quarta-feira, junho 30, 2010

Dar valor

Carros. Não costumamos nos dar conta de tudo que envolve estarem prontos para utilização.

Mas quantas áreas estão envolvidas em sua construção? Desde a engenharia, o design, a mecânica. A preocupação com segurança, estética, conforto. Depois de pronto, vem ainda a parte institucional, administrativa, mercadológica... E devo ter esquecido várias outras. No entanto, o que fazemos? Giramos a chave, dirigimos até onde precisamos e pronto. Dificilmente pensamos em tudo isso. Confiamos que tudo foi feito para dar certo.

Quantas coisas estão envolvidas na sustentação de nossa vida e nem sempre nos damos conta? Nossa parte “mecânica”, estética, funcional, psicológica, intelectual. A natureza, as pessoas, nossos dons, capacidades. Trabalho, aprendizados, conquistas... Geralmente, o que fazemos é acordar de manhã, ‘girar a chave” e rodar mais um dia inteiro até nos recolhermos à noite, aguardando o amanhã.

Não nos darmos conta, até é normal. Mas o pior é se não soubermos dar valor. Pois tudo isso é presente de Deus, o Criador e Doador de todas as coisas. Acredito que Ele até nem espera que nos preocupemos tanto com tudo isso o tempo todo. Não daria certo. E também ninguém de nós pode nem mesmo “acrescentar um centímetro ao curso da vida”, disse Jesus Cristo. Por ser quem é, Ele nos dá o que precisamos para sermos um todo.

O que podemos, sim, é ser gratos por tudo o que vem destas Mãos. E, impulsionados por Ele, vivermos confiando que sempre temos direção. Quando pensarmos sobre a vida, então, pela ótica da fé, podemos até nem saber dar nome e função para tudo o que Ele faz. Mas sempre saberemos dar valor.

Pois sabemos que tudo foi feito para dar certo.

terça-feira, junho 29, 2010

O propósito

Quase todo mundo viu o lance. Kaká, durante o jogo contra o Chile na Copa da África 2010, arrisca um chute da entrada da área. A bola sobe demais e se perde pela linha de fundo. Quando a câmera fecha o close no atacante brasileiro, um palavrão de 3 partes aparece em sua boca.

“Mas, hein, o Kaká não é atleta de Cristo? Como foi falar um palavrão?”

Esta é uma dúvida típica e até normal. Se ele é cristão, porque falou palavrão, tomou cartão vermelho? Ou, saindo do campo e entrando na vida diária, porque aquele cristão cometeu este ou aquele deslize, esta ou aquela imprudência? Por que aquela cristã passou no sinal vermelho ou não deu esmola a um mendigo?

E a culpa por esta concepção muitas vezes é dos próprios cristãos.

Isto porque sempre que tentarem mostrar o cristianismo como um ‘manual de boa conduta’, mera religião de moral ou uma transformação que vai nos fazer viver “o comportamento ideal”, estão incorrendo num grande engano. Se o propósito central do cristianismo é fazer pessoas melhores, então é muita arrogância dizer que “Só Jesus é o caminho”. Pois há várias outras religiões que tornam as pessoas melhores. As vezes, até com mais eficácia do que a religião da Bíblia.

Não existe perfeição. Nem no cristianismo, nem em lugar nenhum.

É importante deixar claro, portanto, que o grande e central propósito do cristianismo é: salvar pessoas. Anunciar que Jesus Cristo veio ao mundo para, primeira e fundamentalmente, dar sua vida para que o ser humano pudesse ser salvo de seu caminho errado e colocado no caminho que conduz á vida eterna. Esta é a transformação. E está, sim, só Jesus Cristo realizou.

A partir daí, sim, a vida do cristão procura ser a mais correta possível, mas sabendo que vai errar. Anunciar o perdão, mesmo sabendo que irá pecar. Procurar o equilíbrio, mesmo sabendo que vai se desequilibrar. Ou seja, um cristão também pode vir a errar. A verdadeira transformação aconteceu no interior, no coração. A luta diária, então, com a força que Ele dá, é para que esta mudança apareça o máximo possível também em palavras e ações.

Nesta perspectiva, podemos continuar a ver Kaká jogar. Torcendo, é claro, que sejam poucas as oportunidades dos palavrões e que logo apareça a imagem das duas mãos apontando para o céu.

O gesto que ele costuma fazer quando marca um gol.

sábado, junho 26, 2010

“Não há nada como voltar a um lugar que permanece inalterado e ver o quanto você mesmo mudou.”

(Nelson Mandela)

sexta-feira, junho 25, 2010

A fogueira do João

por Marcos Schmidt

No meio de fogueiras e futebol, João Batista é lembrado (e esquecido) no mês de Junho(24). Conforme a tradição, ele nasceu 6 meses antes de Jesus. Foi um cara esquisito já nos padrões daquele tempo. Ermitão do deserto, com um roupão de couro de camelo, comendo gafanhotos, vuvuzelava às pessoas: “Arrependam-se dos seus pecados porque o reino do céu está perto” (Mateus 3). Teve um final melancólico – foi preso por falar o que não devia e decapitado, com a cabeça numa bandeja. Tudo pelos caprichos de um rei que também perdeu a cabeça, mas por uma dança sensual de Salomé (Mateus 14.11).

Estranho festejar a vida deste pobre coitado vestindo-se de caipira e dançando quadrilha. Mas tem alguma coisa normal neste planeta? As contrariedades são as regras, as normalidades exceções. Por isto, seria uma vida decadente ao formato de sucesso, se Jesus não tivesse afirmado: “De todos os homens que nasceram, João Batista é o maior” (Mateus 11.11). “Ele é o cara”. Esta é a conclusão do Salvador. Com isto, João tem de volta a cabeça, a boca, a voz, a mensagem. A vida. E por quê? Porque ele preparou o caminho para passar aquele que disse: Eu sou a Vida.

Os problemas são os outdoors, as propagandas que surgem na viagem. E que convidam aos atalhos e caminhos alternativos. Algo parecido com a própria festa de São João. O objetivo dela é a reflexão. Nada contra os festejos, mas então que fosse a Festa da Fogueira, ou coisa parecida. Mas assim a gente vive o dia-a-dia. Depois, quando termina a brincadeira, vem o que é sério. E daí não adianta dançar quadrilha, ou vestir a camiseta do time.

Por isto, a fala do Salvador indica : não importa o que as pessoas falam, o que interessa é o resultado, o que a pessoa é. Algo difícil quando a gente vive de aparência e não de substância. Mas nada impossível enquanto Ele ainda está perto.


Rev. Marcos Schmidt
Comunidade Luterana “São Paulo”
Novo Hamburgo, RS
marsch@terra.com.br

106 years

The Evangelical Lutheran Church of Brazil [IELB (yehllb) in Portuguese] celebrated its 106th anniversity this month. The synod was officially founded on June 24, 1904. However, the first Lutheran Church - Missouri Synod (LC-MS) missionary stepped on Brazilian soil in 1900. Since then the church has grown from a small mission among Germans to a national institution under its motto, "Christ for all."


On June 20th, a special service commemorating the beginning of the IELB, attended by over 2,000 people was held in the City of Passo Fundo in the state of Rio Grande do Sul (see pictures). This southern state is where the mission began in the 1900s and it boasts the highest number of Lutherans currently.

The 60th IELB National Convention in April, 2010, elected a new Board of Directors. Rev. Egon Kopereck was commissioned president of the synod serving for the next four years. The IELB celebrates the blessing of more than 2,000 parishes sheperded by approximately 700 pastors welcoming others to join our 236,000 members in service to Christ.
(source of the picture: IELB)

Gift

by Marco Jacobsen

Easter, Christmas, Valentine's Day and other holidays remind us of giving gifts. Many people across the globe do the same. But think about it...What is a gift? Well, it's a gift! Something we receive. It's not quite the same when we buy ourselves a gift. And, when we get a gift we don't pay for it! It's a gift - from someone else. How can it be a gift if we pay the giver for it?

The word gift reminds me of God. Why? A gift from God is beyond explanation! What gift can he give me? Well, faith is a gift, it's God's love gift. Everlasting life is also his gift. Can I look up gifts from God on Wikipedia? Or Google that? Where will I learn that God actually likes to give me these things?

God's gifts are true! Believe in that! The Holy Bible tells us of God's promises, like: John 3:16: For God soloved the world that He gave His only begotten Son, that whoever believes in HIm should not perish but have everlasting life."

Do we pay for his gifts? How much?
Nothing. Zero. Zilch. We can't pay. Instead we believe in all the promises of our Lord and Savior Jesus Christ. Jesus Christ paid on our behalf when he came to earth as True Man and still True God and suffered beyond our understanding. He died and He rose from death.

A gift is just that, a gift. The gift from our Lord and Savior Jesus Christ is more than a simple gift, it is complete grace. I can't pay for it. You can't pay for it. St. Paul tells us in Galatians 2:21, "I don not set aside the grace of God." God's grace is for all of us, you, too!

Cling to God's gifts! Through faith embrace God's grace today.





Text revision:
Kim Starr
Deaconess
St. Louis, USA

terça-feira, junho 22, 2010

“Quando tudo parecer estar contra você, lembre-se: o avião levanta vôo contra o vento, não a favor”.

(Henry Ford)

segunda-feira, junho 21, 2010

Reserva

Achei que um dia aconteceria... e aconteceu. Pela primeira vez, me faltou gasolina.
Antes de sair para buscar a Djenane no trabalho, vi que o ponteiro do combustível já entrava na reserva, mas achei que havia o suficiente. Não havia. Na volta, em plena BR-116 no centro de Canoas, o carro ‘morreu’. Acostamento. Parada total.

Após ligar para o mecânico, para um amigo e duas caminhadas até o posto mais próximo, a situação se resolveu. Com 4 litros do gasolina consegui chegar até o posto e ficar tranqüilo novamente.

Se utilizarmos esta metáfora para a vida, a aplicação mais óbvia já está evidente. Mas abordo duas ou três outras, que foram me ocorrendo à medida que a raiva de mim mesmo foi passando e o bom humor sobre a situação permitiu pensar.

_Se alguém passasse oferecendo uma água pura, um bom suco natural ou qualquer outro liquido para colocar no tanque, teria ajudado? Claro que não. Só gasolina (ou álcool) resolveria meu problema, e nada mais.
Só a Palavra é alimento seguro e saudável para mover e manter nosso coração.

_Ficar sentado dentro do carro, chorando minha má sorte, esperando alguma solução, não adiantaria nada. Era preciso fazer alguma coisa. Nem que fosse caminhar alguns quilômetros ou pagar um guincho.
Orar e confiar em Deus é fundamental. Mas agir, usando as capacidades dadas por Ele, é algo que nunca se deve descartar

_Foi ruim faltar gasolina. Mas só. O resto todo da situação foi o melhor possível. Poderia ter acontecido no meio da ponte do Guaíba, ou no trânsito da BR 116. Poderia ser tarde da noite, ou bem no dia de um compromisso importante. Ou ainda, estragado o motor do carro. Nada disso. Apenas faltou gasolina. O que foi resolvido em 20 minutos.

A reserva de amor e cuidado de Deus nunca se esgota. Nos é que muitas vezes insistimos em querer rodar por conta própria. No entanto, pela fé sempre podemos seguir seguros de que Ele, em Jesus Cristo, já nos deu a estrada certa. Para andarmos com Ele em gratidão, notando as diárias coisas boas que providencia.

Isso não quer dizer que o trafego, os perigos ou as dificuldades da estrada vão sumir. Mas é certo que combustível nunca irá nos faltar.

domingo, junho 20, 2010


“A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver.”


(livro bíblico de Hebreus, 11.1)

sábado, junho 19, 2010

Santo é o Senhor

Paticipação do Grupo Cimbaluz no Toque de Vida de domingo

Aniversário - 106 anos

A Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) chega este mês aos seu 106º aniversário. A Instituição foi oficialmente fundada em 24 de junho de 1904, mas o primeiro missionário norte-americano da LC-MS pisou em solo brasileiro em 1900.
Desde então, a Igreja cresceu de uma pequena missão entre imigrantes alemães para uma Instituição presente em todo o território nacional. Seu lema é “Cristo para todos”.

Domingo, 20 de junho, um Culto especial será celebrado em Passo Fundo, RS. Caravanas de diversos pontos do estado e do país estão se mobilizando para marcar presença. A Ulbra TV vai registrar o evento.

A IELB realizou em Abril de 2010 sua 60ª Convenção, onde foi eleita a nova Diretoria Nacional. O novo presidente, Rev.Egon Kopereck, 53, foi oficialmente empossado em Maio e vai liderar a Igreja pelos próximos 4 anos. A IELB possui hoje mais de 2000 locais de culto, onde pelo menos 233.000 luteranos, servidos por 700 pastores, acolhem as pessoas no louvar, ensinar, aprender e servir a Jesus Cristo.


Saiba mais:
_Culto 106 anos
_Histórico

Video Institucional:

Prendidos

Tire un pedazo de papel en el agua. Normalmente, no se ahonda, o tarda mucho para esto. Ahora amarre este mismo papel en una piedra y eche la misma. El resultado es muy diferente. Él no tendrá ni aún un segundo para quedar en la superficie. Simplemente no tendrá más como boyar.

Nos prendemos frecuentemente a piedras indeseables y muy pesadas, que nos pujan par el hondo. Existen cascajos y piedritas que permitimos que se pongan en nuestra vida y que comprometen nuestra estabilidad y capacidad de respirar. Existen. Y son muchos.

Por eso, sin embargo, cuanto más antes estas piedras son identificadas, con menos posibilidad se prenderán a nosotros, se volviendo un peso incomodo que, más día, menos día, nos llevará al peor lugar.

La Biblia nos dice que Jesucristo es la principal piedra del ángulo. Esta es la roca de que necesitamos, pues nos sirve de fundamento y base para la vida. Salva, da sustentación y mantiene el corazón firme. Impide que otros cascajos y piedritas tomen cuenta de nuestra mente y no deje que arrastren nuestro corazón a las profundizas. Si dejamos que los problemas y ansiedades de la vida nos prendan, luego el resultado vas se mostrar… Pero si nuestra fe se quedar prendida en esta Piedra con toda confianza, no habrá lo que temer.

Siempre tendremos estabilidad y capacidad de respirar.


Traducción:
Rev. André Luiz Müller
Pastor en la Congregación Luterana ‘San Pablo’ ,
Canoas, RS, Brasil

sexta-feira, junho 18, 2010

106 anos

A Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) chega este mês aos seu 106º aniversário. A Instituição foi oficialmente fundada em 24 de junho de 1904, mas o primeiro missionário norte-americano da LC-MS pisou em solo brasileiro em 1900.
Desde então, a Igreja cresceu de uma pequena missão entre imigrantes alemães para uma Instituição presente em todo o território nacional. Seu lema é “Cristo para todos”.

Domingo, 20 de junho, um Culto especial será celebrado em Passo Fundo, RS. Caravanas de diversos pontos do estado e do país estão se mobilizando para marcar presença. A Ulbra TV vai registrar o evento.

A IELB realizou em Abril de 2010 sua 60ª Convenção, onde foi eleita a nova Diretoria Nacional. O novo presidente, Rev.Egon Kopereck, 53, foi oficialmente empossado em Maio e vai liderar a Igreja pelos próximos 4 anos. A IELB possui hoje mais de 2000 locais de culto, onde pelo menos 233.000 luteranos, servidos por 700 pastores, acolhem as pessoas no louvar, ensinar, aprender e servir a Jesus Cristo.


Saiba mais:
_Culto 106 anos
_Histórico

Video Institucional:

Saramago, Deus e constatação

No dia 20 de outubro de 2009, o tema do Toque de Vida foi “Saramago, Deus e propósitos”. Nele, comentávamos o seguinte:


“Recentes declarações do escritor José Saramago, a propósito do lançamento de seu novo livro, mostram mais uma tentativa do autor de praticar algo fora de seu alcance: exegese bíblica. Esta área da Teologia se aprofunda na interpretação do texto bíblico, procurando, dentro da ‘floresta’, entender ‘cada árvore’. E também as ‘árvores’ em seu contexto.
Por declarações como as que fez já se entende com que propósito o autor costuma bater seu machado: “Não é contra Deus que escrevo, porque ele não existe. Escrevo contra as religiões que se definem contra a liberdade", “A Bíblia é um manual de maus costumes", deve ser mantida “escondida das crianças” (fonte).

Para o problema ‘Deus’, que é universal – todos se confrontam com ele e dão alguma resposta -, Saramago também teria a sua.

Diversos comentários poderiam ser feitos, mas ficamos apenas em um: na verdade, o que Saramago faz é positivo: ele confirma a Bìblia. A Palavra mesmo destaca que o descrente diz no seu coração: “Não há Deus” O estranho seria ele aceitá-la. Alguém sem fé ler a Bíblia e desprezá-la nada mais é que reafirmar o que a própria Palavra diz..
Ou seja, as opiniões deste José vêm a reforçar aquilo que ele julga destruir. A história do Filho de José, apesar de passar pelo intelecto para ser compreendida, só pode ser lida de verdade com outra inteligência, a qual revela seu propósito. E esta não é a das palavras, articulações e opiniões meramente humanas. É Presente de Deus.

Por fim, como vemos, a Bíblia continua viva, útil e servindo para muitos propósitos. Inclusive para um ateu vender seus livros.”

De lá pra cá, algo se pode acrescentar. No dia de hoje, em que aos 87 anos José Saramago, “ateu convicto”, se despediu deste mundo, uma constatação é fácil de fazer.

Agora finalmente ele vai saber se Deus existe ou não.

quinta-feira, junho 17, 2010

quarta-feira, junho 16, 2010

Gosto muito é de gostar das coisas de que gosto muito.

Efeito da fé

O garoto reclamou:
-Mamãe, meu estômago está doendo!...
A mãe, aproveitando para ensinar uma lição ao filho, disse:
-Pois é, meu filho, viu só? Isso é porque você está de estomago vazio. Você não almoça direito!
Após alguns instantes, o menino então,comentou
-Ah ta, entendi, mãe. E agora entendi também porque o tio João vive reclamando de dor de cabeça.

E coração vazio, dói? Bem o certo é que incomodar, incomoda. Mesmo que o seu dono não perceba. Por mais duro que alguém tente parecer externamente, se o coração não encontra o conteúdo que é capaz de preencher, ele caminha na escuridão.

No fim, a verdade é que um coração vazio ou não corretamente preenchido dói, sim. E muito.

E não basta querermos preencher com um novo amor – o que, em si, é bom. Não adianta satisfazê-lo com sensações, o que também em si não é errado. Não adiante tentar com dinheiro ou posses deixá-lo cheio, porque não é possível. Enfim, há vários paliativos, mas nenhum deles de efeito definitivo.

Nenhum com o efeito da fé

Aparentemente o coração permanece vazio, pois a fé não se vê. Mas é então que todo o espaço é preenchido de uma paz que não se compra, uma alegria que não se ingere, uma esperança que não se paga. E um amor que é eterno enquanto dura – ou seja, toda a eternidade: o amor de Jesus Cristo, que deixou a cruz e o túmulo vazios para preencher nosso ser. As dores que ele sofreu nos aliviam e o espaço que antes era vazio agora fica completamente tomado da paz que não tem mais fim. E termos a oportunidade de nos alimentarmos direito, para nosso coração estar fortalecido por toda a nossa vida.

Fé, com efeito, definitiva.

terça-feira, junho 15, 2010

“Ser comprometido com o trabalho é uma virtude. Mas tudo que se torna excessivo vira vício. E nenhum tipo de vício é saudável."

Giovana Tensini de Aguiar

segunda-feira, junho 14, 2010

Amarrados

Jogue um pedaço de papel na água. Normalmente, ele não afunda, ou demora muito para tanto. Agora amarre este mesmo papel numa pedra e faça a mesma coisa. O resultado é drasticamente diferente. Ele não terá nem ao menos um segundo para ficar na superfície. Simplesmente não terá mais como boiar.

Há pedras indesejáveis e muito pesadas às quais, frequentemente, nos amarramos, e que nos puxam para o fundo. Existem cascalhos e pedregulhos que permitimos se colarem ao nosso viver e que comprometem nossa estabilidade e capacidade de respirar. Existem. E não são poucos.

Por isso, quanto mais cedo estas pedras são identificadas, com menos chance se apegarão ao nosso ser, tornando-se o peso incômodo que, mais dia, menos dia, vai nos levar para o pior lugar.

A Bíblia nos fala que Jesus Cristo é a Pedra angular. Esta é a rocha de que precisamos, pois nos serve de fundamento e base para a vida. Salva, dá sustentação e mantém o coração firme. Impede que outros cascalhos e pedrinhas tomam conta de nossa mente e não deixa que arrastem às profundezas nosso coração. Se deixarmos os percalços e ansiedades da vida nos amarrarem, logo o resultado vai se mostrar.... Mas se nossa fé estiver amarrada nesta Pedra com toda confiança, não há o que temer.

Sempre teremos estabilidade e capacidade de respirar.

“Às vezes somos tão fúteis que nos importamos até mesmo com a opinião daqueles que não nos importam.”

Marie von Ebner-Eschenbach

sábado, junho 12, 2010

“Para evitar a crítica, é só não falar nada, nem fazer nada, nem ser nada.”

Elbert Hubbard

sexta-feira, junho 11, 2010

Sorteio camiseta da copa

Feito o sorteio, já temos os ganhadores e ganhadoras das 5 camisetas da JELB. Isto mesmo, não apenas 3, mas 5 camisetas foram sorteados, já que esta foi a maior participação em promoções da história do TdV! Obrigado!

Confira!


video

Obrigado a todos! E até a próxima,

Antes do chamado

Eu conversva com um grande amigo, um experiente pastor. Ele comentava um grande sonho que queria ainda colocar em prática. Ao começar a conversa, disse:
- Lucas, antes de o Pai me chamar para casa, eu tenho planos de...
E então falou a respeito da idéia.
Mas este não é o foco desta mensagem. O que me chamou a atenção foi esta frase suave, doce e confiante: “Antes de o Pai me chamar”. Ela ficou na minha cabeça, e eu sabia que ainda escreveria algo sobre.

A razão é porque este é um pensamento que sempre pode nos acompanhar: o que estou fazendo, o que vou fazer, antes de o Pai me chamar para casa?

Ficar magoado, reclamar? Quem sabe achar que os outros sempre são mais felizes do que eu? Falar mal das pessoas tirando conclusões que não podemos sustentar? O ainda, julgar o pelo que vemos, ao invés de ir perguntar? Desistir, lutar? Sorrir, não tentar? Procurarmos nos servir do poder ou querer o poder de servir?
Viver sem fé?

Estas questões tornam-se ainda mais importantes quando lembramos que “o Pai me chamar para casa” pode ser hoje, e não necessariamente só quando tivermos 90 ou 100 anos. NIguém sabe o dia de amanhã. “Hoje é o tempo oportuno” (2 Coríntios 6.2)

Jesus Cristo, antes de voltar para o lar, realizou a obra que dá sentido à nossa vida. O que Ele fez por nós dá capacidade de viver o agora, o presente, o “antes de o Pai nos chamar pra casa”, confiantes, felizes e esperançosos. Para podermos também compartilhar esta boa noticia e colocar em ação o conteúdo do Seu amor. Antes de chegar o dia em que o Pai estará diante de nossos olhos, podemos viver confiando e agindo conforme esta fé. Aliás, é somente por causa de Seu amor que podemos viver tão seguros o agora. Porque sabemos o que vem depois

Algo que podemos viver agora, amanhã e sempre. Até o Pai nos chamar para casa.

Rapidamente parado

Cada vez mais rápido. E cada vez mais parado. Um bom resumo para nossa frenética rotina diária

Informações em tempo real, comunicação instantânea. Carros mais potentes, aviões mais velozes. Fast tudo.
Do outro lado, cada vez mais sentados na frente do computador. Mais horas gastas na frente da TV. Mais tempo parados em congestionamentos. Mais tempo perdido em filas.

Como se já não bastassem as contradições com as quais convivemos.

No entanto, estes são dois antônimos servem bem para a vida pessoal. Um, porque é inevitável. O outro, porque é imprescindível.

Não podemos simplesmente não ser rápidos. A vida segue em frente e, assim, nós também. A necessidade de se ajustar ao que vai acontecendo acaba não sendo escolha, e sim imposição. Por isso precisamos acompanhar o ritmo para garantirmos sobrevivência, vivência, convívio, conforto.

Mas podemos, sim, ter tempo para sentar. Parar para ouvir. Prestar atenção na Palavra de Deus, na palavra dos outros, na expressão da familia, no ambiente do trabalho... É imprescindível desacelerar para ouvir, refletir. E então voltar a agir, com mais conteúdo e força.

Deus nos dá isto todos os dias - oportunidades de lembrarmos que Ele é Deus, de reconhecermos que Ele é tudo, de crermos que Ele é Salvador e de agirmos porque Ele nos leva à ação. Porque, pela fé, Ele tem a comunicação que é rápida, precisa, instantânea, para acalmar o coração.

Não para deixá-lo parado. Mas para que saiba que, por mais rápido que esteja, sempre pode sentar-se com confiança no colo do Pai.

terça-feira, junho 08, 2010

“Aquele que quer reger a orquestra precisa dar as costas à platéia.”

James Cook

Cativar

por Elton Fischer


No livro “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry, há uma definição sobre cativar. Aliás, é uma das frases mais lembradas no meio educacional e de relacionamento: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Em meio ao diálogo entre a raposa e o Principezinho, temos duas passagens marcantes: ''Mas, se tu me cativares, passamos a precisar um do outro. Passas a ser único no mundo para mim. E eu também passo a ser única no mundo para ti...'' e '' O essencial é invisível para os olhos'”. Esta última frase foi o grande segredo revelado pela raposa ao príncipe.

O essencial é invisível aos olhos. Esta será uma verdade no mundo em que vivemos? Especialmente quando vemos que sucesso, status, dinheiro, poder, imagem são as verdades e razão de ser de muitos, que os motiva e cativa. E todas elas são visíveis aos olhos, inclusive aos nossos. Analisando apenas por neste foco, podemos ver que o pensamento inicial do livro está sendo seguido à risca: te tornas responsável por aquilo que cativas.

Mas que bom que esta não é a única forma de interpretar esta citação.

Deus nos cativa de forma diferente. Para Ele o essencial continua de fato sendo invisível aos olhos, mas toca o nosso coração. Seu amor revelado em Cristo Jesus nos cativa desde o nosso nascimento, nos acompanha durante nossa vida e não termina aqui. Este amor que é essencial e invisível prepara-nos para a vida que segue além. Deus quer ser único em nossa vida, para nos cativar e amar diariamente. Nós, pela fé, podemos nos aproximar dEle, amando-o de coração, alma e entendimento e ao próximo,. Assim como a raposa e o príncipe.

Quando Jesus esteve presente em nosso meio, nos revelou que nos ama, jamais nos deixará sozinhos. Ele é único para nós e nós somos únicos para Ele. Jesus tornou-se eternamente responsável quando optou por dar sua vida em favor da nossa. Mas Ele mudou o foco. Cativou nossos corações e quer que cativemos aqueles que amamos.

Escrevi aqueles, e não aquilo. E esta verdade, apesar de invisível, continua essencial.



Rev. Elton Fischer
Capelão do Colégio Ulbra Cristo Redentor
Canoas, RS
pastoral.ccr@ulbra.br

domingo, junho 06, 2010

“A altura das suas realizações será igual à profundidade das suas convicções.”

William Scolavino

sexta-feira, junho 04, 2010

Looking forward

Image source


The entrance competition(SAT) held in late May shows that
next semester at Ulbra has already begun.



The Fall Saturday morning of May, 29th, welcomed 2900 candidates in the 15 campuses at 6 States of Brazil. They crowded classrooms applying to qualify to get into college next August. On that day The Lutheran University of Brazil (Ulbra) had its 2nd semester ‘vestibular’(Brazilian entrance competition). The results were published late Sunday, 30th , and the qualified competitors are now able to register for their 1st semester at Ulbra.

In Brazil, most Universities work in a Semester based system. At the end of every 6 months students register for the courses they want (and are able to) in the next semester. New students need to apply for the ‘Vestibular’, a written knowledge verifying test that qualifies for the 50 available places in each course’s first classes. The highest search this semester was for Medicine School, with 800 students applying for a desk in the classroom.

In Brazilian terminology, the first semester (e.g. 2010-01) begins in March and ends on early July, then the four-week Winter break begins. Classes resume early August for the 2nd Semester (e.g, 2010-02), going until early December. Then its time for the 3 month Summer break..

Since it’s severe crisis on late 2008 and early 2009, Ulbra has been able to slowly recover from its losses and regain its administrative credibility in society. Moving back its focus to the Educatoin area the Institution has been able to reverse its student loss and to work on recovering its full capacity. Today, with over 140,000 students (daily commuting + e-learning) in all levels of Educations -from Kindergarten to Ph.D programs- Ulbra’s Educational System, sponsored by “São Paulo” Lutheran Congregation at Canoas, is one of the largest confessional institutions in the world.


“New Ulbra”
On April, 2009, after 37 years as the head of the Institution, former rector Ruben Becker resigned due a long lasting crisis in the Institution. On May, 2010, after a thorough federal investigation he was
indicted by Brazilian Federal Police under 4 different charges. Shortly after the same happened to his son, Leandro (former Vice-rector) and his daughter, Ana (former Rector’s assessor) .

In the way of recovery, since 2009 both Rectorship, leaded by Rector
Rev.Marcos Ziemer, and “São Paulo” Congregation, leaded by President Mr. Augusto Timm Neto, work on ways to solve problems inherited from former managers. Many measures, negotiations and actions have been conducted to find ways to feasibility of the Institution. It includes adding ‘New’ to the logo “Ulbra” positionig the new moment the Institution is bringing forth.

Coming back to its mains focus - Education – and looking forward to the next steps, the Lutheran University of Brazil sees quite hard times in the near future. But it sees also God’s hands quite close strenghtening faith and hope. Working confidently for solutions that will enable Ulbra to continue the sowing of seeds of Education and Faith.

Hope, help

The other day I sent an email to a friend with some information she requested. After writing what I was asked to I finished with the line: “I hope I helped”.

I don’t know for English speakers but for a foreigner like me that’s a good sounding phrase: “Hope-helped”. I don’t know even if that is a smooth English sentence. But I’d like to dwell a little on what it is intended to mean.

‘May I help you?” is one of the top 10 questions of our daily life. Even though we humans have a strong egotistic drive, we have the desire to help. To be helpful, useful. So as we help someone the desired result is that what we intended to do has really been done and the helping hand we reached out has effectively helped in some way. We hope we were able to help. We hope we helped.

This hope-help sentence however works only in the horizontal way. Because when we think upward there’s no hope to be helping. We can’t be helpful to ourselves in getting to God’s presence. We are not able to help ourselves in having a life that walks under God’s will. We can’t help but being lost in our efforts and noticing that our justice will never help us in any way.

We can’t hope to help.
But we can have help in the Hope.

Because of his Great Love and his drive to help mankind, the crown of His creation, God gave us hope. Jesus Christ gives us hope through his work on the cross. This is the Helping hand that comes in our direction and that is grabbed in faith. This is the Hope that replenishes our hearts and leads our walk under God’s will and grace. Further, it’s a one of a kind hope. For human hope is only this – hope. God’s Hope means God’s certainty. We know it comes true. We know it’s surely going to help.

This is a Bible Word and promise that today comforted my heart. So I wanted to share it with you.

I hope it helped.


Text revision:
Kim Starr
St. Louis, USA

Bola da Vida

por Ângelo Elicker


Nesta semana, os jogadores da copa do mundo e também da Seleção brasileira reclamaram de forma contundente sobre a Jabulani, a bola oficial da copa. A maior parte das críticas é com relação ao seu peso e, segundo os goleiros, a bola faz algumas “trajetórias malucas”, tornando-a imprevisível. Muitos já foram os modelos de bola. A cada copa elas mudam de design, cor, peso, textura e material utilizado. E quase sempre, há críticas.

Algo muito semelhante às nossas vidas. A nossa vida vai mudando dia após dia, ano após ano. Ela é capaz de fazer trajetórias malucas e imprevisíveis. O ser humano está sempre em busca da “melhor bola”. É uma procura incessante por uma vida mais moderna, agradável, ágil e tranqüila. Entretanto, por mais “redonda” que esteja, sempre há críticas, cobranças e comentários que nos deprimem e desanimam. Podemos nos sentir a “bola da vez”, mas as decepções e os desgastes serão inevitáveis.

A constante transformação e modernidade deste mundo sofisticado fazem com que nossas próprias vidas entrem neste ritmo frenético da busca pela perfeição, que, como vimos, não existe. Vivemos num mundo imperfeito. Mas sabemos que existe um novo mundo perfeito, indescritível e eterno. Não será o Brasil após as eleições. É o novo céu e a nova terra que Jesus já preparou para todo aquele que nele crer.

Independente se a “bola da vida” tem os modernos quatorze gomos coloridos colados ou os antigos trinta e dois gomos costurados em preto e branco, e, mesmo que seja perfeitamente redonda, ela sempre terá os seus deslizes. Poderá ser mais leve ou pesada. Poderá rolar ou voar. Poderá andar em curva ou em linha reta. Com ou sem efeito. Poderá ir mais devagar ou como um foguete. O que importa é que com Jesus em campo, vamos ter a certeza do golaço da vida eterna, que nos garante a vitória e a alegria de sermos campeões. Não campeões do mundo. Mas campeões sobre o mundo e suas imperfeições. Com Cristo, a taça da vida é nossa!


Rev. Ângelo Elicker
Comunidade Luterana “São Paulo”
Canoas, RS
pastorangelo@gmail.com

quarta-feira, junho 02, 2010


“Uma mente nobre tem vergonha de não se arrepender.”

Alexander Pope

Bom uso

Para o que você costuma usar seu carro?

Pergunta besta esta. A resposta é obvia, carros servem para andar. Isto é, dirigir, ir a algum lugar. Alguém faria algum outro uso? Bem, pode ser que sim, talvez morar, namorar, exibir-se. Intimidar, agredir... Mas, via de regra, carros são feitos para deslocamento. Ir daqui para lá ou de lá para cá.

Sabe que, às vezes, seria bom se fizéssemos mais ‘perguntas bestas’ em nossa vida? Talvez começaríamos a nos dar mais conta de que as repostas, que parecem tão óbvias, já está um tanto fora do rumo. Podemos utilizar o que temos para finalidades a que não se destina.
-Como utilizamos nosso corpo? Cuidamos dele, fazemos uso adequado de nossa ‘maquina’, ou tratamos com desleixo, emprestamos para qualquer um usar, não cuidamos...?.
_Nossa familia e amigos, para que servem? Descarregarmos nossas frustrações, esperamos que nos compreendam sempre e darmos atenção só quando estamos em necessidade?
_Nosso próximo, para que serve?
_Nosso trabalho? Os dons, os talentos, a esperança... a fé?
_Para que serve o dinheiro?

De fato, precisamos de mais perguntas’ bestas’ diárias.

E, quem sabe, precisamos diariamente desta perguntinha: quem é e para que serve Jesus Cristo? Sim, para que Ele serve? Pois assumiu a forma humana para nos servir em amor. Mostrar quem Ele é o que faz constantemente em nosso caminho e nosso coração. Além de nos salvar, nos orienta a utilizarmos tudo aquilo que nos dá do jeito mais correto humanamente possível, fazendo bom uso dos presentes diários que recebemos. Nele, encontramos a convergência maior de todas as finalidades: amar a Deus e ao próximo..

Neste caso, talvez quanto mais ‘besta’ a pergunta, mais importante a resposta vai ser.

terça-feira, junho 01, 2010

“Se você se acha muito pequeno para fazer a diferença, você nunca tentou dormir com um mosquito no quarto”.

(Betty Reese)