Intimidade

Em minha família esta é uma lenda corrente e dada como certa. Qual é o maior gesto de intimidade que podemos ter na casa de um amigo, que comprova um alto grau de amizade?

Abrir a porta da geladeira. Pense bem, se você for na casa de alguém e puder abrir a porta da geladeira, o que isso significa? Só pode ser que vocês são muito amigos(as). E se já pode fazer isso sem precisar pedir, então, a amizade é definitiva.

Tudo bem, talvez não seja o maior gesto, mas é fato que é um sinal de grande proximidade. Talvez você listasse outros mais clássicos, como beijar o rosto, ficar só de pijama e chinelo, pedir o carro emprestado ou chegar no momento em que o outro mais precisa. O fato é que gestos assim abrem caminho para a certeza: temos alguém com quem contar. Temos uma pessoa próxima, amiga, com quem podemos ser mais de nós mesmos e menos dos papéis sociais que precisamos representar.

O gesto de Jesus Cristo também é uma prova incontestável de amizade: abrir nosso coração e lá dentro colocar a comida necessária para nosso sustento espiritual. É uma ação clara de consideração, carinho, intimidade. E Ele não apenas coloca como ainda conserva, mantém e deixa disponível para quando a fome de paz, alivio, fé e vida precisam ser saciadas..

E não só isso. Ele também nos dá a intimidade de abrirmos as páginas do livro Sagrado, e lá encontramos mais deste alimento, que sustenta não apenas no meio da madrugada, mas no meio de qualquer dificuldade. Uma ‘geladeira’ sempre forrada de coisas boas e que pode ser vendida até na Groenlândia, já que em todo lugar onde há um ser humano, também lá Ele quer oferecer esta amizade próxima, única e sempre ao alcance da mão. Toda casa pode ter uma.

Abrir esta Porta sem medo nos dá acesso a esta intimidade. E nos faz conhecer a única ‘geladeira’ que conserva o conteúdo utilizando o calor.


Em áudio

Estréia hoje a versão em áudio das mensagens do Toque de vida. Semanalmente uma (ou mais) mensagens estarão disponíveis.

Acesse:
www.toquedevida.mypodcast.com
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida