segunda-feira, junho 14, 2010

Amarrados

Jogue um pedaço de papel na água. Normalmente, ele não afunda, ou demora muito para tanto. Agora amarre este mesmo papel numa pedra e faça a mesma coisa. O resultado é drasticamente diferente. Ele não terá nem ao menos um segundo para ficar na superfície. Simplesmente não terá mais como boiar.

Há pedras indesejáveis e muito pesadas às quais, frequentemente, nos amarramos, e que nos puxam para o fundo. Existem cascalhos e pedregulhos que permitimos se colarem ao nosso viver e que comprometem nossa estabilidade e capacidade de respirar. Existem. E não são poucos.

Por isso, quanto mais cedo estas pedras são identificadas, com menos chance se apegarão ao nosso ser, tornando-se o peso incômodo que, mais dia, menos dia, vai nos levar para o pior lugar.

A Bíblia nos fala que Jesus Cristo é a Pedra angular. Esta é a rocha de que precisamos, pois nos serve de fundamento e base para a vida. Salva, dá sustentação e mantém o coração firme. Impede que outros cascalhos e pedrinhas tomam conta de nossa mente e não deixa que arrastem às profundezas nosso coração. Se deixarmos os percalços e ansiedades da vida nos amarrarem, logo o resultado vai se mostrar.... Mas se nossa fé estiver amarrada nesta Pedra com toda confiança, não há o que temer.

Sempre teremos estabilidade e capacidade de respirar.
Postar um comentário