Limite


Dois motoqueiros foram flagrados na auto-estrada Porto Alegre-Osório pela Polícia Rodoviária Federal a 222km/h. Isso mesmo! Para não dizer que me enganei, escrevo: duzentos e vinte e dois quilômetros por hora.


O fato inacreditável ocorreu no km 16,9 desta freeway, no sentido Interior-Capital, em Santo Antônio da Patrulha, RS. Assim que as motos cruzaram o trecho fiscalizado, policiais que operavam o equipamento avisaram, por radiocomunicador, colegas que estavam no pedágio, no km 19, onde a Polícia Rodoviária Federal, reduzindo a passagem por apenas uma pista, obrigou os velocistas a parar.

O resultado foi a autuação de acordo com o artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro. A infração é gravíssima, recebendo cada um pesada multa e o registro de sete pontos na carteira de habilitação. Eles responderão a processos administrativos a serem abertos pelo Departamento Estadual de Trânsito, podendo ter o direito de dirigir suspenso e a habilitação apreendida.

Qual é o limite do ser humano? Ou melhor, quais são os limites? Estamos rodeados por limites que tem como primeira função preservar a vida de todos nós. Eles nos mostram o que podemos e o que não podemos fazer, para nosso próprio bem. Os limites também nos mostram que estamos errados. Foi isso que aconteceu com estes dois motoqueiros. Além disso, sofreram uma punição, para que não façam isso novamente.

A Palavra de Deus às vezes é vista somente como estraga-prazeres. Mas ela serve não apenas para mostrar quando erramos, mas também para preservar nossa própria vida. É o puro amor de Deus que, ainda bem, nos revelou esta lei. Honrar pais e autoridades, não matar, roubar, trair, enganar, cobiçar, ser desonesto, falar mal dos outros - nada mais atual e verdadeiro.

Mas o melhor é que a conseqüência do descumprimento da lei de Deus não acarreta em cumprir penas e punições. Reconhecer o erro e confiar no amor de Deus, através de Jesus, nos leva a receber o perdão e o alívio de não precisar pagar absolutamente nada. E poder recomeçar absolutamente tudo.

Pois em Deus não há multa. Há recomeço.



Pastor Ângelo Naor Elicker, de Canoas, RS
com pequenas adaptações.
Publicado no blog
http://hojecomdeus.blogspot.com
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração