Sustentação

Com que regularidade você vê a planta do seu pé?

No caso das mulheres não me arrisco muito, mas, no caso dos homens, eu chutaria com grande confiança de que são poucas. Bem poucas. Menos do que o número de jogos de futebol. É um lugar que está lá embaixo, longe do nosso olhar, de cara para o chão. A planta do pé, definitivamente, não é a mais mencionada naquelas enquetes de jornal: “qual a parte do seu corpo que você mais gosta?”

Mas basta um pequeno machucado para lembrar não só de que ela existe, mas também de que a sustentação que ela nos dá é absolutamente fundamental

Às vezes esperamos um machucado para vermos como família, relacionamentos, pessoas são fundamentais em nossa sustentação. Todos ali, invisíveis, fazendo o que sempre fizeram, nos acostumamos a contar com tudo. Muitas vezes nem os temos como ‘pessoa com quem mais gastamos tempo ou damos atenção’, preferindo mal-conhecidos, astros de TV, times de futebol e atividades que tem como único ganho a perda de tempo.

Até mesmo em relação a Deus. Não o vemos, costumamos contar com ele e pressupomos que vai cumprir a Sua função sem incomodar. É quando surge um machucado que vamos lembrar o quanto dependemos deste Chão para nossos pés.

Felizmente, mesmo quando só no ferimento, Ele não nos deixa de cara no chão. Com seu amor garante estabilidade e concede alívio. Provê sustentação. Para podermos voltar a pisar firmes na direção de nossos objetivos e para continuarmos a lembrar da importância que as coisas importantes têm. Sempre.

E para nunca deixarmos de estar com a vida inteira em Suas mãos. Dos fios de cabelo à planta dos pés.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça