe para levar um casaco, e acabamos resfriados.
Pode ser o aviso de um amigo para não nos metermos com determinada pessoas, e quando vemos, já estamos enrolados.
Ou pode ser pior.


Rosinei Ferrari ignorou sete quilômetros de avisos ao longo da BR-282 em Santa Catarina. (Dia desses falamos sobre aqueles que transformam o acostamento em pista). Este camioneiro, por algum motivo, transformou em sua a pista da contramão. Serra abaixo.

Sete quilômetros adiante, descobriu - tarde demais - o motivo de tantos alertas. Um acidente ocorrera, e dezenas de pessoas trabalhavam no resgate e na cobertura dele, além dos curiosos. Provavelmente acima de cem por hora, jogou boliche com todo mundo. Levou tudo o que tinha pela frente. Carros, caminhões de bombeiros, ambulâncias e, principalmente, pessoas.
Pode ter sido falha mecânica. Tudo bem. Mas, olha, é impressionante, não foram 100m de distância. Foram sete quilômetros.

Parece mais é que tudo aconteceu porque ele ignorou os avisos."Não vai dar nada", se ouve regularmente diante de alertas e pedidos de cautela. A velocidade não é reduzida. Aí infelizmente, em alguns casos, dá tudo. Tudo errado. Tudo trágico. Tudo pior.


Quando Jesus Cristo nos previne a darmos ouvidos à Palavra de Deus, com seus princípios de fé e de vida que orientam nossas decisões, não está querendo acabar com a graça da vida, como alguns pensam. Ele está dando vida de graça, conselhos de graça, orientações e alertas que se mostram muito úteis. Em todos os momentos. Para que nossas decisões com aqueles que nos cercam não se tornem caminhões desgovernados, causando grandes estragos por pequenas (ou grandes...) atitudes impensadas, atingindo o próximo por seguirmos somente nossa própria sabedoria.
Diante de avisos evidentes, é muito melhor deixarmos de lado o "não vai dar nada" e confiarmos com tudo na orientação de Quem conhece o caminho.

A estrada é longa. Os perigos são muitos. Os acidentes, imprevistos. Por isso, os alertas Dele são constantes. Porque Deus nos quer seguros, protegendo a nossa vida e o nosso coração.

Coração que, iluminado por este amor, serve também de alerta e auxílio a quem está pensando ou já decidiu errado, precisando de uma luz na escuridão.




Reportagem e link para infográfico do jornal Zero Hora

Matéria da RBS TV sobre o acidente

Messias

Primeiro, meu deu vontade de ouvir.
Depois, de compartilhar.
E, se em você também der vontade, é só clicar.
"Aleluia", do oratório "O Messias", de Haendel.




Trinity Church Choir Hallelujah Chorus 2006

segunda-feira, outubro 08, 2007

amor e idade

“Envelhecer não protege você do amor. Mas o amor, em alguma medida, protege você de envelhecer.”

Jeanne Moreau

Chegar

Um grupo navegava o Rio da Prata de volta a Montevidéu, após conhecer Buenos Aires.Em determinado momento, a embarcação começou a balançar mais do que o normal. No lugar onde todos estavam, não havia visibilidade para fora, mas a dedução foi rápida: tempestade.

E o barco balançou. De verdade. Como conseqüência, os integrantes da equipe começaram a passar mal. Alguns, bem mal. Na chegada, rapidamente uns saíram para tomar ar fresco, enquanto outros sentavam-se em bancos ao ar livre. Alguns mal conseguiam se levantar.

Observando a cena, o lider do grupo comentou com quem estava perto:
-Nossa, foi de dar medo...
O outro respondeu:
-De fato... E eu fico pensando: se quase todos passaram mal dentro do barco, imagine se alguém estivesse fora dele...
- Mas, mesmo com toda a dificuldade, felizmente o principal aconteceu - tornou o líder.
- O principal? E o que é?
- Chegamos seguros ao outro lado.

É inevitável, você vai balançar. Em vários momentos. Afinal, o rio de ouro da sua vida não é feito só de passagens tranqüilas, mas também de momentos turbulentos. Em alguns, não se enxerga nada direito. Só se navega.Como você o está atravessando? E pra onde?

É bom poder contar com uma embarcação segura. Quando estamos com Cristo, estamos bem. Está certo, podemos sentir medo, podemos até enjoar. Mas não vamos parar. Porque sabemos que sempre há um lugar seguro após navegar no escuro. Sempre há espaço onde rever a calma e recuperar as forças. Sempre há ar fresco após a angústia da falta de ar.É ali, dentro do barco, protegido do vento, perto do coração de Deus. Com um ingresso de graça, fé.

Este é o jeito certo de chegar ao outro lado. Dentro do amor, amor, cuidado e direção do nosso Piloto. Não é promessa de somente águas tranqüilas. Mas é a promessa precisa daquilo de que mais precisamos:
Chegar.

sexta-feira, outubro 05, 2007

Frase

“Bendito é o homem que, não tendo nada a dizer, abstém-se de evidenciar isso em palavras”.

George Eliot

Coerente

O ser humano é contraditório por natureza. Incoerente por definição. Instável por conseqüência. Às vezes a distância entre o que dizemos ser certo e a prática dele é maior do que nos damos conta.

Com a televisão, por exemplo. Não são poucos os que defendem que a programação anda um 'lixo' de tão ruim, que falta mais cultura e formação, que é só violência e apelação. Mas quando se observa os números da audiência... a prática desmente o pensamento. O lixo se esparrama pelo chão.
Podemos ir para o trânsito, onde a maioria repete a máxima "o pessoal não respeita", mas muitos não podem ver um engarrafamento que já transformam em pista o acostamento.
Há os que apontam o dedo rapidamente para as traições reveladas e conhecidas, enquanto tantos repetem os mesmos atos em silêncio e escuridão.
Quase todo mundo reclama de que os políticos que roubam não devolvem nada aos cofres públicos, quando também muitos, quando recebem troco a mais, nem se preocupam em devolver. Para citar alguns exemplos.

Quando o autor bíblico Paulo tratou deste tema, escreveu, sintetica e precisamente, "o bem que quero, não faço, mas o mal que não prefiro, este faço". Definição realista da nossa constante luta entre o que sabemos ser o certo com o que fazemos que não é certo. Serve não para nos acomodarmos ao erro, mas nos lembrarmos que ele não mora só coração ao lado. Ele está aqui perto também.

Coerente, mesmo, só Deus. Mesmo que, do ponto de vista humano, tem diferentes conseqüências piratear um CD de 20 reais e roubar milhões da saúde; contar uma pequena mentira e destruir vidas pela falta da verdade, olhar para alguém ou trair pra valer, para Deus, pisou fora da linha, pisou errado. Mas, por outro lado, pisou dentro da graça, está perdoado. Não há erro que ele não perceba. Mas não há arrependimento e fé cristã sinceros que ele não receba em amor e recomeço. Ele é fonte de coerência, perdão, sustentação.

Este perdão e amor absurdamente ilimitados são a maneira de o coerente tornar-se moeda corrente em nossa vida. Não só escolhendo o canal, andando pelo trânsito, na atitude da ocasião. Mas principalmente em nossa necessidade mais profunda: a paz de Deus, que mesmo incoerente para a mente, preenche com coerência o coração.

quinta-feira, outubro 04, 2007

Entendimento

Uma menina chamada Milena estava triste. Perguntei-lhe o que acontecera, ela respondeu que na noite anterior seus pais haviam se desentendido.
Lembrei então das muitas noites em que me senti profundamente triste por causa de desentendimentos em minha casa.

E você, anda chateado por causa de algum desentendimento?

Os desentendimentos causados na família, no trabalho ou em qualquer outro lugar nos roubam a Paz e causam aflição! A existência deles revela erros e defeitos de nossa parte e de nossos semelhantes. Deus nos aconselha a admitirmos nossos erros (1João 1.8-9) e ainda promete: “Se me chamarem no dia da aflição, eu os livrarei, e vocês me louvarão (Salmo 50.15)”.

Deus nos livra de vários problemas. Pelo seu Espírito, ilumina o nosso viver. E promove o entendimento. A presença Dele em nossa vida não nos garante que estaremos livres de todos os desentendimentos, contudo nos garante e concede uma Paz que ultrapassa todo o entendimento humano (Fp 4.7), uma força certa superarmos as adversidades.

Peça entendimento. Do jeito que souber pedir. Não se preocupe, Ele entende.
E o melhor, atende.

(texto do Rev. Ismar Pinz, capelão da Ulbra em Candelária, RS,
com pequenas adaptações)

terra

Hoje é o dia internacional dos Animais, celebrado em 04.10, desde 1930 em homenagem a Francisco de Assis, que morreu nesta data 1226. Ele era um grande amante destas craturas de Deus.

O Curso de Veterinária realiza durante todo o dia ações especiais gratuitas.

O VI Fórum Ulbra de Teologia, com o tema "É tempo de salvar a Terra", encerra hoje, discutindo o tema fundamental da importância da preservaçãao do planeta.

É, criar a Terra, é assunto e competência exclusiva Dele. Mas preservar, respeitar, e até salvar, também está um muito em nossas mãos.

quarta-feira, outubro 03, 2007

Contentamento

A coisa pode começar assim: primeiro é só o sonho de poder morar. Depois, de morar na própria 'casinha' e ter o 'carrinho' na garagem. A seguir, o carrinho meio gasto que se torna carro zero.Mais um pouco, vem o desejo de aumento, a melhoria, a ampliação do patrimônio. E um carro um pouco melhor. A essa altura, também roupas sempre renovadas, um computador novo - afinal aquele movido a carvão já ficou pra trás. Quem sabe um notebook. Aí já se nota que os sofás, comprados ano passado, precisam ser trocados, já existem modelos superiores. O celular também, ninguém mais anda hoje com um que tem apenas câmera, vibracall, comando de voz, acesso à internet, downloads, músicas e que até faz ligações.
E a lista segue.

Familiar a você? Tomara que sim. Porque, em princípio, não tem nada de errado o progresso, a conquista, o adquirir o que se deseja, desde que fruto da honestidade.

O problema é se for familiar também a constatação de que a busca do novo, do próximo, do lançamento, no fundo vem do 'quando eu tiver, então sim vou estar contente/ser feliz".
Aí começa a complicar. Se Augusto Cury estiver certo, quanto mais alguém necessita de estímulos para tentar satisfação, mais superficial está se tornando a vida em seu coração.
Melhor se o contentamento fosse fruto de um fundamento estável: 'tenho o principal, já sou feliz. O que puder acrescentar é lucro".

A escolha de uma das alternativas define a diferença entre busca tranqüila e perseguição louca. Entre cuidado com o dinheiro e o amor a ele. Entre estar em busca da satisfação ou já estar contente, em toda e qualquer situação.

Paulo escreve, em uma de suas cartas bíblicas, um bom resumo sobre este tema: "Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes". Parece simplório. Mas é muito sábio. Os valores que podem nos trazer contentamento não se compram via internet, não se degustam, não se dirigem, nem se mora dentro deles. Eles moram dentro de nós. Os princípios da Palavra de Deus, que recebemos pela fé em Jesus, são a fonte da felicidade estável, da confiança, da segurança. Se junto com isto, tivermos sustento e com que nos vestir, já somos completos.
Tudo o que agregarmos a isso, será como colocar uma lupa sobre o coração. É aumento, lucro. É motivo de gratidão.

De outro modo, vamos parecer as eclusas(comportas) do canal do Panamá. Ser elevado a um estágio não é suficiente, é necessário subir mais um pouco. E mais um pouco. Com a diferença que, no caso do canal, chega um ponto - 26m acima do nível do mar - que é suficiente. Mas para o ser humano, sem contentamento e gratidão, não há altura que comporte sua ambição. Vai precisar sempre de um novo estímulo pra tentar acalmar sua aflição.

Por isso esta palavra bíblica é profunda, e nos torna profundamente embasados no lugar certo. Com sustento e com que nos vestir, a coisa começa e termina bem, nos braços no Pai. Tudo o que acontecer no intervalo entre os dois, é lucro, acréscimo, ganho, alegria.

Ou qualquer outro sinônimo que possamos escolher para bênção de Deus.

*******

PS: No site Apollo 11, saiba mais sobre o funcionamento do Canal do Panamá, com uma animação bem legal.




terça-feira, outubro 02, 2007

Frase

"Eu tenho uma certa inveja da vida que os outros dizem que eu levo"

Zach Braff

Elogio

Como lidar com um elogio?
Se não falamos nada, podemos ser indiferentes.
Se falamos muito, podemos ser arrogantes.

Não sei se existe uma fórmula, mas o que aprendi ao longo dos anos é que uma palavra pode resolver bem a questão: ‘Obrigado!’

Pra que a historia de dizer, 'mas eu nem preparei direito', 'nem foi tão bom assim', 'eu peguei essa roupa emprestada' ? Se o outro está elogiando é porque gostou. E quer comentar.

Será que é necessário, 'mas tudo isso foi Deus quem deu, toda glória, honra e louvor a Ele o eterno Criador do que é visível e do invisível e.."?Não que o crédito não seja Dele. Mas talvez não seja hora de um sermão, apenas de ser irmão. A pessoa sabe que foi Deus quem deu. O ponto neste momento é que ela quer elogiar a sua habilidade em fazer bom uso do talento colocado por Ele em suas mãos.

Ainda, não creio que precise um longo discurso de como você foi praticamente um Hércules moderno, realizando esta grande tarefa, com muito esforço e vontade, e determinação e garra...e... Se alguém está elogiando, é porque provavelmente percebeu tudo isso. Quem não percebe, geralmente nem elogia. Ou vai que é alguém elogiando só por elogiar, por puxa-saquismo ou por necessidade de afirmação, o que não é tão incomum. Você ali, se achando, e o outro, na verdade, se lixando.

Viu? Complicado achar uma fórmula ideal, não? Por isso, nada como um simples e eficaz 'obrigado'. Diz pouco, mas diz tudo. Resume a gratidão pelo reconhecimento. Manifesta a modéstia pela concisão. É a retribuição do elogiado ao elogiante por sua percepção, apreciação e manifestação. Não nos diminuímos diante de nossos dons, nem nos envaidecemos considerando nossa limitação.

É o que podemos dizer a Deus sempre, todos os dias. Até podemos listar, enumerar, contar. Devemos até. Mas se nosso dia tiver ao menos um 'obrigado' sincero pelo elogio de sermos chamados por Ele de 'filhos', já estará completo.

Diz uma frase, "Elogios são como flores, servem para cheirar, não para comer".
Dizer obrigado, portanto, é o melhor vaso para o agradável perfume de um elogio sincero.

segunda-feira, outubro 01, 2007

Sobre medo

“O medo não tem nenhum poder especial a não ser o que lhe damos quando nos submetemos a ele.”

Les Brown

Legenda

Para assistir a filmes, é comum haver a discussão sobre o que é melhor: legendado ou dublado. Geralmente sem nenhuma unanimidade para um dos lados. Tanto que na Ulbra TV, por exemplo, existem as duas modalidades, para contemplar os dois gostos.

Mas de uma coisa eu garanto que quase ninguém gosta. Filme legendado sem legenda. Ouvir os atores falando a língua original e ficarmos sem a tradução. Salvo para quem entende fluentemente o idioma, para os demais, a mensagem é praticamente indecifrável.
A gente cansa. E desiste.

Viver a vida sem legendas pode levar ao mesmo final. Determinadas coisas que nos acontecem fazem mais sentido quando entendemos o que Deus está nos ensinando. O botão a ser apertado nestas horas, se chama fé. Tanto para ler a Palavra de Deus, como para vê-la na prática em nosso dia. Sem fé, é praticamente indecifrável. Com ela, dá pra ver o Criador por trás das coisas criaturas. A proteção por trás da provação. O propósito até mesmo em situações que parecem desconexas.
Já ouvi mais de um relato de pessoas que, em certas ocasiões, quase xingaram a Deus pelo que estava acontecendo. Mais tarde, no entanto, aquilo que parecia ruim tornou-se bom, pois preveniu coisa bem pior.
A legenda fez entender o recado.

Legenda - . Sem ela, a gente cansa e desiste.


Ao sair da cama, todos os dias, aperte este botão. Não garanto que você só verá belas cenas. Mas lerá a realidade com outros olhos. E, garanto, o filme sempre acaba bem.