segunda-feira, setembro 24, 2012

Pensamento crítico


Já sabemos que uma das grandes metas de humanidade nas últimas décadas é desenvolver o ‘pensamento crítico”. Levar as pessoas a terem a capacidade de raciocinar, pensar, dialogar e avaliar criticamente a sociedade em que estão inseridas.

Mas, a que mesmo se refere a capacidade de ter “pensamento critico”? Quais são as regras ou categorias para o pensamento de alguém ser considerado assim? A referência seria: ao que a maioria costuma aderir?

Este tema leva também a uma preocupação. Apesar de a ‘visão critica do mundo’ - referindo-se a um pensamento independente e uma forma consciente de pensar -, ser estimulada, nem sempre ela é tão autônoma e plural como se pode pensar. Às vezes quem não pensa criticamente como os que defendem o pensamento crítico pensam, podem ser considerados não tão críticos como os demais críticos.

Por exemplo:  E se você achar que o aquecimento global não é tudo o que dizem, e que o problema é diferente do que muitos descrevem? Ou se não concordar que ‘verdades não existem’, mas que sim, existe certo e errado, verdadeiro e falso? Que existem não apenas versões de um fato, mas fatos em si? Se declararmos que determinadas ações visando serem socialmente afirmativas na verdade alimentam a desigualdade? E se resolvêssemos dizer que apesar de respeitar a diversidade sexual, não somos obrigados a aceitar e concordar com tudo o que é divulgado, da pornografia às opções de prática sexual?

E se afirmássemos que é possível ter uma fé cristã fervorosa mesmo mergulhados no império da ciência?

Isto significa necessariamente ser alienado, atrasado ou pior? Volta a pergunta: o que define quem está pensando de forma criticamente correta?...

Ter senso crítico e procurar não se contentar com o superficial é desejável. Mas não é necessário ceder à critica autorizada já determinada, ou ser sufocado pelo viés de pensamento cuja ideologia já determinou a direção.

E, ainda, é importante termos clareza de que, apesar de muitos não concordarem, e até mesmo rirem disso, ter fé é também ter pensamento crítico. Pois ninguém faz critica melhor ao ser humano do que a própria Palavra de Deus, quando revela exatamente quem nós somos. Mas dificilmente também alguém oferece alternativa e Caminho mais preciso e eficaz.

Mais difícil do que pensar criticamente é reconhecer que o outro também pode ser crítico no seu pensar.

Mesmo não sendo ao que a maioria costume aderir.






Postar um comentário