Verdade

Às vezes ouvir a verdade dói. E duas situações específicas me ocorrem agora em que não é bom ouvir "a real".
1. Quando erramos e nos damos conta disso.
2. Quando alguém nos mostra um defeito ou algo que não fizemos bem.

Se alguém olhar esta mensagem de hoje, por exemplo e me disser: “bah, Lucas, tal coisa não ficou legal”, é sempre uma paulada no ego, no orgulho, no amor próprio.

Mas qual a diferença entre alguém que nem conhecemos ou que não gosta de nós ou um amigo nos dizer a verdade?
Toda. Porque no primeiro caso, pode nem ser verdade. No segundo, é alguém que está falando a verdade com amor. Porque tem consideração e carinho pela gente, e quer ver o nosso melhor.

Por isso que quando você se depara com alguma verdade de Deus em sua vida, mesmo que em primeiro momento não goste, no segundo momento, pense melhor. Ele é alguém que sempre quer nosso bem. Então, se ele disser “seja honesto”, “seja gentil, tenha consideração”, ‘use seu corpo de maneira sadia”, “faça ao outro só o que quer que ele te faça”, e tantos outros lembretes, por mais que possa incomodar às vezes, não deixe de ouvir.

É sempre uma palavra de alguém que tem tanto carinho por nós que já nos deu a paz com ele por meio de Jesus. Ele fala a verdade com amor. Para nos ajudar a sermos humildes no ouvir, atentos no porcurar acertar. E verdadeiros no falar.

Até para não gostar desta mensagem. Sem problemas.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida