Alternativas

Na aula de direção, o instrutor propôs a situação:

- Bem, o cenário é o seguinte: você está dirigindo o caminhão subindo um morro, seu companheiro dorme ao lado. Atrás de você, dois caminhões. Quando está quase lá em cima, o caminhão de trás começa a ultrapassagem, mas nisso, vêm dois no outro sentido. O que você faz?
- Eu acordaria meu companheiro – disse um aluno.
- Ué, porque? – foi a pergunta com surpresa
- Porque tenho certeza de que ele nunca viu uma batida de caminhões como esta.

Desistir antes de tentar as possíveis alternativas. Não são raras estas ocasiões em que esta tentação se aproxima. E não são poucas as vezes, portanto, que podemos deixar de aprender ou de superar a batida por entregarmos os pontos antes do final.
Como na história do missionário, atravessando uma mata rumo a um compromisso, que se deparou com uma cobra em cima de uma pedra. O reptil fez seu cavalo parar e e ele, pensar em desistir. Por 40 minutos, o homem ficou indeciso entre cumprir ou não seu trabalho até descobrir que ela estava morta.

Há muitos caminhões vindo no sentido contrário, é certo.Quase todos os dias. Mas isso quer dizer que não haja possibilidades. Ao contrário, pela fé, temos a maior alternativa para qualquer impossiblidade. Ele é a grande alternativa em qualquer das piores estradas que possamos enfrentar. Ele e nossa visão para enxergarmos os problemas que nos ameaçam antes mesmo de tentarmos.
Afinal, como sabemos, nosso Deus já fez uma virgem dar à luz. Cinco pães de dois peixes alimentarem uma multidão. Um cego voltar a ver. Uma mãe receber de volta a vida de seu filho. Um grande perseguidor do cristianismo virar um de seus maiores defensores. Fez até seu proprio Filho, dar sua vdai em nosso lugar, resolvendo a morte, o maior de todos os problemas.

Quando estamos neste Caminho, portanto, não são dois ou três ‘caminhões’ a mais que vão nos fazer desistir.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração