Injeções




Ainda não conheci ninguém com este perfil: gostar de tomar injeção.
E que tal a sugestão de tomar não apenas uma injeção, mas uma picada por dia, durante meses? Hum...mais difícil ainda de conhecer alguém. Uma delas já não é agradável.Imagine centenas, uma por dia!..
Há, no entanto, quem aceite esta sugestão. De bom grado.
Durante o processo de tentativa de gravidez, muitas mulheres descobrem algo que não sabiam que tinham: Trombofilia. Em termos mais leigos, seria algo como ter o sangue muito espesso para que chegue até o bebê em gestação. Desta forma, ele acaba não se alimentando e não cresce. Detectado este problema, é necessário então, no momento em que acontece uma nova gravidez, entrar com injeções de enoxaparina, que vai (ainda em termos leigos) deixar o sangue “mais fino”, possibilitando que ele chegue ao bebê, garantindo seu  crescimento e o sucesso da gestação.
Para ter seu bebê, portanto, a mãe vai precisar se submeter a uma injeção diária deste medicamento. Até a última semana da gravidez e, em alguns casos, ainda mais algumas semanas após.
Por que estas mulheres aceitam tomar uma injeção diária, e de bom grado?
Por dois motivos principais: Porque sabem que têm uma vida dentro dela e este é o caminho para mantê-la. E porque olham para o futuro, para o momento em que terão a criança em seus braços.
Se há um porquê, é menos difícil suportar o como.
Não é fácil suportar as dores que vêm da fé. “Carregar a cruz’, como Jesus Cristo definiu. Não é nada fácil aguentar injeções diárias de discriminação, intolerância, impaciência. Exercer confiança, paciência, perseverança. Suportar, até mesmo, o pior.
Por que suportar as dores de viver a fé? Por dois motivos principais:
-Porque temos Cristo, a Vida, dentro de nós, Esta vida dá novo sentido à nossa. Dá o porquê definitivo, que nos leva a viver, tolerar e suportar quase qualquer como.
-Porque olhamos para o futuro, o momento em que Deus nos terá em seus braços, de braços abertos. O momento em que esta vida aqui se encerrará, mas a nova vida estará apenas começando. De certa forma, um “nascer para a eternidade”.
Para nos manter neste caminho, Ele quer injetar em nossas veias, constantemente, Sua Palavra e Seu amor, pelos meios que providenciou para isso. Mantendo o alimento e o crescimento, impedindo que a vida seja interrompida e permitindo olharmos com confiança para o futuro promissor .
Injeções diárias. Quando há o porquê, temos como enfrentar tudo.
Até a última semana

 P. Lucas André Albrecht
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração