Este dia


“Certo fim-de-semana, um pastor e sua esposa visitavam uma comunidade em uma cidade do interior. O ministro iria participar do culto no domingo e, na noite de sábado, o casal foi hospedado na casa de uma viúva. Como era de seu costume para com visitantes, ela cedeu seu quarto para os dois.

De manhã cedo, ao abrir as cortinas, o pastor viu uma bonita paisagem através da janela. Um belo domingo iniciava diante de seus olhos. Mas notou também escrito no vidro uma frase “Este é o dia que Deus fez”.

À mesa do café, ele resolveu comentar o que tinha visto e perguntou se fora algum neto que riscara aquela frase. A viúva, então, comentou

“Não, pastor, fui eu mesma quem fiz, com o diamante do meu anel de casamento.”

Ela então contou que, alguns anos atrás, quando perdeu o marido, passou por dias muito difíceis. Especialmente quando abria a janela de manhã e via o dia cinzento, chuvoso, ficava abatida e deprimida. Em certa manhã, numa daquelas mais desesperadoras, abriu a Bíblia exatamente no Salmo 118.24, “Este é o dia que Deus fez. Vamos nos alegrar e ser felizes nele”. Então, pela fé, fora lembrada por Deus de Seu plano para sua vida, e de Suas promessas. A partir daquele dia, as coisas começaram a mudar e ela recuperou gradativamente a alegria de viver. E concluiu dizendo: “Agora, todos os dias acordo, abro as cortinas e me lembro de olhar para o mundo através das promessas de Deus. ‘Este dia Ele fez’. Portanto, vou procurar vivê-lo em meu melhor.”

O tempo, a vida, o mundo, mudam o tempo todo. As promessas de Deus, não. Suas palavras nos dão segurança ‘aqui dentro’, no coração, nos fortalecendo para vivermos e convivermos com tudo o que está ‘lá fora’.

Também hoje, neste dia que Ele nos deu.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça