e-mail a Hélio Schwartsman


A respeito do texto "O renascimento de Deus". Na verdade, sobre a conclusão dele.



"Prezado Sr. Helio:

"Quanto ao ser humano, num ponto ele de fato difere dos outros animais. Insiste em prestar reverência a uma hipótese implausível, que se provou desnecessária e, nos dias de hoje, tem-se mostrado mais destrutiva do que agregadora. "

Errado. O problema é o ser humano, não Deus. Onde houver ser humano, independente de sua crença ou ausência dela, haverá tensão. Até os regimes politicos que tentaram acabar com Ele sucumbiram. Em alguns casos, como o socialismo, se mostraram e se mostram infinitamente mais cruéis do que todas as religiões juntas.

Este é o problema de juntar filosofia com idealismo. Acaba se acreditando na capacidade e autonomia do ser humano muito além do que a realidade pragmática inexorável permite.

"se provou desnecessária". 'Provas' até hoje nunca apresentadas satisfatoria e conclusivamente.


"mais destrutiva do que agregadora". Quando pessoas como o sr. que têm o poder da midia nas mãos quiserem enxergar o bem causado por pessoas comprometidas seriamente com a fé em Deus, serão obrigados pelos fatos a reverem seus silogismos carregados de apriorismos. E a aumentarem o número de páginas dos seus jornais.Se quiser começar agora, com apenas um clique e um exemplo (o da maior universidade brasileira):


Atenciosamente,

PLucas




Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração