E você?

por Ken Klaus


Uma vez me perguntaram: “Se Al Capone oferecesse um milhão de dólares para a sua Igreja e você soubesse que o dinheiro vem de atividades ilegais, você aceitaria?”
Ao longo dos anos, compartilhei esta pergunta com outras pessoas e recebi uma grande variedade de respostas, algumas até bem passionais.

Algo semelhante ao que está acontecendo com o evangelista Ronnie Hiill. Este homem, que fala em rodeios, shows de motociclismo e corridas da Nascar oferece prêmios para atrair pessoas a ouvirem sua mensagem. Neste momento, Hill está oferecendo a chance de ganhar um carro novo para quem ouvir seu testemunho sobre como Jesus salvou sua vida. As pessoas que optarem por ouvir sua fala terão seus nomes enviados a uma igreja local e uma delas ganhará o veiculo.

Recentemente me perguntaram o que eu acho deste tipo de tática de evangelismo. Gastei um bom tempo pensando em minha resposta. Eu tenho a minha, provavelmente você, a sua. Talvez possamos pensar que ‘subornar’ as pessoas para ouvir sobre a Palavra bem que poderia funcionar para quem não a ouviria de outra maneira. Ao mesmo tempo, não consigo me lembrar dos discípulos de Jesus oferecendo para os seus ouvintes a chance de ganharem um camelo ou uma carruagem caso se dispusessem a ouvir a história da salvação.

Na verdade não é meu trabalho julgar a metodologia de Ronnie Hill. O que eu sei é que o perdão e a vida eterna que Jesus obteve permanecem sendo a boa e gratuita noticia de Deus para a humanidade, oferecida a todos por seu imenso e impagável amor.

E eu também sei que, se a promessa da vida eterna cheia de alegria com Deus não é motivação suficiente para se crer em Jesus, então algo está errado. Para ampliar as palavras Dele, registradas no Evangelho de Mateus: “Se eles não deram ouvidos ao que diz a Palavra de Deus, também não ouvirão nem se alguém ressuscitar dentre os mortos” - e nem se alguém lhes oferecer um carro novo.


Rev. Ken Klaus
Lutheran Hour Ministries
St. Louis, MO, USA
Texto original
PS: Para treinar seu listening, ouça a devoção original.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração