Deputados recusam veto à Lei das Capelanias

ALC

Assunção, Paraguai, quinta-feira, 26 de agosto de 2010 (ALC) - A rejeição da Câmara dos Deputados ao último veto do Poder Executivo à aprovação da Lei das Capelanias permitirá a presença de pastores evangélicos, pela primeira vez, nos quartéis para oficiar cultos.

O projeto que modifica a Lei 216/93 da Organização das Forças Armadas tinha sido vetado pelo vice-presidente, Federico Franco, no exercício do poder na ausência do presidente Fernando Lugo, quando se encontrava no Brasil para exames médicos.

A Lei das Capelanias abre o serviço religioso a qualquer tipo de crença no atendimento às forças militares. A Igreja Católica teve, historicamente, a hegemonia neste tipo de ação.

Agora, o Senado deverá votar a Lei. Especialistas afirmam que o Senado seguirá a Câmara na questão.

O projeto gerou grandes expectativas no setor religioso paraguaio, no qual participam a Associação de Pastores Evangélicos do Paraguai e a Associação de Igrejas Evangélicas do Paraguai (ASIEP), representando cerca de 2 mil filiados.

Fonte: ALC Noticias
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração