Comprar a paz?

Toque de vida no Facebook


Estava lendo sobre uma pesquisa com pessoas que ganharam na loteria e que, no fim das contas, se não foram menos, também não foram mais felizes que nós. Muitas delas, inclusive, com o tempo, voltam ao que eram antes, gastando tudo o que ganharam.

Dois mil anos atrás, um imperador romano passou por algo parecido. Tornou-se ‘o cara’, estava no topo. No entanto, sua vida pessoal e familiar acumulavam problemas e dificuldades que lhe tiravam o sono. Conta a história que, certa vez, ele descobriu um homem humilde o qual, diziam, conseguia dormir em paz. Sabe o que imperador fez? Comprou a cama do sujeito.

Se olharmos ao redor, perceberemos algo parecido. Prateleiras de farmácias com promessas de paz, livros superficiais prometendo o topo. Quilos e quilos de promessas de alegria, contentamento e um sono tranquilo.

Sabemos muito bem, que não funciona assim. Paz parte de dentro, e tranquilidade vem do coração. Enquanto ele não achar descanso, o restante custa a se acomodar. A alma fica com insônia e não há nada comprável que possa nos acalmar. Aquilo que realmente resolve não tem preço: é presente. Pessoas amigas, palavras amigas, corações amigos. Palavras de fé que nos sustentam e confortam.
Aí, nem precisamos fazer pesquisa. Porque teremos uma paz que ultrapassa qualquer compreensão humana.
A paz de Jesus Cristo.

(Minuto TdV desta quinta na Mix FM POA.
Texto adaptado de uma reflexão do P. Ken Klaus - LHM)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça