sábado, junho 30, 2007

Vestibular

VESTIBULAR - CANOAS

A Capela abriu sua programação especial de Vestibular com um momento devocional conduzido pelo pastor Lucas Albrecht. Pastor comparou o clima da manhã de sábado, com bastante neblina, com as dificuldades do cotidiano. “Quando a neblina se dissipa o sol, que sempre esteve presente, reaparece. Assim devemos encarar nossos problemas na vida”, aconselhou.


As candidatas Alexandra Ellwanger, 17, e Isadora Pilger, 16, buscaram na Capela um momento de reflexão antes de responder a prova. Moradoras de Ivoti, as adolescentes escolheram a ULBRA para prestar o primeiro vestibular. Alexandra tenta uma vaga para Fisioterapia e Isadora para Psicologia.


Momentos devocionais não faltaram na programação da Capela. A esquete Todo Mundo e Ninguém tratou sobre a soberba e os riscos sociais. Quatro personagens (Todo mundo, Ninguém, Dinato e Belzebu) travaram diálogos entre as pessoas na Terra e o plano espiritual. O texto é um fragmento de um auto de Gil Vicente. Após a apresentação, seguiu-se música instrumental.

Fonte: ACS Ulbra.

sexta-feira, junho 29, 2007

desde a infância

Virou febre na internet o vídeo não tão recente assim de uma menina pastora. Demonstração impressionante de todo um jeito de ser denominação religiosa.

Vestibular

Amanhã é dia de provas em todos os campi da Ulbra.
Na Capela, "Pais e filhos diante do Pai", devocional de 1o minutos de música e reflexão, e depois, como já é tradicional, música na CApela.

Sábado à tarde sai o gabarito e domingo, o listão.

Ame

Um dia ela cansou. Desistiu de arrumar a casa, cuidar dos filhos, coordenar a rotina doméstica. Não se sentia mais valorizada. Decidiu partir. Arrumou suas coisas, deixou um bilhete, "há comida na geladeira e as crianças estão alimentadas" e, um pouco antes de ele chegar, ela se foi.

O marido chegou e encontrou o bilhete. Estranhou, mas até não deu tanta importância. Só mais tarde, quando o telefone tocou, ele começou a perceber a gravidade.
"Como está, tudo bem aí?"
"Sim, mas onde você está? o que..."
E ela desligou.
Na noite seguinte, a mesma coisa. Poucas palavras.Pelos próximos três meses, a cena se repetiu. Ela ligando, e ele sempre tentava dizer algo. "Meu amor, o que houve?" "Volte pra casa, eu e as crianças te amamos. Queremos te ter aqui de novo". "Sentimos sua falta". E ela desligava.

Até que ele contratou um detetive para encontrá-la. Três dias depois, o homem trouxe a informação: a esposa estava morando em um hotel de terceira do outro lado da cidade.

Na sexta-feira seguinte, no início da noite, ele pagou uma babá para cuidar das crianças, pegou o carro e foi até o hotel. Chegou em frente à porta do quarto. Nervoso, tocou a campainha. Ela atendeu e os dois se olharam por alguns instantes. Então ele a abraçou com carinho, emocionado. "Eu te amo e sinto sua falta. Eu preciso de você!"
"Eu também te amo. Eu vou voltar."
Ambos, entre lágrimas, começaram a arrumar as coisas dela.
"Você acredita no meu amor, então?", disse ele.
"Sim, acredito"
"Então porque, depois de tantas vezes que te disse nas ligações que a amo e que sinto sua falta, você não voltou antes?
"Porque até agora", disse ela com simplicidade, "eram só palavras. Hoje você veio até mim".
(extraída e adaptada deste texto aqui).
Quanto mais experiência se tem em relacionamentos de amor, seja casamento, amizade, família... mais esta história toca.
E ela é também uma ilustração do que é amor para o inventor dele Deus: não só falar que nos ama, mas vir ao nosso encontro.
Amou e demonstrou - provou.
Verbos que continuam tendo tempo presente.
Amar é um verbo de ação.
Quer um amor pra vida inteira?
Ame.

quinta-feira, junho 28, 2007

Open your eyes



"Abra seus olhos". Gosto da música, e gostei também deste vídeo (em inglês), ligando a letra com o abrir os olhos e agir na direção do semelhante.

Bem legal!



Abra seus olhos
Snow patrol

Tudo isto parece estranho e falso,
e eu não quero perder um só momento sem você.
Meus ossos doem, minha pele está fria
E eu estou ficando tão cansado e tão velho...

A raiva me corrói por dentro
e eu não vou sentir os pedaços e os cortes.
Eu quero tanto abrir seus olhos
porque eu preciso que você olhe dentro dos meus

Digam-me que você abrirá seus olhos! [x4]

Levante, saia, vá pra longe desses mentirosos,
porque eles não possuem sua alma ou seu fogo.
Pegue minha mão, entrelaçe seus dedos nos meus
e nós sairemos deste quarto escuro pela última vez

Cada minuto a partir deste agora
podemos fazer o que gostamos, em qualquer lugar.
Eu quero tanto abrir seus olhos
porque eu preciso que você olhe dentro dos meus.

Diga-me que você abrirá seus olhos! [x8]

Tudo isto parece estranho e falso
e eu não vou perder um só momento sem você.

Clipe original

Espetáculo

Aquele garoto do interior queria muito conhecer um circo. Seu sonho era poder presenciar o que era chamado de o maior espetáculo da terra.
Quando chegou um dos mais famosos à cidade, não teve dúvida. Insistiu com o pai até que ele concordou em deixá-lo ir no sábado - mas com a condição de que fizesse antecipadamente todas as tarefas escolares.
Sábado, meio dia, tarefas feitas, almoço quase no fim e então, o pai finalmente lhe dá algumas moedas. O menino termina a refeição, prepara-se e sai radiante rumo à cidade.
Ao chegar, ficou maravilhado! O circo passava pela rua principal em desfile. Animais enjaulados, atores, trapezistas... Uma exibição de encher os olhos. E ele ali, sem perder um só detalhe! Viu comovido toda a equipe passar diante de seus olhos.
Então, encerrando a caravana, vinham os palhaços, brincando com o público. Quando um deles se aproximou com seu chapéu na mão, o menino tirou as moedas do bolso e colocou dentro, com um grande sorriso.
Terminado o desfile, satisfeito, tomou rumo de casa.

Ele achou que tinha visto tudo. Mas aquilo não era nem metade...

Tenho a impressão de que às vezes deixamos de ter mais em nossa vida porque nos contentamos com o que nossos olhos vêem. Com o que nossa mente julga. Ou o que nossa capacidade consegue criar.

A fé em Deus, o maior espetáculo da vida, nos leva muito além do que sonhamos, imaginamos ou que o mundo faz desfilar diante dos nossos olhos. É tão simples; mas tão completa!

E acontece todo dia. Basta... ter!

Imundície

Após uma semana de acampamento de férias, o garoto voltou pra casa com dois prêmios: um por vencer na natação e outro por conhecimentos gerais. "E essa terceira medalha aí, é do quê?", perguntou a mãe, olhando para a mochila. "Ah, essa eu ganhei por ter a mochila mais bem arrumada na hora de vir embora".
"Uau, estou orgulhosa de você, filho!"
"Ah, mas essa foi fácil, mãe. Eu nem abri ela durante a semana toda".
(tradução livre de parte deste texto.)

Dá pra imaginar a sujeira do garoto após sete dias?...

Pois existem muitas pessoas que, buscando a qualquer preço o prêmio das vantagens, promoções, propinas e favorecimentos pessoais, sujeitam-se à completa imundície ética e moral.

Infelizmente.

quarta-feira, junho 27, 2007

Joelhos

Interessante nosso mundo em que muito se dispoem a ficar de joelhos diante de homens, mas se recusam a ajoelhar-se diante de Deus.

(parafraseado de Neimar de Barros).

Um milímetro

Fonte da imagem.

Não faz muita diferença para um corredor de maratona. Nem para o tamanho do sanduíche. Não tem muita importância para a diferença uma manga e outra da camisa. Um milímetro não nos afasta do cônjuge, não nos dá um emprego, não compra um carro novo nem aumenta o salário.
Um milímetro afinal, pode ameaçar nossa vida?

Pode. O colega e amigo pastor Thompson, da
Brazil Mission Society, compartilhou consoco um pouco dos momentos nestas últimas semanas, quando foi descoberto um tumor na sua bexiga.

Apenas um milímetro.


E de repente, a vida muda. Os planos balançam. A segurança tropeça. A dúvida não apenas surge no horizonte como se transforma num outdoor ao longo da estrada. Nas palavras dele vi o normal de qualquer ser humano. "A gente fica perturbado. É o tipo de coisa que chama sua atenção mesmo".
Felizmente, numa escala de 1 a 4, o dele era nível 1. Já foi retirado e a chance de cura total é de quase 100%.A frase mais importante da conversa, entretanto, foi uma antiga certeza com nova força: "Nessas horas, vemos que tudo se resume a confiar em Deus".

Porque não importa nosso longo currículo de bons serviços prestados ao vizinho, à Igreja, à sociedade, ao sistema solar. Todos os que são humanos estão sujeitos a tudo neste mundo de imperfeições. Até a ter o nome pela primeira vez associado a uma doença que assusta só ao ser mencionada.

Tudo se resume a confiar em Deus. E que bom! Se é verdade que boas ações não isentam o ser humano de ser alvo das dores do mundo, é mais certo ainda que o amor que Deus por seus filhos ampara, alivia e mostra esperança. Relatos como este afirmam a experiência de, quando a distância parece aumentar, ser guardado, abraçado por este Pai sempre próximo, que jamais abandona, nunca se afasta, nem pensa em ir pra longe. Nem um milímetro sequer.

Nos momentos mais difíceis, não arredar um milímetro de nossa fé faz, sim, muita diferença.

terça-feira, junho 26, 2007

Veículo do ano


E deu Ulbra TV mesmo! A emissora portoalegrense, há apenas dois anos e meio no ar, e já no quinto lugar do Ibope na grande Porto Alegre, levou Top of Mídia 2007 como Veículo do ano na noite desta segunda, 25.06


O site da Ulbra traz a notícia. E o Toque de vida reproduz:


"ULBRA TV eleita Veículo do Ano pelo Grupo de Mídia
A ULBRA TV foi eleita o Veículo do Ano na nona edição do Troféu Top of Mídia 2007, e Mário Pool, seu diretor responsável, recebeu a premiação na noite desta segunda-feira, 25.06, no Dado Bier do Shopping Bourbon Country, em Porto Alegre, RS. A emissora concorreu ao prêmio com a Rádio Atlântida, do Grupo RBS, e a agência LZ Comunicação Visual.


Para Maria do Carmo Bueno Garcia, diretora de Telejornalismo, “essa premiação é um reconhecimento do trabalho que a ULBRA TV vem fazendo, e que, mesmo sendo uma emissora nova, já demonstra uma competição de mercado e que busca através de um trabalho sério, competente, ético, corresponder ao que o telespectador deseja de um veículo de comunicação."


A entrega do Troféu Top of Mídia é promovido pelo Grupo de Mídia do Estado e patrocinado pela Zero Hora, comemorando o Dia do Mídia. Também receberam os troféus, os melhores cases de agências e clientes atuantes no Rio Grande do Sul. O troféu Luis Fernando Martins, destinado ao Mídia do Ano, foi dado a Ceres Hack, da Escala e vice-presidente do Grupo de Mídia. Profissionais de jornal, televisão, rádio, revista, mídia externa, internet, mídia alternativa, cinema, campanha e projetos especiais também receberam prêmios.

Novo

Site da Ulbra TV de cara nova, vale a visita.





Por falar em Ulbra TV, a emissora recebeu o prêmio "Top de Mìdia" de veiculo do ano. Vou descobrir mais detalhes e posto assim que der.

Mas desde já, parabéns pra galera toda!

Update: Não precisei ir muito longe, a solução estava em casa. Já subo a notícia direto do site da Ulbra.

Não

A menina conversava com a mãe sobre o porquê de muitas coisas na vida serem negativas. "Não pode" isso e aquilo, "não faça" determinada coisa, "não perturbe"...
-Até os mandamentos na Bíblia, mãe. Praticamente todos têm "não" no começo.
-É verdade. Mas, filha, quantos mandamentos são mesmo?
-Dez, mãe.
-Agora pense em todos os 'sim', tudo o que nós podemos fazer. Se Deus fosse escrever todos eles, quantas Bíblias seriam necessárias?...

É verdade. O Pastor Donato Pfluck, de Alvorada, trouxe a reflexão numa reunião hoje pela manhã. Se é certo que muitos se queixam do "não", especialmente na educação das crianças, é inegável sua utilidade e a praticidade. Pense no número de placas nas ruas, de páginas nos códigos, de folhas nas agendas escolares, de parágrafos nos estatutos e regimentos de instituições, se optássemos por escrever o que podemos fazer. Não acabava mais.

Acabamos nos dando conta, assim, que o mundo não é tão negativo quanto pensamos. Ao dizer não para uma criança, não estamos negando todos os sim de possibilidades que ela tem. Ao dizer não a um amigo, continuam valendo todos os "sim" da amizade. Ao recebermos um 'não’ da vida, muitas outras oportunidades continuam nos esperando.

Se Deus nos diz alguns "não", como nos dez mandamentos, não dá nem pra comparar com todas as possibilidades, as afirmativas, as chances de conquistas, lutas e experiências que Ele também dá. Amar, viver, aprender, deixa rum legado, sorrir, olhar, tocar, correr, descansar, conhecer, entender, chorar, rir, ajudar, estender, torcer, apaixonar-se, ... tudo bem, eu paro por aqui pra manter o post pequeno.

Às vezes a vida parecer um eterno "ene-a-ó-til". Mas olhe para dentro, para cima, para os lados. Tem sempre muito mais possibilidades que continuam ali, esperando você entrar em ação.

segunda-feira, junho 25, 2007

Brechó da Amizade


Este foi o nome da ação de apoio e auxílio a famílias carentes do Bairro Guajuviras em Canoas. Foi sábado, 23,06, com as doações de muitas pessoas e aconteceu sob a ótica no não "simplesmente dar", mas vender a preços simbólicos, tipo 50 centavos ou um real. E peças de roupa em ótimo estado.

O valor arrecadado fica para o grupo de música (Violões, flautas, canto) custear as despesas de deslocamento para suas apresentações. Como no próximo domingo, no centro de Canoas.


Esta não é uma ação isolada, faz parte das atividades de música, canto e humanização que a Pastoral vem desenvolvendo no local, com a liderança do capelão de mùsica, pastor Paulo Brum, todas as quartas-feiras. Ele, que na mensagem de ontem , aqui na capela, nos lembrou que carentes, todos somos, de uma forma ou outra. Carência material. Afetiva. Emocional. Física. Umas mais, outras menos. Mas sempre presentes. Alguma delas nos afetam diretamente. às vezes mais do que gostaríamos.


É por isso que acabamos buscando uma forma ou outra de suprir estas necessidades. Que podem variar de métodos e alternativas tradicionais à agressão a uma dóméstica por 5 covardes cuja única coisa de que não têm carência, pelo visto, é de bens materiais. É o tipo de caso que só prisão não parece adiantar.


Eles bem que poderiam estabelecer amizade com Deus, que supre a principal carência do ser humano, e que neles, está ainda mais evidente - sentido pra vida. A partir daí, ao invés de distribuir socos e pontapés, poderiam distribuir o mesmo que todos aqueles que auxiliaram nesta bela campanha de aúxílio ás famílias do Guajuviras - roupas, calçados, solidariedade, amizade. Respeito.

Amizade, aliás, que faz bem para qualquer pessoa, pois preenche o coração com fé, com amor. Sem preço - nem simbólico. É de graça.

Para descobrirmos que ajudar o próximo é como dar um abraço. Damos e recebemos. Nunca auxiliamos uma pessoa sem recebermos algo de volta.

Solidariedade rima com ação

Durante sua Feira do Livro, realizada há três semanas, a biblioteca do colégio Ulbra Cristo Redentor, numa parceria com a autora Adriana Weber, realizou uma arrecadação de agasalhos junto aos alunos dos Ciclos. Os estudantes trouxeram suas doações e receberam, de presente, um livro autografado pela escritora.
Todas as roupas arrecadadas foram doadas para a ação social coordenada pela Pastoral da Ulbra no Bairro Guajuviras, em Canoas.


Solidariedade pode ser um sentimento. Mas é mais bonita quando vira ação.


sexta-feira, junho 22, 2007

103 anos


Neste domingo, a avó da Ulbra está de aniversário.
Completa 103 anos a Igreja Evangélica Luterana do Brasil (Ielb), de quem é filha a Celsp(Comunidade Evangélica Luterana São Paulo), mãe da Universidade Luterana do Brasil.

Para marcar a data, uma celebração festiva acontece no templo da Igreja Luterana "São Marcos", em Alvorada. O evento começa às 18h e tem a presença do presidente nacional da instituição, Rev. Paulo Moisés Nerbas.

E você pode conferir ao vivo em qualquer lugar. Basta acessar a transmissão pela internet, no site www.saomarcos.br/ielb, partir das 3 e meia da tarde.

A Igreja Luterana foi fundada oficialmente em 24 de junho de 1904, por missionários norte-americanos e também luteranos brasileiros. Além da espiritualidade, atua em diversas áreas, principalmente na Educação, onde se destacam a Faculdade ‘São Marcos’, que vai sediar o evento, e especialmente a Ulbra, a 3ª maior universidade brasileira.


Saiba mais:
Breve histórico

Gastar menos

Recentemente, alguns grupos cristãos têm divulgado a prática do jejum, que não é estranha ao cristianismo, mas que nem sempre é feita pelo motivo certo.
Jejuar não salva ninguém, nem mesmo acelera a fila dos pedidos celestes. O objetivo do ficar sem alimentação é exercer o controle. Se você for capaz de controlar um impulso tão básico como a fome, fica mais fortalecido para enfrentar outros impulsos e vontades.

E nós estamos precisando mesmo, numa área muito básica da vida, o dinheiro. Ou melhor, o uso dele. Segundo pesquisa divulgada hoje, pelo IBGE, 85% dos brasileiros gastam mais do que ganham e precisam de financiamentos para continuar consumindo. Talvez nada mexa mais conosco do que o dinheiro na mão, na conta corrente ou mesmo no crédito parcelado. E pela minha leitura da pesquisa, não é nossa necessidade que ele mais satisfaz. São os desejos e vontades.

Se o jejum é uma prática que aparece na Bíblia, uma fonte de força para o exercício consciente da vontade também. "Se o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males", também "eu trato meu corpo duramente e o obrigo a ser completamente controlado", diz o autor Paulo. É, algumas vontades precisam levar uns socos da fé para aprenderem a ficar quietas.

E talvez o impulso de gastar sem necessidade seja uma delas. Fazer um sacrifício para não precisar virar refém monetário de instituições, dos juros, do consumo como terapia. E sacrifício, na melhor definição que conheço, é "abrir mão de algo bom por algo melhor" (Stephen Covey). Ou seja, se gastar hoje é bom, não ter dividas amanhã é muito melhor.

Já que não praticamos mais tanto o jejum, talvez o abster-se de gastar, ao menos mais do que se ganha, seja a grande ferramenta para ajudar no crescimento pessoal. Quem sabe até mais do que a ausência de comida. Aliás, comer pouco, hoje, é até moda. Bem que, para que a vida financeira não acabe virando medo, gastar menos do que se ganha também poderia virar dieta regular.

quinta-feira, junho 21, 2007

Frase

"Todos os homens se enganam, mas só os grandes homens reconhecem que se enganaram."

(Fontenelle)

quarta-feira, junho 20, 2007

Milagre

Fonte da imagem

Dia de decisão em Porto Alegre. A palavra mais utilizada por aqui é "Milagre", já que o Grêmio precisa de no mínimo 3 gols contra o Boca Juniors para ainda sonhar em ser Tri-Campeão da Copa Libertadores da América.

Sou gremista, mas este uso do termo está equivocado. Milagre é algo fora das leis da natureza. Seria o caso, de pro exemplo, se um gremista chutasse pra fora e a bola fosse pra dentro do gol.

Milagre mesmo é o que fez aquele cara de Nazaré: não bastasse contrariar em várias ocasiões as Leis da Fisica (andar sobre a água, transformar água em vinho, multiplicar pães e peixes), ainda voltou a vida três dias depois de morrer.

Comparado com isso, o "milagre" de que o Grêmio precisa hoje à noite não passa de tirar o doce da Boca. De adultos, é certo, mas sem milagres.

E, pro meu gosto, coisas como estas aqui não mudam em nada a situação.

Mais feliz do mundo

Vi no Querido Leitor o link para a matéria da Folha que fala do "homem mais feliz do mundo". Foi sem surpresa que constatei que o título é atribuído a um monge budista. Hoje em dia, no ocidente, a paz e a felicidade, para muitas pessoas, estão associadas às práticas orientais de meditação e de um certo "resolver com a mente". Até mesmo um pouco de afastamento do mundo real.

Mas eu fiquei pensando um pouco sobre essa história de ser o mais feliz do mundo. Até ontem, pensava que era eu essa cara.

Porque me faz feliz saber que tenho contas para pagar, uma delas, da minha casa. Sou feliz por ter uma esposa com quem, mesmo discutindo ou tendo atritos, tenho pilares fundamentais da felicidade - amor mútuo e família. Feliz por tem um monte de tarefas pra resolver no meu trabalho. Por ter família e amigos com defeitos, inclusive eu. Sou feliz quando meu carro quebra, quando meu time perde, quando tropeço e caio. Sou feliz quando estou meditando ou quando estou gritando. Tenho felicidade em reconhecer minhas limitações e em aceitar meus defeitos. Fico feliz até quando pego trânsito lento, pensando no que poderia acontecer se eu andasse rápido demais. Sou feliz por ter problemas para resolver.
Sou feliz por viver.

Porque a felicidade não é um estado de espírito ou de mente. É uma escolha consciente.

E, como cristão, tenho felicidade por ter um Deus que me ama, me salvou, e que me permite aprender que, quando vivemos o que é bom, até o que é ruim ajuda a ser feliz. Só Ele ensina a viver contente em toda e qualquer situação.

Ser a pessoa mais feliz do mundo é um conceito relativo, depende no que se apoia.
Mas ser a pessoa mais feliz do seu mundo, é absoluto. Você é, quando vive para ser.

Retiro




O Pastor Lucas e a Banda da capela participaram do Retiro dos Jovens Luteranos do Vale do Sinos, no sábado e domingo passado (16 e 17.06). Além da música da banda, a palestra foi do Pastor Lucas, com o tema "Ficar, ficante e rolo", os três passos dos jovens de hoje antes do 'Namoro, noivado e casamento'.


Neste post, alguns lances do excelente e bem organizado evento da galera do Dijuvasi (Distrito Juvenil Vale do Sinos).

Foto 1: Tudo pronto pra começar.
Foto 2: Dje, Palotti e Melina no local das reuniões.
Foto 3: Lu e Dje com galera de Campo Bom ao fundo(esq-dir: João, Ariane, Melina e Palotti).
Mais fotos? Aqui.

terça-feira, junho 19, 2007

Liberdade religiosa

Uma funcionária demitida por não celebrar o Natal à moda da empresa ganhou indenização na justiça. Ela não quis usar um broche em forma de anjo porque sua religião não celebra o Natal e não permite o uso de imagens. Diz a notícia do Invertia:

"Em primeira instância, os magistrados também destaram(sic) outro aspecto: o direito fundamental à "liberdade de religião, garantido pela Constituição Federal, sobre o direito de mando ou direção do empregador."

Tomara que este tipo de decisão seja regra para outras situações do cotidiano, como por exemplo, grupos que tentam impor sua visão sexual sobre as religiões cristãs.
Liberdade religiosa é direito fundamental. Garantido pela Constituição.

Pelo menos até agora.

Enciclopédia ou jornal?

Com qual dos dois a sua fé se parece mais?

A enciclopédia fica lá, na estante. Tem grande conteúdo, mas é acionada não muitas vezes. Quase sempre em momentos de necessidade e dúvida.
O jornal está presente no dia-a-dia. Cada manhã atualiza as notícias. As edições anteriores mostram a sua origem e credibilidade, mas o de ontem já não serve, ficou velho.

É certo que a fé precisa ter bom conteúdo. Mas não serve apenas para momentos de necessidade. Viver com Deus não se resume a um tempo no Templo ou a momentos esporádicos, mas é presente, cotidiano, agora. As coisas vão acontecendo e a fé ali, captando, editando, opinando e sendo crítica.

E o bom é que este jornal não vem pronto, impresso, para consumir. Deus nos dá firmeza e conteúdo para irmos registrando, agindo, gravando. Construindo a Edição de Fé diariamente, com boas palavras e imagens, tentando diminuir as notícias ruins e aumentando o espaço de pautas, matérias, opiniões de conteúdo positivo, construindo e mobilizando. No fim, talvez as pessoas que nos cercam, e que buscam uma orientação mais segura pra vida - e que sempre estão nos "lendo" -, recebam boas notícias para mudar o dia.

Aí acabamos percebendo também que a fé é, na verdade, um jornal enciclopédico: grande conteúdo com presença diária.

(A ilustração da enciclopédia e jornal é de uma mensagem do Pastor Ângelo Elicker, de Campo Bom, no Retiro de Jovens Luteranos do Vale do Sinos, fim-de-semana passado, em Gravataí, RS.)

segunda-feira, junho 18, 2007

Lembrança

Não havia falha. Todos os anos, no meu aniversário, a D. Elsa Engel estava lá. Em Naviraí, MS, minha cidade natal, era pessoalmente. Depois, até pelo menos meus vinte anos, de algum outro jeito marcava presença, fosse com um presente, um cartão ou uma ligação. Depois, mesmo que as contingências tenham dificultado um contato constante, sei que ela nunca esqueceu. Arriscaria dizer que nem uma só vez.

E o fato é que, mesmo quando não recebi mais um contato na data, não houve ano até hoje em que, ao trocar de idade, eu não me lembrasse, em alguém momento: “Eu tenho uma madrinha que sempre lembrou do meu aniversário”. O que já comentei muitas vezes, pra muitas pessoas.

Hoje recebi a notícia de que ontem, domingo, ela partiu para estar com Deus. Especialmente pra família, é o momento da ausência e saudade. Mas também da lembrança ainda mais constante. Porque ficam as melhores recordações dos melhores dias. Dos melhores momentos. Do melhor.

Dentre várias pessoas em minha vida, também a D. Elsa foi uma lembrança do cuidado de Deus. O Pai que não esquece de nenhum de seus filhos nunca, não importa quantas vezes mudem de lugar. Que nos lembra, de várias maneiras, em todos os dias, do valor que temos. Do Amigo que faz sempre o melhor, para que tenhamos as melhores lembranças e recordações de nossos dias. E que nestes momentos de perda, ausência, mostra presença. Mostra carinho. Mostra amor.

Minha madrinha foi alguém de quem lembrei, e continuarei a lembrar, com muito carinho, pelo exemplo de fé em Jesus e também pelo exemplo de cuidado e atenção. Eu me sentia como se fosse o único afilhado do mundo dela. A cada aniversário, a frase vai continuar, “Eu tenho uma madrinha que nunca esqueceu no meu aniversário”. E “Eu tenho um Deus que nunca esquece de mim”. O que ela transmitiu com este gesto simples e constante vale por muito tempo.

E lembra também de que ela está agora no lugar onde um dia também quero estar.
Lá não tem aniversário. Mas tem reencontro. E festa e alegria eternas.

sexta-feira, junho 15, 2007

Bush não errou

Fonte da imagem e da notícia.


Apesar de a imprensa noticiar amplamente que Bush cometeu uma gafe diante do Papa, desta vez os jornalistas se enganaram. O presidente americano chamou o Papa de "Senhor", e não de "Sua Santidade". Entretanto, Bush é chefe de Estado como Ratzinger, e professa a fé metodista. Se nem os católicos consideram alguém santo sem o longo processo de canonização, porque um governante de país e fé diferente deveria fazê=lo?


Aproveite e leia aqui este ótimo artigo do Advogado Éber Bundchen, "Desta vez Bush não errou", e saiba porque você e eu também não precisamos usar "Sua Santidade".

Veículo do Ano


A ULBRA TV é um dos três veículos de comunicação gaúchos indicados ao Top of Mídia, prêmio anual concedido pela associação Grupo de Mídia, o mais disputado do mercado publicitário e que mobiliza as maiores agências de publicidade. O escolhido será conhecido em cerimônia a ser realizada no dia 25 de junho. A ULBRA TV concorre com a Rádio Atlântida, do Grupo RBS, e a agência LZ Comunicação Visual. São escolhidos, além do veículo, os melhores profissionais de atendimento, representante de veículo e Opec (que trata das operações comerciais).


A Notícia é da Assessoria de cominicação Social da Ulbra.


Merecido. Em dois anos de atividade, um canal UHF sair do zero e chegar ao quinto lugar no Ibope (somente atrás das quatro grandes redes em VHF) na Grande Porto Alegre, não tem como não atrair os holofotes para si.


E os prêmios, também.

Certamente

“Olha, senhor, possivelmente poderemos resolver seu problema.

“Prezado cliente, esperamos conseguir realizar as melhoras prometidas no prazo máximo de 30 dias...’.

“Sim, existe a possibilidade de você ser contratado...”

“Sabe, estou com a sensação de que...”

Você já ouviu ou leu mensagens como esta? É possível que sim, nosso mundo está cheio delas. Inclusive nosso próprio vocabulário. “Possivelmente”, “talvez”, “eu espero que”, “é provável”...

O salmo 23, aquele belo texto bíblico que começ a com “O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará’, termina com a frase: “Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias de minha vida”.

Veja, o autor diz certamente. Como destaca o autor Max Lucado, não é:
“olha, possivelmente a bondade e o amor de Deus..
“Sim, existe a possibilidade de que a bondade e o amor...”
“Sabe, eu estou com a sensação de que bondade e misericórdia...”

O texto não deixa dúvidas. Certamente me seguirão.E não é pouca coisa que essa certeza garante.
A Bondade de Deus, que é seu cuidado com todo nosso sustento material
E a Misericórdia, que é o nunca deixar faltar o alimento espiritual. Perdão, paz, tranqüilidade, confiança e coragem, mesmo diante do pior desafio ou do maior medo.

Você vai tropeçar ainda em muitos “possivelmentes”, ou “sensações” pela vida. Nessas horas, faça o contraste do “talvez” com o certamente de Deus. Não que os tropeços desapareçam. Mas levantar de novo e continuar a correr não será apenas uma grande possibilidade.
Será uma certeza.

quinta-feira, junho 14, 2007

olhar

É através do olhar de Deus que nos vemos de fato. Porque é com os olhos Dele que nos enxergamos com o valor que realmente temos.

Valor

Ele andava pelas ruas como mendigo, errante, sem teto. Vivia de esmolas. Ninguém dava muito por ele, aliás, ninguém dava nada por aquela figura humana.

Mas ela veio de longe para vê-lo. Depois de uma longa procura, o encontrou naquela cidade, embaixo de um viaduto. Levou-o ao hospital, cuidou de sua saúde, providenciou um lar. Convidou até mesmo para morar com sua família. Ele resistia muita a tudo aquilo, o que é uma reação até normal de alguém nesta situação. Mas ela não desistiu. Permaneceu ao seu lado, tentando fazer o possível para dar-lhe uma vida um pouco melhor. Mesmo depois de descobrir que ele estava com uma doença com pouca chance de cura.

Porque ela fez tudo isso por alguém que os outros mal estendiam uma moeda? Quando quase nem ele mesmo se dava crédito?

Porque ele era seu irmão.
E ela o olhava com outros olhos. E outro valor.

Acostume-se a olhar para si mesmo não com os seus , mas com os olhos de Deus. Não importa o quão sem valor, sem sentido ou sem noção você se sinta. O olhar de Deus, através da fé, sempre te vê como filho. Sempre com amor. Sempre com um valor único e constante.
Sempre.

É através do olhar de Deus que nos vemos de fato. Porque é com os olhos Dele que nos enxergamos com o valor que realmente temos.

Milagre




è a manchete de hoje do Jornal Zero Hora sobre a situação do Grêmio depois de perder por 3 a 0 para o Boca Juniors, ontem, na Bombonera, na final da Libertadores 2007.


Mas também poderia ser uma manchete teológica. É só lembrarmos que a fé, além de um presente, é também um autêntico milagre de Deus.

quarta-feira, junho 13, 2007

preço

As principais coisas da vida não se faz por dinheiro: trabalhar no que se gosta, cuidar de quem se ama, valorizar o que se é, conquistar o que se sonha. O motivo é o amor, fruto da fé, a motivação que vêm de dentro.

E você e eu tão preocupados em acumular valores e bens...
Ter é bom.
Mas nem um por milhão de dólares você poderia ser quem é.

motivo

Uma senhora muito rica doava regularmente milhares de dólares para atividades de auxilio em regiões muito carentes.

Um dia, resolveu visitar pessoalmente uma destas instituições - um hospital -, para conhecer o modo como suas doações eram utilizadas.

Chegando ao local, a enfermeira-chefe levou-a pelos corredores, e a doadora pode ver as dificuldades, pobreza e sofrimento daquela gente. O ambiente gerava certo desconforto e o trabalho era basicamente lidar com a profunda necessidade.

Ao final da visita, a milionária elogiou a dedicação da equipe, comentando com a enfermeira chefe:
-Parabéns pelo belo trabalho de vocês! Olha, nem por um milhão de dólares eu faria algo assim!

E a enfermeira chefe respondeu:
-Nem eu.

As principais coisas da vida não se faz por dinheiro: trabalhar no que se gosta, cuidar de quem se ama, valorizar o que se é, conquistar o que se sonha. O motivo é o amor, fruto da fé, a motivação que vêm de dentro.

E você e eu tão preocupados em acumular valores e bens?...

Ter é bom.
Mas nem um por milhão de dólares você poderia ser quem é.

Agradeça a Deus.
E continue a acumular mais destes tesouros que ferrugem não estraga, traça não come, ladrão não rouba. E o coração guarda pra vida toda.

terça-feira, junho 12, 2007

Vai dar casamento?

Duas perguntas pra responder antes de casar.

_Vocês já discutiram ou brigaram (claro, não de soco) alguma vez? Não? Então esperem até acontecer. Vocês precisam saber como vão lidar com isso. Se não, o casamento termina na primeira toalha molhada em cima da cama.

_Você consegue ver algum defeito no outro? Não? Então espere conseguir. Já que ninguém é perfeito, enquanto você não vir isso, é sinal que está apenas apaixonado. Na paixão, vemos só alegria. Mas amor é quando vemos o que há de bom, de não tão bom, e então aceitamos e amamos a pessoa toda, como ela é.

Namorados

Antigamente os três passos até a vida a dois eram: namoro, noivado e casamento. Hoje é o dia dos que estão no primeiro deles. Mas não sei se ainda dá pra falar em namoro. Pois parece que hoje este não é o primeiro, mas o quarto passo. Antes de namoro, noivado e casamento, vêm ficar, ficante e rolo. Que são os que eu conheço, pode até ter mais.

Mas vou me arriscar a falar em namoro, já que muitos ainda namoram. Talvez todos até ainda namorem, mas cada um tem um conceito diferente para isso. Mas principalmente porque o ser humano ainda quer ter compromisso. Tanto que anel de noivado ficou meio raro, mas anel de compromisso existe aos montes. De alguma forma, se busca sinalizar. “ele ou ela é meu”.

Na minha opinião, principalmente, indicar eu sou de alguém. Ta certo que aquela música dizia, “eu sou de ninguém, sou de todo mundo...”. Mas isso dura pouco. Talvez o mesmo tempo que o energético ou a festa. Depois, é grande a busca por ajuda, conselhos, solução para a necessidade de ser amado, e não apenas usado.

Namorar é bom e faz bem. Faz bem porque é um período de conhecimento mútuo. E porque, apesar de tanta ficação por aí, continuam acontecendo inúmeros casamentos - a capela da Ulbra e sua beleza que o digam. Então, nada melhor que um período de para conhecer o conteúdo por trás da casca. De ver o outro não apenas bem arrumado e cheiroso, mas também nos diversos momentos e estágios dia, da semana, do ano.

Sobre isso, uma consultoria rápida e gratuita para saber se seu namoro já está bem encaminhado para um casamento. Duas perguntas:

_Você já discutiram ou brigaram (claro, não de soco) alguma vez? Não? Então esperem até acontecer. Vocês precisam saber como vão lidar com isso. Se não, o casamento termina na primeira toalha molhada em cima da cama.

_Você consegue ver algum defeito no outro? Não? Então espere conseguir. Já que ninguém é perfeito, enquanto você não vir isso, é sinal que está apenas apaixonado. Na paixão, vemos só alegria. Mas amor é quando vemos o que há de bom, de não tão bom, e então aceitamos e amamos a pessoa toda, como ela é.

Igual a Deus. Ele aceita você do jeito que você é, por meio da fé. Para que também se sinta seguro para amar alguém, namorar, e ser feliz.

segunda-feira, junho 11, 2007

Oração

Nada está excluído do poder da oração,
a não ser o que está fora da vontade de Deus.

sábado, junho 09, 2007

Problemas

Enfrentar problemas é como caminhar num dia de neblina.
Não é necessário trocar de roteiro.
À medida em que surge o Sol, ela desaparece.

sexta-feira, junho 08, 2007

Neblina


Fonte da imagem

Imagine que você precise ir até em casa numa manhã de forte neblina. Olha em frente para as ruas que precisa tomar e não enxerga quase nada. A visibilidade é de uns poucos metros e o resto, pura cerração.

Você entra em desespero, com medo de ficar perdido, pensando e pegar outras ruas e esquinas para chegar lá? Provavelmente não, afinal, está indo pra casa, e já conhece muito bem o caminho. Ainda que não enxergue quase nada. basta seguir pelas ruas que sempre segue, fazer o caminho que sempre faz. Mesmo que ele vá se apresentando diante dos seus olhos apenas de 10 em 10 metros, você não muda de rumo porque sabe como chegar aonde quer.

Problemas são como neblina, caem sobre nós afetando o alcance da visão. E podem nos fazer pensar que estamos numa rua estranha, de um bairro que nunca vimos. Podem nos fazer pensar que o mundo acaba ali, nos próximos 10 metros.

Mas não acaba. Podemos continuar a andar, sim, pelo caminho em que Deus nos colocou. Ainda que a ansiedade e o medo nos alcancem, é a confiança Nele que dá a coragem para andar em frente pelo caminho de sempre, porque este é o jeito de seguir na direção certa. E sabemos que, quando a neblina vai embora, o Sol aparece.
Aliás, sempre esteve ali.

Talvez você esteja hoje caminhando num dia de neblina. Alguém partiu, alguém chegou. Alguém não compreendeu, alguém magoou. Uma má notícia, uma boa derrapada. Dor.
A visão está limitada.

Mas não troque de rua. Não abandone a estrada. Não aceite atalhos. Continue pelo caminho que você sabe ser o certo, confiando em Quem acompanha cada passo da estrada. Mais um pouco e as coisas vão ficar bem mais claras.

Pois à medida em que surge o Sol, a neblina desaparece.

Alguém me explica

Porque eu acho que perdi uma parte.

Os religiosos não poderão mencionar que a prática GLBT é contrária à Bíblia, sem sofrerem o risco de prisão.

Já os GLBT, na parada gay do próximo domingo, em São Paulo, vão distribuir folhetos, com aval do Ministério da Saúde, orientando como usar cocaína e outras drogas.

O que é a democracia e liberdade de expressão do nosso país? Garantia da lei ou interpretação ideológica?

Preciso de uma parada pra pensar.


quarta-feira, junho 06, 2007

frase

"Ao dizer alguma coisa, cuide para que suas palavras não sejam piores que seu silêncio".

Silêncio

Você certamente já se deu conta, o silêncio também é uma ferramenta eloqüente para transmitir recados. Lembra quando você estava aprontando alguma coisa e de repente notava o olhar de sua mãe diretamente em sua direção?

Sem uma palavra, a mensagem estava entendida.O silêncio comunica. Na conversa que é iniciada para falar mal de outro. Diante da agressão gratuita e do comentário ignorante. Quando alguém precisa que você exercite os ouvidos, e não os lábios. Quando a pessoa já notou que pisou na bola. Para demonstrar respeito.
Diante da perda.
Até a música, que associamos normalmente só ao som puro, tem como uma de suas partes fundamentais a pausa - silêncio.

"Mas tem horas que é preciso falar algo!", a gente pensa. Tá certo, não falar nada, em certas situações, pode parecer estranho. Mas falar pode deixar tudo pior. Eu me recordo de vários momentos em que utilizei palavras como quem usa açúcar pra adoçar o mel - totalmente desnecessárias. E uma frase resume meu sentimento de culpa: "Ao dizer alguma coisa, cuide para que suas palavras não sejam piores que seu silêncio".

E descansar a língua se torna especialmente útil diante do que desconhecemos. Como diz aquela frase "às vezes é melhor ficar quieto e pensarem que você não entende do assunto, do que abrir a boca e não deixar dúvida nenhuma".

Em dois momentos cruciais de sua vida, Jesus Cristo mais calou que falou. Primeiro, diante do governador, onde a ausência de palavras mostrou àquele governante na presença de quem ele estava. Depois, durante as seis horas na cruz, disse apenas sete frases. O resto foi silêncio. O mais duro, e também mais importante, que já existiu.

Se você não é comunicador de rádio, não menospreze o poder do silêncio. Falar comunica. Calar impacta.

terça-feira, junho 05, 2007

Curiosidade

02h 03min 04s do dia 05.06.07

Hora e data exclusivas do dia de hoje.

O registro não é por nada místico ou mágico.
É só pela curiosidade.

segunda-feira, junho 04, 2007

Frase

Ter atitude faz diferença mesmo
quando estamos na estrada certa.

Atitude


Imagine que você está em Curitiba e vai fazer uma viagem de carro pra São Paulo. Não conhece muito bem a cidade e suas saídas, mas vai tentando. Finalmente pega e a estrada e acelera. Anda um bom trecho, tudo direitinho, mas lá pelas tantas, percebe pelas placas que está indo, na verdade, para Porto Alegre. Sul do país, e não Sudeste.
Todo o esforço em andar na velocidade permitida, ultrapassar corretamente, obedecer à sinalização! Todo o empenho em usar o cinto de segurança, em respeitar os outros condutores. Em fazer a viagem o mais perfeita possível....tudo em vão! No fim, sua atitude só o está levando mais correta e rapidamente...para o lugar errado.
Quando você nota que, apesar de todo esforço, pensamento positivo, mentalização, "sorrir no espelho pela manhã", as coisas não parecem muito bem em sua vida... será que estrada é que precisa ser revista? Talvez o caminho não seja exatamente aquele em que você está? Quem sabe promessas de atalhos não levaram seu olhar e sua mente pela trilha errada?
E, neste caso, quanto mais esforço você fizer, quanto mais rápido andar, quanto mais pensar positivo e tiver atitude, mais rapidamente vai chegar ao lugar errado.
Jesus Cristo disse que Ele é o caminho. Com isso, estava apontando uma estrada certa, confiável. segura. E um destino final feliz. Nesta estrada, as placas são seguras. As Indicações, as mais precisas. E o socorro, pronto e imediato em qualquer altura do percurso. Pois acontece, sim, de furar pneu, pegar buraco, quebrar eixo ou até ficar empenhado. Tudo bem, quando se está na estrada certa, com a força Dele, a gente enfrenta. Pois isso é muito, muito melhor do que tudo correr bem indo na direção errada.
Lembre-se: ter atitude só faz diferença mesmo quando estamos na estrada certa.

sexta-feira, junho 01, 2007

Lugar

Quando eu era pequeno, fazia com certa freqüência algo que me deixava muito bem. Acordava de manhã bem cedo e corria para o quarto dos meus pais. Chegava do lado do meu pai e dava um jeito de arrumar um lugar para deitar bem na beiradinha, junto ele. Queria deitar ali, me cobrir com o mesmo cobertor dele, ser abraçado. E aquilo fazia eu me sentir seguro, em paz.

E ele sempre deixava, claro. Ele é pai.

Quando as suas noites começam ser de insônia e pesadelos, ou quando o acordar para o novo dia traz medo e apreensão. Quando enfrentar mais uma manhã parece ser o último esforço em vida, há um lugar esperando por você. E ele e mais perto do que o quarto dos seus pais. Você pode ter certeza, toda vez que você for até lá, em fé, Ele, Deus, nunca vai deixar de dar o espaço que você precisa, cobrir com segurança, abraçar e demonstrar amor. Dar segurança. Paz.

Claro, Ele é Pai.

Eu posso apostar que, contando com esse lugarzinho todos os dias, seja no começou ou antes do travesseiro, seus dias vão mudar. Pra melhor. Porque a paz de Deus não é simplesmente a tranqüilidade da mente ou um estado alterado da alma. É a paz de estar perto de Quem gosta de nós, e de quem a gente gosta.

Não tem lugar melhor.

Biblioteca

A primeira do gênero do Brasil. É assim que se autodefine a Biblioteca Cristã Mundial. Localizada em Porto Alegre, é composta por uma cervo considerável de livros, comentários, Bíblia, entre outros materias, que tratam exclusivamente de assuntos cristãos ou remetem a eles.

Foi idealizada e formada por cristãos evangélicos, mas está à disposição do público em geral, sem restrição denominacional.

Bacana!

Ficou curioso ou interessado? Visite o Site da BCM.


Dica da Jaqueline, aluna do Direito, que participou ontem do Celebrar, aqui na Capela.