Desentendimentozinho

Aquela discussão foi superficial mesmo? Ou poderá ter maiores consequências?
Aquele briga foi pouca, de fato, ou vai trazer resultados nada agradáveis?
Tem certeza de que foi só um desentendimentozinho? Ou o sufixo que virá depois não seria o ‘ãozão’?

De vários desentendimentozinhos diários é composta nossa caixa de entrada de raiva, de amargura dos fins de dia, fins de semana, fins de linha. Nos perguntamos como é que chegamos a esse ponto. E a vida diária nos ilustra o que nã é dificil de perceber. Olhe para o saco de lixo que você recolhe em suia casa, por exemplo. É composto de vários ‘pequenos lixinhos’. Considere a bagunça das gavetas e dos armários. São várias ‘pequenas baguncinhas’ formando o todo que incomoda. Observe a derrota do seu time. Frequentemente é feita de pequenas chances desperdiçadas.

A bagunça e excessos da vida diária, também. Começam como quem não quer nada e depois tomam conta de tudo. E nos perguntamos como tudo foi parar assim. E tudo o que mais queremos é poder de alguma forma consertar o que não precisaria ter acontecido.

O contêiner pode ser esvaziado. Os inhos podem permanecer diminutivos. Mas desde que não tentemos sozinhos.

Lançar desentedimentozinhos - e também os grandes problemões - para o cuidado de Jesus Cristo alivia a vida, organiza o ambiente, acalma a situação, Porque o ‘ão’ que o perdão concede é sempre maior do que qualquer quantidade de sentimentos negativos. A paz que Ele proporciona supera qualquer conteúdo de ressentimentos. A fé que nos liga a ele nos conecta ao melhor caminhos para o coração. E, assim, trocarmos os ‘inhos’ que se avolumam pelo carinho que se agiganta, e o cuidado que coloca principios, e não meros sentimentos, no controle da situação

Enchendo nosso contêiner de bom conteúdo.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça