Perigos escondidos


Para quem viaja de avião, apesar do receio ou medo que possa haver, a viagem normalmente se resume a embarcar, decolar, voar, pousar e descer da aeronave.

Assim, normalmente não percebemos qualquer perigo que possa ter acontecido com um avião do qual acabamos de descer. O voo parece ter sido normal, mas, em alguns casos, se conversássemos com o piloto, talvez ouviríamos o que um deles disse, anonimamente, em uma pesquisa: “Só dizemos aos passageiros o que eles precisam saber. Não lhes dizemos coisas que lhes vão meter medo. Por isso, nunca me ouvirá dizer: ‘Senhoras e senhores, acabamos de ter uma falha de motor’, mesmo que isso tenha acontecido.”

E se Deus fosse relatar todos os perigos escondidos pelos quais nem sabemos que passamos em uma semana, e Ele nos livrou? Talvez ficássemos com medo de sair da porta de casa. E é isto que o Salmista nos lembra no salmo 91. Além de fortalecer a certeza de que temos abrigo à sombra do amor de Deus, ele destaca também que o Senhor nos livra de perigos escondidos.

A própria obra de Cristo em nosso lugar nos salva de um risco do qual jamais nos daríamos conta que corremos se a Palavra de Deus não nos revelasse. O pecado conduz ao inferno e, sem a salvação que ele conquistou, estaríamos condenados à queda em pleno voo, para não mais sermos resgatados.

Por meio da fé no Salvador, somos livrados deste perigo maior e também dos perigos diários. Até mesmo os que desconhecemos. Por isso, temos também o privilégio de anunciar esta notícia a tantos quantos seguem sua vida sem se dar conta deles. A Palavra de Deus revela o perigo, mas mostra também o caminho da sustentação e da segurança para continuarmos seguros em nosso voo. Sem medo e sem receio.

Pois não há perigo ou dificuldade que possa nos impedir de, com Cristo, desembarcarmos em nosso destino final.


Rev. Lucas André Albrecht



(mensagem publicada por Hora Luterana)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração