egoite

Gastrite é no estômago. Rinite, no nariz. Otite, no ouvido. São vários os lugares, mas o significado é o mesmo. Ite é o sufixo grego que indica inflamação. Sempre que o médico disser alguma coisa que termine com ele, é porque algo em nosso corpo está inflamado.

Existe um perigo maior que ronda nossa vida. A ‘egoite’. Neste caso, o problema está em outro lugar. E, infelizmente, é uma região que dificilmente a pessoa que sofre dele consegue alcançar. Por isso, precisa de ajuda.

A inflamação do ego, está certo, não é uma doença nova, mas ultimamente tem ganho mais combustível para seu desenvolvimento. A busca desesperada por exposição nos meios de comunicação é um dos principais sintomas. Mas não o único. A disputa por vagas no ambiente de trabalho. A busca pelo centro no circulo de amizades. As rivalidades e competições. O ego se inflama, se sobrepõe ao dono, e infecciona não apenas a si, como contamina todo o ambiente com o qual interage.
E é transmissível. Em efeito dominó.

Todos nós estamos sujeitos à egoíte, mais dia, menos dia. Por muitos dias ou poucas horas. Mas também todos somos alvos do tratamento eficaz que Deus propõe: doses continuas e diárias de humildade e auto-crítica. Sem confundir com auto-depreciação, como não dá pra confundir paracetamol com omeoprazol. Humildade nada tem a ver com desfazer-se, mas sim, construir-se à luz da orientação divina que nos mostra que ninguém de nós tem motivos para se inflamar em vaidade, pois todos um dia voltamos ao pó. E ao mesmo tempo, pela fé, todos nós somos as criaturas mais especiais do mundo, por quem o próprio Filho de Deus deu sua vida.

Egoite, portanto, se cura com ajuda externa. Como uma doença do corpo. Precisamos de Alguém que nos leve a reconhecer que estamos doentes, para então recebermos o tratamento que nos coloca de volta nos trilhos certos. Tratamento que, bem usado, pode causar grandes benefícios aos usuários e seus relacionamentos.

Em efeito dominó.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça