Atropelar a si mesmo

Errar é humano
Persistir no erro é mais humano ainda.

Dirigir alcoolizado, pular do carro para tentar bater em ciclistas, ser atropelado pelo próprio veículo e ser salvo da segunda batida pelos próprios alvos de sua raiva...

hum... classifique você mesmo.
Nada é tão ruim que não possa ser piorado.

Mas também nada é tão ruim que não possa ser perdoado. Até porque a gente vive atropelando a si mesmo quando se embriaga com idéias que só nos fazem mal,e precisamos ser puxados por alguém para não nos machucarmos mais.


Pelos homens, talvez não. Mas pelo filho do Homem, sim.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida