Quem está ao lado

Você olha ao lado, no restaurante, e pessoas estão no celular. Talvez estejam falando com a familia.
Em casa, você olha  e vê pessoas, com a familia, teclando e conversando virtualmente. Talvez estejam falando com os  amigos.
Você olha na festa e nota muitas pessoas digitando ou fotografando com o celular. Talvez falando com colegas de trabalho.
Você olha para o ambiente de trabalho e nota muitas pessoas com celular, talvez conectando-se a amigos em outro lugar.

Às vezes, a impressão que temos é que, hoje em dia, a pessoa mais importante ou interessante com quem falar é sempre aquele que não está presente.

Vivemos com uma certa impressão de que nos mantermos conectados nos conecta a mais pessoas. O que pode ser verdade, por um certo ângulo. Mas que pode ser completamente equivocado se as pessoas que estão presentes para um momento de convívio são aplicativos que estão sempre em segundo plano.

Deus nos criou para nos relacionarmos com as pessoas, seja eletrônica ou presencialmente. Claro que não há nada de errado em relacionamentos virtuais, mas vale a pena também olhar ao redor e ver se não estamos sempre deixando de lado quem mais precisa da nossa presença. Quem mais gostaria de olhar em nossos olhos, ouvir a nossa voz sem ser mediada por um equipamento eletrônico, ou poder nos abraçar de verdade, e não contentar-se com “um abraço”’ no visor do telefone.

Pode ser a familia, o amigo, o colega de trabalho. Mas, todos os dias, Jesus Cristo nos dá muitas oportunidades únicas de nos comunicarmos.

E – acredite – pode até ser, e também dá certo, sem o visor do celular.


(P. Lucas André Albrecht)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração