terça-feira, abril 12, 2016

Toda regra tem exceção?


Ou "A exceção confirma a regra". Crescemos ouvindo esta frase. Mas ela está correta?

A frase original é latina, e se traduz: “A exceção confirma a regra nos casos não eximidos”. Ou seja, a exceção confirma que existe uma regra, mas não, necessariamente, que ela seja universalmente válida.

Por exemplo, se vejo uma placa dizendo ‘proibido estacionar aos domingos”, posso entender que a regra é que, nos demais dias, é possível estacionar. A exceção, o domingo, confirma a regra, “de segunda a sábado”.

Já se eu digo; “Todo mundo nesta universidade é elite’, quando eu me deparar com uma pessoa mais pobre, isto não confirma a regra; ao contrário, a destroi.. Se digo que “todo cristão é limitado”, quando me deparar com um doutor que confesse a fé cristã, minha regra vai ao chão. Se digo, “toda igreja só quer enganar as pessoas’, quando encontrar uma igreja séria, minha tese terá sido derrubada.  Ainda: se digo que toda regra tem exceção, quando encontrar uma regra que não tenha, esta minha regra estará derrubada.

Se há exceções, é sinal que a regra geral não é universalmente válida. Não é A verdade.

Às vezes utilizamos esta frase como justificativa, especialmente para justificar o injustificável. Quando somos pegos em uma falha ou contradição em nossas teorias e regras super bem desenvolvidas, apelamos para  a exceção que provaria a regra e nos eximiria de rever nosso pensamento ou nossa reflexão. Mas é melhor refletir de novo.

Quando olhamos para a Bíblia, vemos um Deus sem exceções. Primeiro, que não retira ninguém da situação difícil. Todos, sem exceção, são imperfeitos.. Segundo, coloca todos na mesma situação - alvos do seu amor. A graça de Deus se estende a todos, desde o menos letrado ao doutor, desde o pior ao melhor bandido, se é que dá para classificar assim. Todos.

Pois quando Ele diz que, por causa de Jesus Cristo, ama a cada ser humano, ele quer dizer que sua regra é esta.

E Ele não abre exceção.


 P. Lucas André Albrecht


  
Postar um comentário