Encriptada


http://www.horaluterana.org.br/multimidia/encriptada/

Encriptada

Para: quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013
Texto: Mt 6.1-6

Muitos de nós já assistimos a um daqueles belos vídeos na internet com imagens de animais em cenas ou atitudes belas e encantadoras. Vídeos aos quais vale a pena assistir.

Por outro lado, o que não vale tanto a pena é constatar em muitos comentários destes vídeos a agressão ao homem e o engrandecimento aos animais. Em várias ocasiões, nota-se uma tendência de glorificar o animal e apedrejar o ser humano.

Claro que, da parte do homem, as más ações, a agressão, a violência, indiscutivelmente existem. Mas é impossível não constatar também milhares, milhões de gestos e ações de cuidado, auxílio e amor em direção ao próximo. Instituições, redes, ONGs, igrejas, associações… existem milhões de pessoas no mundo todo, neste exato momento, planejando como ajudar seu próximo e entrando em ação.

Mas o que acontece é que nem sempre estas ações são filmadas. Ficam encriptadas, isto é, escondidas, quase em secreto. Ou quando existem vídeos, não conseguem ganhar o mesmo destaque e, por consequência, a mesma audiência que o que há de ruim consegue receber.

Mas isto não é de todo ruim, pois Jesus Cristo recomendou que nossas boas ações sejam encriptadas – em secreto. O objetivo do nosso Salvador foi mostrar que não fazemos o bem para aparecer diante dos homens, mas para cumprir a vontade do Pai.

Jesus Cristo se fez ser humano e agiu na direção do ser humano para que, com fé, ele olhe para Deus como Criador e para o próximo como criatura, obra de sua mão, objeto do seu amor. E, desta forma, invista em respeitar o outro ser humano bem como todas as obras da criação. Não é questão de um ou outro, mas sim de outro “e” um serem alvos de cuidado e consideração.

Fazer o bem sempre continuará a valer a pena. A atenção mais preciosa, o olhar do Pai, já está garantida. E esta não está nem um pouco encriptada. Foi revelada e é muito clara no amor de Jesus.

Oremos: Senhor Jesus, impulsiona-me a fazer o bem como resposta ao teu amor e sem a busca de mero reconhecimento humano. Quero ajudar o meu próximo e cuidar da criação como forma de cumprir tua Palavra e servir ao meu semelhante. Em teu nome. Amém.

Texto de: Rev. Lucas Albrecht

Ouça esta mensagem:


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração