Insubstituível

Já faz tempo que queria, e hoje resolvi escrever. Sobre aquela frase: “Ninguém é insubstituível”

A frase pode ser verdadeira na lógica funcional, ‘mais um diante da causa maior’, ‘peça descartável na engrenagem global’, ou ‘um número a mais numa massa de consumo’. Mas eu não concordo. Porque cada ser humano é uma peça para qual não existe reposição.

Nós até exercemos funções, papéis, cargos, que podem muito bem ser preenchidos a qualquer hora, por (quase) qualquer pessoa. Mas o lugar que ocupamos no mundo, na vida das pessoas, fica vazio para sempre. Depois que partirmos, não haverá outro de nós para tomar este lugar.

Pense no trabalho ou estudo. A função que você executa pode ser preenchida por outra pessoa. Mas a pessoa que você é, não. Ninguém tem as mesmas características, idéia, presença ou jeito de ver. Pode haver alguém até melhor. Ou pior. Mas igual, não há como prover

Pense na sua família, ou grupo de amigos. Se você faltasse hoje, poderia haver um padrasto, uma madrasta, um filho adotivo, outro camarada exercendo seu papel. Mas não haveria ninguém com condições de ser quem você é. E como você é. Ninguém.

Pense no lugar que você ocupa em qualquer situação de sua vida. Não é possível ninguém mais preenchê-lo. Nem quando houver clones de idêntico DNA. Pode haver genéricos. Mas jamais o original

Porque, se o próprio Filho de Deus deu sua vida pelo ser humano, só pode ser para mostrar que cada um de nós, criado por Ele, tem valor único, e um lugar que ninguém mais pode ocupar. Uma vida única e completa, para ser desfrutada e conduzida do jeito que só nós podemos fazer. O que não significa que não podemos mudar, aprender, recomeçar ou repensar. Mas jamais perder de vista o valor do nosso ser. O homem não pode vender barato o que Deus pagou o mais alto preço para ter.

É só minha opinião, eu sei, você pode discordar. E se quiser reagir, é só clicar e redigir!

Porque opinião igual à sua, ninguém mais pode enviar
.
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração