Promessas

Nâo sei quanto a você, mas eu considero difícil acompanhar a propaganda eleitoral gratuita.

Uma porque é obrigatória - como o voto, igualmente obrigatório.
Outra, porque os conteúdos, as frases - e quase até mesmo cada palavra – não mudam. São iguais a 4, 8, 20 anos atrás. Eu sou do tempo da primeira eleição depois da ditadura, 1989. Olha, não tenho nada gravado, mas sou capaz de apostar que poderíamos pegar os mesmos textos lidos pelos candidatos daquela época diante das câmeras e microfones e dar para os concorrentes de hoje, mudando pouco ou quase nada.
Promessas quase iguais, palavras semelhantes. Repetição.

Mas alguém poderia contra argumentar: Os pastores e padres não fazem a mesma coisa? Ano após ano repetem as mesmas palavras e promessas de Deus, reveladas na Bìblia? Até onde se saiba, a Palavra não pode ser mudada, portanto, o conteúdo da mensagem e das promessas será sempre o mesmo.

É verdade. E devo confessar que às vezes este é um assunto desafiador, já que é preciso dia após dia, ano após ano, relembrar as mesmas promessas de sempre que Deus registrou nos 66 livros canônicos. Nem mais, nem menos.

Mas há uma diferença.
Deus utiliza palavras. Os seres humanos utilizam palavras.
Deus promete. Os seres humanos prometem.
Deus cumpre. Os seres humanos?...

Uma diferença que realmente não dá para desconsiderar.

E não falo somente de maus politicos, que prometem o que não podem cumprir. Em nossa “campanha” para bons pais, cônjuges, colegas de trabalho, filhos, alunos, empregados.... quantas promessas fazemos para conquistar votos de confiança, e que depois não são cumpridas?

O ponto, portanto, é: não nos importaríamos de ouvir as mesmas promessas todos os anos Desde que todas, ou a maior parte, fossem cumpridas.

Por isso que quando se trata das palavras e promessas de Deus, a relação é diferente. Suas promessas milenares sempre se cumprem. A principal delas já está cumprida, a de dar vida de seu Filho para nos dar vida. Deus cumpre tudo exatamente como enunciou, garantiu e prometeu. E a prova, podemos obter nas páginas sagradas, nas páginas da história, nas folhas e passagens de nossa própria vida de fé.

Promessas que podemos ouvir exatamente da mesma forma por 4, 8, 20 anos. A vida inteira. Porque Quem está falando não está em busca de votos. Está em busca de vidas.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida