sábado, abril 30, 2011

sexta-feira, abril 29, 2011

Ulbra em reestruturação

O reitor da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), Marcos Fernando Ziemer, pronunciou-se na terça-feira (26.04), aos funcionários e professores do campus Canoas, informando sobre a atual situação financeira da Instituição e o andamento do seu Plano de Reestruturação. A apresentação foi fundamentada nas ações realizadas nestes dois anos de gestão da nova Reitoria, para buscar a estabilidade financeira, bem como viabilizar a retomada dos investimentos e a qualificação da área do ensino.

Ziemer informou aos colaboradores sobre o plano de reestruturação societária da Universidade. “A proposta vem sendo construída há um ano, com consulta à Advocacia Geral da União, à Procuradoria Regional da Fazenda Nacional, à Justiça Federal e ao Ministério da Educação. Estamos conversando com os nossos principais credores, que são a União e as instituições financeiras. Nosso objetivo tem sido construir uma proposta que seja aceita por estas partes, e temos tido sucesso. A filosofia e a linha pedagógica da Universidade não mudam em nada. Não estamos vendendo a ULBRA, nem teremos outro grupo educacional parceiro. Não teremos sócios cotistas”, esclareceu o reitor.

O final da história

por Marcos Weirich


Duas funcionárias de uma escola recebem uma encomenda por engano e, por curiosidade, acabam abrindo-a. Descobrem, então, que não era para elas. Depois de fechar o pacote e deixar onde deveria ficar, em tom de brincadeira, uma diz para outra:
“-Eu já estou vendo... No dia em que a gente morrer, Deus vai olhar pra mim, apontar o dedo e dizer: -Ei, você, chega mais perto! Lembra o dia em que você mexeu numa coisa que não era sua e ainda por cima tentou esconder como se nada tivesse acontecido? Vem cá que tenho que conversar com você!”

Desse pequeno exemplo podemos notar duas coisas:

Na relação entre as pessoas, quando algo é feito errado, existe cobrança... mágoa... e, normalmente, a pessoa que fez algo errado tem que fazer outra coisa pra retomar aquela confiança. Isso nós temos todos os dias. Está fora do nosso controle, de repente a gente vê que falou o que não queria, fez o que não podia!

A outra coisa, é que nós pensamos que por Deus também somos tratados assim. Aplicamos a Ele o mesmo princípio que temos em nossos relacionamentos:
“Hoje eu fiz uma coisa boa, então vou ficar esperando pra ver o que Deus tem guardado pra mim!...
Hoje eu fiz o que não devia, Deus não vai deixar barato, alguma coisa ruim vai acontecer!”
Tentamos colocar Deus dentro da nossa previsão onde sabemos tudo o que Ele vai fazer. E mais, já sabemos de antemão se essas coisas devem ser ruins ou boas para nós mesmos.

No livro bíblico de 1º Coríntios 15, nos primeiros três versículos, lemos que Deus nos anunciou o evangelho, que diz que “Cristo morreu pelos nossos pecados.” Este é o grande ato de amor de Deus por nós que mostra que Ele não está dentro da nossa previsão, já que, pelo nosso pecado, a previsão seria de precisarmos ser castigados e repreendidos, e não amados e perdoados como Ele faz.

Desta forma, o final daquela história é diferente. A fala Dele é:: “Ei, você, chega mais perto! Lembra daquele dia? O dia em que Cristo Jesus morreu para te salvar dos teus pecados? Naquele dia ele tornou você meu filho.”


Teol. Marcos Weirich
Formando em Teologia, Ulbra Canoas
Estudante de Teologia do Seminário Concórdia, São Leopoldo, RS

believing

A group gathered on regular basis in a room of an University for singing and sharing issues about faith and life. One day students who saw themselves as "intellectuals" were waiting for their class to begin in the next classroom. They saw people entering the other room for worship. Some of those in the "intellectual" student group were curious, some were indifferent about the worship student group. Others were discreditors and others mockers.

When the two groups were done a student "intellectual" spoke to the worship leader. Here are some of the comments.” I keep thinking - What makes individuals invest time in the Bible, faith and such. What causes individuals in the 21st century to believe in this?” The worship leader smiled and answered confidently. “I think that it's the same reason that all other individuals in the 21st century place faith in and invest time in what they believe.”

The leader was right. Humankind is always believing something. The worship group placed faith in God that through Jesus Christ humankind is drawn near in love that sustains them on a daily basis. That is what they believe made worship worthwhile whether on good or bad days.
Others base their faith on and are motivated toward partying, fun, the horoscope, medicine, fortune telling, government, friends, money, intellectual discourse and many other things. That’s because we can’t live without believing. Even where we live is based on the fact that we have faith in the belief that the roof won't cave in on us.

Humankind can’t help but believe. Believing in God revealed through Jesus Christ is not absurd, as many individuals think. For us, it is
the most reasonable way to live! Our foundation, our orientation. God's promises are Divine and far beyond what any human options may propose.

Whether in 21st century or in all others to come.



Rev. Lucas André Albrecht
Chaplain at Ulbr, Parish Pastor at “St. Paul”,
Canoas ,RS, Brazil
www.twitter.com/lucasdje




Text revision:
Ms. Kim Starr, MA Practical Theology & Deaconess Certified
Spiritual Life Program Assistant
Cedar Lake Lodge and Residences
Care-giving and Housing for Adults Living with Developmental Disabilities
Louisville, Kentucky, U.S.A.


“Não existe vencedor. No casamento, se os dois não estão ganhando, os dois estão perdendo.”

quinta-feira, abril 28, 2011

Casamento


O casamento real na Inglaterra, de tanto ser assunto nos meios de comunicação, pode trazer à tona os comentários de saturação do sensacionalismo. Afinal, “para que tanto alarde ao redor de um casamento”? “Vai ver é tudo de fachada, só pra manter a tradição”. Não há outra coisa, nada melhor para se ver, ler, ouvir, publicar?

Bem, talvez haja. Vamos ver as alternativas.

Futebol, big brother, ‘celebridades’? Trailer de filmes, resumo de novelas? Noticias de violência e tragédias? Horóscopo, previsões e ‘ajuda sentimental’? Piadas e vídeos engraçadinhos na internet? Noticia de corruptos que continuam circulando no cenário político nacional?...  Tudo bem que se goste disso. Mas diante destas opções, convenhamos, até que noticias sobre um casamento não fazem tanto mal.

Esta sendo celebrada uma instituição divina. Não depende de ser feito na Igreja, mas o casal real inglês dará testemunho da fé cristã, por obrigação ou não, ao se dirigir a um templo para a cerimônia. A família está envolvida. A vontade é de que o matrimônio dure, ainda que possa acabar. Está sendo mantida toda uma tradição secular.
Será que é exatamente isto que pode incomodar? A celebração de uma instituição cristã milenar em contraste com os modismos que vão e vêm a todo instante nesta modernidade liquida baumaniana?

O casamento real inglês é de aparência, é sincero? Vai durar, vai acabar?...Quem sabe a resposta são apenas William e Kate. Independente disso, o casamento permanece - sempre vai permanecer - instituição divina para ser valorizado por homem e mulher. Visto por milhões ou celebrado por poucos, que o casal se esforce por ser feliz, com Cristo no centro da união. E também, que seja algo pelo que se batalhe sempre, o tempo inteiro para que permaneça, dure, continue.

E não que seja algo que simplesmente se troque como quem troca de canal.



Rev. Lucas André Albrechtwww.twitter.com/lucasdje

quarta-feira, abril 27, 2011

Celebração de Páscoa na Ulbra Canoas

Cerca de 500 colaboradores da Ulbra Canoas reuniram-se, na quarta-feira, 20 de abril, na Capela Universitária, para comemorar a Páscoa. A liturgia foi conduzida pelo Rev. Gerhard Grasel e o pregador da tarde foi o Rev. Thomas Heimann, professor da Ulbra. O texto base da mensagem foi do Evangelho de João 11.25. “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá.”.


A Banda Mais Viver, da Pastoral, conduziu os presentes no louvor, com canções como “Se aquela cruz falasse”, “Linda Páscoa do Senhor” e “Mais Viver”.

Todos os anos, na quarta-feira santa à tarde, a Ulbra Canoas se reúne na capela universitária para este momento especial. Sob a condução da pastoral, dirigentes e funcionários celebram o centro da Páscoa, Jesus Cristo, e sua vitória sobre a morte.

Rev. Thomas Heimann, Coordenador
de Teologia da Ulbra
Banda Mais Viver, da pastoral da Ulbra.
P. Lucas. Djenane. Eduardo e P.Paulo
Provação é aquilo que fortalece nossa fé. Tentação é aquilo que nos faz deixá-la.

terça-feira, abril 26, 2011

Hiperfeliz

Losartana potassica. Este é o nome da minha mais nova amiga. Nova, porque entrou em minha vida ontem. Amiga, porque vai justamente tornar minha vida melhor.

Hoje é o Dia Nacional de combate à hipertensão, uma doença sorrateira que ataca quase um em cada 4 brasileiros. E a maioria não sabe; só descobre em estágios avançados. No meu caso, cedo já foi detectada. Agora a recomendação médica é justamente a losartana potassica, medicamento que auxilia no controle da pressão arterial. Segundo meu cardiologista. hoje não corro risco de nada. Mas no futuro, sim. O melhor, portanto, é prevenir enquanto o problema é pequeno, para não correr tentando contorná-lo depois.

Existem outras problemas que adentram nossa vida, aumentando a pressão na familia, no trabalho, em todo lugar. A inveja, a mágoa, a raiva, a indiferença e outros males, quando adentram nossa corrente sanguinea, prejudicam o coração. Funcionam como sal, que deve ser evitado pelos hipertensos, só contribuem para o pior.  E tudo é consequência de uma doença invisível, porém mortal, que contamina todos os seres humanos. A Bíblia a chama de pecado. Um mal grave e que, em muitos casos, demora para ser descoberto e admitido.

Mas que tem cura. Jesus Cristo já providenciou a forma de nossa vida ser salva, nosso coração estar protegido e a vida ser aliviada da pressão. Viver a fé nele é acabar com esta ameaça. E também é investir na prevenção.

E mais. Por mais que cuidemos da saúde, um dia chegará nosso fim. Estar nesta fé nos garante que a vida continua depois. Aí, vai ter fim qualquer tensão. A vida será eterna.

Uma hiperfesta em um lugar hiperfeliz.


Pastor Lucas André Albrecht

quarta-feira, abril 20, 2011

Perfect match (Easter devotion)

-The bank is not going to charge me for any service on my account.
-I did buy my position in the Congress.
-I just bought the original ‘Mona Lisa’ from the Louvre Museum.
-Yes, I'm a huge fan of the Lakers, but no, I never watch any of their games. 

If we seriously consider these sentences we know that they aren't right. They are not matching elements. It's tough to believe them because they try to put ideas together that don't match.

This kind of mismatch is what we have when we hear, at least in Brazil, people saying, "I didn't buy Easter for my family, grandkids or relatives this year." Meaning that they didn't get Easter presents like chocolate, sweets or other stuff common to this time of year.

Buying Easter! That's a sentence that can't be right. The two thoughts don't match.  "Buy" and "Easter" will never go together. That won't happen. Ever.

Ok, so we know when this phrase is used that individuals are referring to chocolates and other cultural Easter products. But, it is still not wise to say it this way. Easter. The Real EASTER...in all caps has no relation to "buying" at all. It means to receive a gift that cost The Giver a great deal. This gift is Free and it gives: Life to Us.  Easter was bought with the very life of our Savior Jesus Christ so that The Best Present of All would be ours with no cost.

"Consumer" can only be matched with "Easter" if those who "consume" this gift comprehend how sweet it truly is - no calories - freeing us for all eternity. For free, Jesus gives Peace and Hope to a world that still thinks it's possible to buy complete satisfaction.

Good News of God's gift + Easter = The Perfect Match.


Rev. Lucas André Albrecht




Text revision:
Ms. Kim Starr, MA Practical Theology & Deaconess Certified
Spiritual Life Program Assistant
Cedar Lake Lodge and Residences
Care-giving and Housing for Adults Living with Developmental Disabilities
Louisville, Kentucky, U.S.A.





Programa Cristo para todos

A Pastoral da Ulbra esteve presente nesta terça-feira, 19.04, no coquetel de lançamento do programa de televisão "Cristo para Todos". Na verdade, o relançamento, em novo formato, do programa que vinha sendo produzido há 3 anos pelo Distrito Luterano Porto Alegrense (Dipa).
Laércio Leitzke(E) e Paulo Winterle, diretores executivos do CPT

Sob a liderança de Paulo Winterle e Laércio Leitzke, o CPT vai trazer variedade, reflexão e informação semanal, tanto na Ulbra TV como também no canal do You tube. entrevistas, respostas a perguntas, mensagens e música compoe o roteiro do programa, apresentado pelo Prof. Astomiro Romais. A Equipe conta ainda com os Pastores André Cardoso e Otto Neitzel, e o jornalista Rafael Soares.

Confira o teaser de lançamento do @programacpt:

terça-feira, abril 19, 2011

Até onde vai a sua fé?

Sob este tema, cerca de 40 entusiasmados congressistas participaram do II Congresso Gaúcho de Universitários Cristãos, dias 16 e 17 de abril, no Centro Mariápolis Arnold, em São Leopoldo, RS. O evento foi promovido pela Associação Nacional de Escolas Católicas do RS(Anec-RS), em parceria com o Centro Universitário La Salle(Unilasalle) Canoas e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Regional Sul 3.

Os dois temas centrais do encontro foram “Espiritualidade e Conhecimento”, com assessoria do Prof. Henri Luiz Fuchs, do Unilasalle, e “Ensino Superior e Formação Integral”, com a assessoria do Prof. César Leandro Ribeiro, da Província Marista Brasil Centro-Sul. As reflexões versaram sobre aspectos da ação evangelizadora no meio universitário como vivência integradora da espiritualidade, nas pessoas e nas instituições. Destacou-se que conhecimento e espiritualidade precisam caminhar juntos, fazendo da própria sala de aula lugar de experiência de fé.

No sábado à tarde foram apresentados quatro cases relatando a experiência de projetos desenvolvidos pelas pastorais: URI, ULBRA, PUCRS e Equipe de Jovens Missionários Lassalistas Panela Velha.  A experiência da Pastoral junto ao Campus da URI, na Diocese de Erechim, chamou a atenção pela facilidade no trânsito e a proximidade com a comunidade acadêmica. A Pastoral Luterana confirmou aos presentes a importância da comunhão cristã e partilha de experiências. Como elementos comuns foram percebidos o desafio de chegar à juventude, a falta de tempo, a ampliação das atividades. Recebeu destaque pelos participantes a idéia dos “7 minutos” momento oferecido na capela do campus em Canoas como uma parada antes de iniciar os trabalhos acadêmicos.
O domingo foi marcado pela partilha de observações e indicações sobre a realidade das Instituições de Ensino Superior e dos Universitários, bem como de estratégias necessárias para o bom êxito da missão evangelizadora no meio universitário.Também foi apontada a importância da reflexão permanente, para que cada pastoral reveja as suas ações à luz das discussões realizadas no encontro.

Além da Anec-RS e Unilasalle, promotoras do evento, outras 14 instituições marcaram presença: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul( PUC-RS), Faculdade Dom Bosco , de Porto Alegre, Instituto Humanitas Unisinos(IHU), Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI Erexim), Universidade de Caxias do Sul (UCS), Faculdades da Associação Brasiliense de Educação (Fabe Marau), Faculdade Porto-Alegrense (Fapa), Faculdade de Administração e Economia(FAE Sévigné),   Faculdades Riograndenses (Fargs), Ministério Universidades Renovadas, Diocese de Erexim,  Setor Universidades da CNBB e ANEC-RS.

O II Congresso Gaúcho de Universitários Cristãos é um avanço no esforço e empenho para promover a ação evangelizadora nas Instituições de Ensino Superior através da Pastoral da e na Universidade, articulando e agregando os diferentes envolvidos nos processos locais, regional e nacional.

(Fontes: ANEC, Pastoral Unilasalle, CNBB, Pastoral da Ulbra)

segunda-feira, abril 18, 2011

Sem merecer

Nota oficial da Ulbra

Nota Oficial da ULBRA

publicado em:15/04/2011 20:45:26

A Reitoria da ULBRA informa que foi surpreendida com a decisão exarada pelo Excelentíssimo Juiz Daniel Luersen, na qual prolatou fortes afirmações de que a Instituição não vem cumprindo acordos. A Reitoria, embora respeitando o entendimento apresentado pelo Poder Judiciário da Comarca de Canoas, vem manifestar-se sobre o assunto.

A Reitoria, valendo-se do Princípio Constitucional do contraditório e da ampla defesa (artigo 5º, inciso LV da CF), acredita que não pode manter-se inerte sem levar a questão à segunda instância, mediante procedimento judicial aplicado ao caso. Os gestores da Universidade estão convictos de que atenderam a todas as ordens expedidas pelo Juízo do feito, não só cumprindo o acordo firmado em 27 de abril de 2009, como, inclusive, depositando valor pecuniário à maior do acordado naquela oportunidade.

A ULBRA também informa e relembra que apresentou, em 2010, à União e à Justiça Federal, o Plano de Reestruturação fiscal e financeira, cuja resposta até o presente momento está pendente. O Plano apresenta a nova forma societária da Instituição, visando equacionar e equilibrar a dívida herdada da antiga gestão Ruben Becker, tanto com os entes públicos (União, Estado e Municípios), como as instituições financeiras e fornecedores. Essa proposta não interfere na atividade fim da Universidade e na vida acadêmica em geral. Busca não apenas resolver em definitivo um problema de quase duas décadas, como também age com absoluta transparência e legalidade para preservar os milhares de postos de trabalho dos professores e colaboradores.

Vale lembrar que, com relação à dívida bilionária esposada na mídia, a ULBRA está aferindo judicialmente os motivos que a originaram, bem como buscando a efetiva responsabilidade daqueles que participaram para a geração destes passivos. Além disso, a Instituição está contestando valores que entende desconformes frente ao efetivamente devido. E todo esse trabalho, frisa-se, vem ocorrendo não em um, mas em diversos processos judiciais, dos quais nenhum, ainda, teve decisão definitiva.

A Reitoria da ULBRA está concentrando intensos esforços com diligência, seriedade, profissionalismo, transparência e legalidade. Em apenas dois anos - completados nesse domingo, 17 de abril -, zerou o déficit de caixa que era, em 2009, de 15 milhões de reais por mês. Além de zerar essa terrível equação, está há quase um ano pagando os tributos rigorosamente em dia. Nesse mesmo período, a Reitoria está cumprindo todas as exigências e pendências legais junto ao MEC. Como resultado do trabalho da Instituição na área do ensino, a ULBRA conquistou a posição de sexta melhor universidade privada do Brasil, junto ao MEC, em reconhecimento à excelência e qualidade de ensino ministrados.

Finalizando, a Reitoria da ULBRA afirma que extrair da crise em que se encontrava uma Instituição desse porte e colocá-la entre as seis melhores do país não é fruto do acaso, mas do trabalho sério de uma grande equipe de colaboradores formada por professores, colaboradores e administradores. A Reitoria agradece, em especial, aos alunos que acreditam nesse projeto de ensino. O esforço da Universidade está concentrado na formação qualitativa desses futuros profissionais para que ocupem um lugar de destaque na sociedade e ajudem a melhorá-la ainda mais, com seu talento e profissionalismo.

Fonte

sábado, abril 16, 2011

sexta-feira, abril 15, 2011

“Escava o poço antes de teres sede.”


(Provérbio chinês)

Influência

Segundo pesquisa do website BlogHer, autores de blog exercem mais influência sobre os hábitos de compra de norte-americanas do que as celebridades. 20% das mulheres ativas nas redes sociais disseram ser motivadas a comprar um produto quando anunciando por um blogueiro, contra 12% que sinalizaram o mesmo em relação a pessoas muito conhecidas.

Influência. Nem sempre ela vem exatamente de onde achávamos que viria.

No tempo de Jesus foi assim. Ele estava longe de ser uma celebridade e era considerado uma pessoa simples demais para ser o que era para ser. No entanto, com seu ‘blog pessoal’, isto é, com sua vida, obra, conteúdo e atitudes, passou a influenciar as pessoas, mudar a mente de muitos. E também passou a deixar outros tantos com inveja, ciúme e ódio. O resultado sabemos, Jesus Cristo parou numa cruz.

Quer dizer, parou foi o que pareceu. Pois na verdade a cruz foi o meio pelo qual sua obra foi completada e continuou após a ressurreição. Seguiu para influenciar milhões ao longo da historia e, ainda hoje, ter influencia sobre 2 bilhões de pessoas (ao menos, na estatística).

Por outro lado, de lá pra cá, nem tudo mudou. Apesar de o nome, Jesus, ser conhecido em todo o mundo, quem Ele é, para tantos, é uma incógnita. Talvez seja bem mais reduzido o numero de pessoas que realmente sabem quem ele é, o que fez e que influência tem sua obra na vida pessoal. Mas não importa. Ele não quer ser nenhuma celebridade - ao menos não no sentido que a palavra tem hoje - mas sim, continuar a mudar corações e impulsionar vidas.

Influência que não leva a hábitos de compra. Pois tudo já está pago. É de graça.

Boletim: Confessionalidade em movimento

Louvor em quintas


Música com conteúdo e fé e estar com amigos na casa de Deus. Um momento para quem gosta de ouvir a Deus e falar com Ele por meio da música. É o Louvor em Quintas, que traz, a cada 15 dias, 20 minutos de música cristã com a Banda da Capela Universitária da ULBRA Canoas.

Próxima oportunidade:
Quinta-feira, 28.04, às 18h40
na Capela Universitária do campus Canoas.

_________________________________

7 minutos de música e reflexão
na Capela Universitária

Música e mensagem para começar o dia ou à noite. Este é o 7 minutos na Capela da ULBRA Canoas.

Quando?
De segunda a sexta, às 8h20 e às 18h50
Onde?
Na Capela Universitária.

Os funcionários do campus Canoas, observando que não haja prejuízo para as atividades locais, estão convidados a participar. Combine com o responsável do seu setor e participe!

_________________________

Ações de Extensão

Conheça os programas comunitários da ULBRA, como a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC), os Cursos Comunitários de Inglês e o Observatório das Periferias, entre muitos outros:

Acesse: http://www.ULBRA.br/extensao/canoas/

______________________________

Outras oportunidades:

- “Passeio pelo campus”: Semanalmente, uma visita do capelão a setores da Universidade levando um ‘olá’ e uma mensagem escrita.
- Devocional no setor: vários setores recebem mensal ou semanalmente um momento de música e reflexão. Quer agendar no seu setor? Fale com o seu líder e conosco! Ramal 9282.
- Toque de Vida: Mensagens objetivas para o dia-a-dia.
Na TV: 8h da manhã e 23h45, na ULBRA TV (canal 48uhf, 21 da net Poa)
Por email: peça seu cadastro! pastorlucas@ulbra.br
- Vídeos: confira no canal da pastoral da ULBRA: www.youtube.com/pastoralULBRA


Versículo de Páscoa:
“Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá.” (Jesus Cristo)

Coelho bota ovo?

            Talvez você já tenha ouvido esta pergunta. Todos nós sabemos que a resposta é não. Então por que, na época da Páscoa, o coelho e os ovos de páscoa aparecem tanto?
            Em sua origem, esses símbolos tem uma mensagem muito bonita. O problema é que, na maioria das  vezes, as pessoas lembram apenas dos símbolos e esquecem do verdadeiro significado. Por isso, antes de comprar e comer ovos e coelhos de chocolate, e antes de conversar com seus filhos sobre esse assunto, lembre-se do seguinte:

à Os ovos foram adotados como símbolos da Páscoa por causa da vida que eles contém dentro de si. O túmulo de Cristo parecia totalmente fechado e sem vida mas, de dentro dele, Jesus saiu vivo. É essa vida que ele quer dar também a nós.
à O coelho se reproduz muito rápido, e por isso também é tido como símbolo de vida. Além disso, em alguns países frios do hemisfério norte, os coelhos estavam entre os primeiros animais que apareciam no início da primavera, quando a neve começava a derreter. Por lá, essa época coincide com o tempo da páscoa.

            Também é bom lembrar que, além do coelho e do ovo, existem muitos outros símbolos de páscoa: o peixe, o cordeiro, a borboleta, o girassol... Porém o mais importante de tudo é que você nunca esqueça da ressurreição de Jesus, o verdadeiro significado da páscoa. Guarde sempre no coração as palavras de Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá” (João 11.25).

            Feliz Páscoa! Feliz vida com Jesus!

Pastor Herivelton
Colégio ULBRA Cristo Redentor

quinta-feira, abril 14, 2011

“Há dois tipos de homens que nunca conseguem muito: aqueles que não conseguem fazer o que lhe mandam e aqueles que só conseguem fazer isso.”

(Cyrus Curtis)

quarta-feira, abril 13, 2011

Deus contra a parede

por Marcos Schmidt


“Como pode Deus permitir isso?” Uma pergunta que faz sentido quando se crê que tudo está sob o comando divino. Mas extremamente difícil de entender se o amor de Deus também é objeto de fé. Tragédias como esta em Realengo, junto com os dramas globais e diários destacados nos jornais, além dos próprios sofrimentos, provocam divórcio entre o amor e o poder do alto. Processo que se transforma em conflito espiritual na vida de qualquer criatura com alma e corpo. E que, se não for devidamente tratado, fabrica uma mente doentia – que num desatino, invoca Deus para puxar o gatilho e matar.

Se a desculpa é o bullying,  vale lembrar que ninguém escapa de humilhações na escola da vida. Sistematicamente somos agredidos, intimidados, perseguidos, por problemas, doenças, luto, dor, tragédias, sofrimento. O desafio é não revidar, nem contra Deus, nem contra o próximo.

No entanto, não consigo imaginar um pai, uma mãe que perde a filha com um tiro na cabeça, conformar-se. Nem as melhores amigas de Jesus aceitaram: “Se o senhor estivesse aqui, o meu irmão não teria morrido” (João 11.21). Nem Jesus, na extrema agonia da cruz, ficou calado: “Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?”. Calar-se é não questionar. E quando não há perguntas, não há respostas. A indignação é a primeira atitude na luta da fé.

E assim,  neste “Como pode Deus permitir isso?” surgem algumas certezas, a partir das Sagradas Escrituras. Que nosso entendimento do divino é limitado: “Quem pode conhecer a mente do Senhor? Quem é capaz de lhe dar conselhos?” (Romanos 11.34). Que desabafar é melhor do que reprimir o sofrimento. Exemplos bíblicos não faltam – Jeremias e Jó, por exemplo. Outro resultado é a mundana idéia de justiça. Paulo já disse que a cruz é loucura para os que estão se perdendo (1 Coríntios 1.18).  Mas, o maior resultado neste “Deus contra a parede” é que “os sofrimentos produzem a paciência, a paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança. E essa esperança não nos deixa decepcionados” (Romanos 5.3-5).

Então, contra a parede, Deus nos abre uma porta. Jesus.

  
  
Rev. Marcos Schmidt
Comunidade Luterana São Paulo,
Novo Hamburgo, RS
marsch@terra.com.br

terça-feira, abril 12, 2011


“Liberdade implica responsabilidade. É por isso que muitos morrem de medo dela.”

(George B. Shaw)

Acreditar

O grupo se reunia regularmente para cantar e refletir sobre questões de fé e vida. Num destes dias, intelectuais que se preparavam para uma aula no mesmo prédio observavam as pessoas entrarem na sala para o momento de reflexão. De alguns podia se notar curiosidade, de outros, indiferença. Mas houve os que olharam com certo descrédito e até desdém.

No final do encontro, um deles, conversando rapidamente com o líder, comentou:
-Fico pensando o que leva pessoas a investirem tempo para  reunir em torno de Bíblia, fé, essas coisas. O que leva alguém, no século XXI, a crer nisso.
O líder, com um sorriso, respondeu:
-Creio ser o mesmo motivo que leva, no século XXI, todas as demais pessoas a terem fé e investirem tempo nas coisas em que elas acreditam.

O ser humano sempre acredita em algo. Aquele grupo decidiu se reunir por ter presente a fé de que Deus, por Jesus Cristo, abraça a humanidade em amor e presença diária. Por isso, acredita que vale a pena reunir-se em dias bons ou ruins. Para outros, a fonte de sua crença e motivação podem ser festa, diversão, horóscopo, medicamentos, previsões, governo, amigos, dinheiro...ou outras propostas.  Pois é fato, não conseguimos viver sem acreditar. Até para morar em algum lugar é preciso acreditar que o teto não vai cair na cabeça.

Acreditar é inevitável. Por isso, crer neste Deus revelado em Jesus Cristo não tem nada de absurdo. Ao contrário, parece até ser a opção mais razoável, já que, neste caso, o fundamento, a orientação e as promessas são divinas, muito além do que o meramente humano pode oferecer.

Tanto no século XXI como nos que ainda virão.

sábado, abril 09, 2011

Sem merecer

Mensagem do Toque de Vida de Domingo na Celsp, Capela da Igara, Canoas, RS

“O mundo é redondo. Assim, o lugar que parece ser o fim pode ser também o começo.”



(Ivy Priest)

sexta-feira, abril 08, 2011

Específico

Quando tragédias assim acontecem, ficamos perplexos e sem palavras. Nos comovemos e sentimos junto a dor dos amigos e familiares. Na sequência, há uma tendência de se fazer a lembrança de outros casos. Comparações, medições. As crianças que morrem de fome, as mortes em hospitais; trânsito, tragédias naturais, a guerra do tráfico... às vezes se reclama que umas ganham mais exposição do que outras.

E então....tudo continua. Amanhã a emoção maior já passou. Amanhã já há uma nova noticia para comentar. Amanhã já há uma nova generalidade a fazer. Amanhã já não é mais hoje.

Menos para quem está perto.

Para quem passa pela dor, não importa como foi. Se é um assalto, um acidente ou uma chacina. A dor da perda, a falta repentina, a angústia no peito é específica. Imensa. Parece querer nos fazer parar. E demora para ir embora.

O caminho, então, não é o da generalidade, mas da especificação. Aplicar a verdade do amor da Deus para a vida pessoal. Lembrar que, para algumas coisas temos respostas; para outras, nem sempre. Mas para todas elas, temos o carinho de quem também viu seu Único Filho ser morto, inocentemente, para que pudéssemos ter perdão, vida e paz. Diante da violência e dor cada vez mais generalizadas, é bom sabermos que temos o cuidado específico deste abraço de amor.

Próximo, presente. E que nunca vai embora.

Time

Everyone we know complains about time...some times. Every now and then we hear somebody wishing that they could add 1 or 2 days to their week. Or find a way to make time stand still!  

However it is not that rare to find wasted time. We must only take a look at the TV watching or internet surfing statistics to confirm this fact. Also, people tell lies and post fake happenings on the web. Are lazy. Many facts confirm this to be true.

The hectic days that we live make it an incredible paradox to know that time is wasted! Everything seeming to be fast makes us notice that a bit of spare time would be a feast to our senses and to our feelings, too. Remember unflavored superficiality is the result of wanting everything right here, right now…Our present world has enough of this. Doesn't it?

So, is there a real lack of time? Or a real lack of correct time managing?

As we see then this seems to be one of the most challenging gifts that God gave us. Precise but volatile. Fundamental, but unstoppable. As time runs by it also seems to stand still. No perfect formula is available to manage it well every minute. And, there's no perfect excuse for trying to use it the best way either. Our Savior Jesus Christ, gave time to love and to save us. He also gives us his spare time to be our guide directing us to make better use of this amazing gift - helping others where they are in their way of life.

As Stephen Covey tells us, "to manage ourselves before the time we have."  For time is equal for every person. Persons however are not.




Text revision:
Ms. Kim Starr, MA Practical Theology & Deaconess Certified
Spiritual Life Program Assistant
Cedar Lake Lodge and Residences
Care-giving and Housing for Adults Living with Developmental Disabilities
Louisville, Kentucky, U.S.A.

quinta-feira, abril 07, 2011

“Você pode ficar desapontado se falhar, mas vai ficar muito pior se não tentar.”




(Beverly Sills)

Outros


“Uma professora de educação infantil relatou uma daqueles momentos que fazem valer a pena o trabalho com as crianças. Ela falava a respeito de que estamos aqui neste mundo para ajudar os outros.

Uma das crianças, depois de um tempo pensativa, retornou:
-Professora, estamos aqui no mundo para ajudar os outros, certo?
-Correto, querida.
-Certo. Mas, então... e os outros, estão no mundo para quê?”

A simplicidade das crianças, às vezes, revela a profundidade que os adultos deveriam ter. O egoísmo inato sempre nos faz pensar só no ‘meu’. Mas a fé quer nos faze ver o ‘nosso’. “Amai-vos uns aos outros”, é o mandamento de Jesus Cristo. Nós também somos “outros”. Ou seja, estamos neste mundo para nos ajudar mutuamente, naquilo que estiver ao alcance. Não no espírito de fazer porque o outro também faria por mim, mas sim, fazer por...querer fazer;  querer ajudar.

O exemplo maior de serviço aos outros está em Jesus Cristo, que chegou a dar sua vida por todos os ‘outros’ que existem no mundo, isto é, cada um de nós. Para que todos nós saibamos valorizar este serviço, seguindo seu mandamento de amor. Até porque Ele disse que, fazendo assim, é como se estivéssemos fazendo a Ele mesmo. Vivendo esta fé, vemos que existem muitos “outros” a serem ajudados.

Começando pelos mais próximos.

(Fonte da ilustração: Lutheran Hour Ministries )

quarta-feira, abril 06, 2011

“Se você quiser dizer a verdade às pessoas, faça-as rir; do contrário, elas te matarão.”

(Oscar Wilde)

segunda-feira, abril 04, 2011

Agradar

Uma vassoura de presente para agradar uma mulher. Um bordado para os homens. Um livro de matemática pura para deixar uma criança contente. Tem alguma chance de isso dar certo?

Talvez, se a palavra for “deixa incomodado” ou até “irritar”. Mas se for para agradar de fato, a atitude poderá gerar controvérsias. A possibilidade de erro é grande.

Mas é assim que, muitas vezes, achamos que estamos agradando a Deus. Oferecemos uma frequência ocasional em sua casa, um pacote de desculpas para o que dá errado; um troco de vez em quando para ajudar uma causa nobre. “Não mato e não roubo” para demonstrar caráter ilibado, ou “eu pago todas as minhas contas”, como referência de que tudo está certo em nossa vida. Para citar alguns exemplos.

Não, não é tão simples agradar a Deus. Na verdade, por nós mesmos, seria impossível.

Felizmente, Deus se agradou de nós primeiro. Jesus Cristo veio varrer a condenação de nossa vida, pagando a conta na Sua cruz. Em seu Livro dos livros, conhecemos esta história de amor que, pela fé, vai bordando nossa vida em cuidado amoroso. Pois Ele considera sempre agradável perdoar corações arrependidos, conduzir pés confiantes, orientar vidas renovadas. Para que, a partir disto, a gente possa agradá-lo com ações, grandes ou pequenas, causas nobres ou novas, como um reflexo e resultado deste agrado que só Ele poderia fazer.

Com este conteúdo, pela fé, não há dúvida. Mulheres, homens e crianças são sempre agradáveis ao Pai.

Nova temporada - Tdv em inglês

O Toque de vida em inglês está de volta. A partir desta semana, todas as sextas-feiras mensagens que chegam, além do Brasil, aos EUA, Canadá, Chile, Uruguai, Republica Dominicana, Hungria, Espanha e outras localidades.

Se você quiser acompanhar, exercitando a leitura na língua inglesa, basta pedir seu cadastro! pastorlucas@ulbra.br

domingo, abril 03, 2011

sexta-feira, abril 01, 2011

Ulbra entre as seis melhores

A Ulbra é uma das seis melhores universidades particulares do país, segundo ranking do MEC divulgado no início do ano. A Instituição atingiu o conceito 4, o mesmo das 5 anteriores, ficando a apenas 79 pontos da primeira colocada. O ranking nacional avaliou 2.137 instituições em todo o país, das quais 2.069 são privadas.

A notícia vem em meio aos esforços da instituição de recuperar-se da uma grave crise a que foi submetida desde 2009, que levou à renúncia o antigo reitor. O reitor Marcos F. Ziemer, 43, destaca que a Universidade vai continuar no foco do ensino de qualidade. “Nós estamos consolidando o rumo do crescimento da Ulbra e vamos nos superar ainda mais”, afirma Ziemer.

(Com informações da ACS/Ulbra)

Para não morrer nunca

A seguinte frase é atribuída a José Alencar, ex-vice-presidente da república, que faleceu nesta semana: “Os homens honrados nunca morrem. Os sem honra estão mortos em vida”. Agora, no momento em que escrevo esta mensagem, vejo pelo twitter o respeitado Frei Betto dizer: “O que me comoveu no testemunho do Zé Alencar foi sua serenidade frente aos limites da vida. Soube encarar a vida e a morte como dons de Deus”.

Ninguém gosta de falar sobre morte. Afinal, para muitos não é assunto pra agora, é pra estar lá no final, e ninguém a quer antecipar. Mas o exemplo de pessoas que encaram a possibilidade da morte ou sua chegada inevitável com serenidade nos faz pensar em como algo tão dolorido e triste pode ser enfrentado com sabedoria e confiança.

Em Apocalipse 2.10 está escrito: “Não temas as coisas que tens de sofrer... Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida”. Deus nos chama a não temer o sofrimento, a perseguição, a dor ou qualquer coisa que nos lembre a morte, pois no final, mesmo que ela venha, Jesus nos espera com o presente da vida eterna. Sê fiel, confia nele, e agora que nos aproximamos da Páscoa, lembra-te da ressurreição de Cristo como garantia de que aqueles que sabem viver e morrer com ele na verdade nunca morrerão!


Rev. Herivelton Regiani
Colégio Ulbra Cristo Redentor, Canoas - RS

Ulbra among the 6 best private Universities in Brazil

The Lutheran University of Brazil (Ulbra) was ranked 6th among Brazilian Private Universities. The ranking was released by Federal Education and Culture Board(MEC, in Portuguese) on January, 2011, pointing that Ulbra achieved Level 4 (from 1 to 5). Numbers show also the Lutheran Institution only 79 points behind 1st. The MEC evaluated 2,137 institutions nationwide, 2,069 of them being private.

The news come as the University take all efforts to recover from a severe crisis which it has underwent since 2009, when former president resigned. Current President Dr. Marcos F. Ziemer points out that Ulbra is reassuming its focus on Education. “We are consolidating Ulbra’s growth and we’ll keep moving further”, says Ziemer.

(Source: ACS/Ulbra)

Pure

The news out of Japan report that growing evidence shows radiation in both water and food. This comes even after authorities claimed that the levels are not dangerous. First an earthquake then a tsunami devasted this nation. Now the Japanese people have to deal with the difficult issue of unsafe drinking water, the essential liquid for life.

The situation becomes even more dramatic because it is an invisible danger. When water is unclean or food is rotten we must avoid it all. What happens when the danger can't be seen, like with radiation poisoning? The basic human effort of swallowing becomes deadly, in this case.

The same danger is present in the field of faith. There are so many difficulties - like contaminated water and rotten food - many people feel unable to choose wisely.  The result is too many leave God's presence because they are not confident that the "faith water" offered is real.

The Bible, God's Word, is the safe and pure well of water to life. When we approach Jesus Christ, we know that he is the fountain of living water, the soil of safe food for our hearts. The invisible threat of sin is taken away from our sight. We remain sinners. Forgiveness and eternal life, that we are granted, keep us from the effect of "evil radiation." We know that because this flows from The Word the source is clear and pure. It is radiation free food for life.

In Japan food is visible but the danger is not. In Christ, the food is invisible, but its results are clearly visible before every human eye.



Text revision
Ms. Kim Starr, MA Practical Theology & Deaconess Certified
Spiritual Life Program Assistant
Cedar Lake Lodge and Residences
Care-giving and Housing for Adults Living with Developmental Disabilities
Louisville, Kentucky, U.S.A.