Boa noite

A partir de uma certa idade, muitas crianças têm úma mudança em sua vida. Deixam de dormir com os pais, ou responsávels, (às vezes com a luz ligada), para dormirem sozinhas e no escuro. E eles, na maior cara de pau, depois de apagar a luz e antes de fechar a porta, dizem "boa noite, meu filho!"

Mas que coragem! Como é que eles podiam achar que nossa noite tinha como ser boa? Sozinhos e no escuro?...

Porque na verdade sabíamos que não estávamos sós. Ali, pertinho, havia alguém que, mesmo dormindo, estava por perto. Mesmo longe, estava o lado. O escuro era seguro, porque o cuidado era claro e certo.

Momentos de escuro, na vida, são inevitáveis. Mas ficarmos sem companhia, não.

O que pode acontecer quando ficamos sós? Para Marcos Maronez jr, o professor de piano encontrado morto com uma adolescente de 13 anos em um quarto de motel de Porto Alegre, aconteceu o pior. O tipo de idéias registradas em seu perfil no orkut
me deixa a impressão de que ele estava assim. No escuro. Precisando dos acordes certos. Acordar.
Adorava jazz. Esta semana, perdeu um z. Aqui jaz.

Saiba que você tem sempre um Pai por perto. Cuidadoso, amoroso, que zela para que a sua seja uma "boa noite". E que encoraja a lidar com o escuro de maneira confiante. Nas horas de pouca luz, em que a solidão quer nos fazer companhia, trazendo com ela a desesperança e o vazio, é bom saber que a Luz do mundo está ao alcance do coração. Com a vantagem de que não precisamos correr até o outro quarto. Deus não sai do nosso lado. Não dorme nunca.

O dia com Ele por perto, mesmo com momentos de escuridão, é bem mais claro. E a noite, mesmo escura e solitária, é bem boa. E serena.
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida