O que permite a felicidade

Não deixa de ser triste que as propagandas que se esforçam por mostrar as coisas boas/alegres da vida quase sempre omitam exatamente o que torna todas aquelas cenas de felicidade possíveis.

Trabalho/emprego. Muito trabalho. Trabalhos longos e cansativos. Ter e viver princípios. Paciência e compreensão com familiares/amigos/colegas de trabalho. Amar como verbo de ação, e não apenas como sentimento. Fazer algo pelo outro. Resiliência. Perdoar e ser perdoado. Ajudar e ser ajudado. Superação.

E a lista pode ser maior. Em suma, persistir frente à dureza do cotidiano necessário, onde a maior parte de nossas horas se encontra.

Enquanto estes não forem reconhecidos e valorizados como o que nos permite ser felizes, existe chance de aqueles serem meras fugas ou ilhas de alegria num mar de ansiedade e frustração.


PS: E, para os cristãos, é estar conectado a Jesus Cristo na base de tudo. Pois é o que dá sentido, objetivo e segurança a tudo o mais.


(Minuto Toque de Vida
Mix FM Poa
P. Lucas André)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração