Conhecimento e fé

por Fernando Garske

 
Você já ouviu alguém dizer que “fé é coisa de gente sem instrução”?

Richard Dawkins, por exemplo, disse certa vez que a falta de informação é que leva pessoas a recorrer à religião. Para ele, como para muitos outros, fé e conhecimento são inimigos irreconciliáveis. De fato, religiosidade fanática e supersticiosa não se mistura com o saber. São como água e óleo. Mas o que dizer do zelo que a fé cristã historicamente tem demonstrado pela educação?

Jesus deu aos apóstolos a ordem de fazer discípulos batizando e ensinando. (Mateus 28. 19,20). Os pais eclesiásticos cedo introduziram o sistema de Catequese. Martinho Lutero, ao se defrontar com uma Alemanha de analfabetos, que não podia ler a Bíblia, escreveu: “Aos conselhos de todas as cidades da Alemanha, para que criem e mantenham escolas”. E aos pais desmotivados em enviar seus filhos à escola: “Uma prédica para que se mandem os filhos à escola”. Nos Estados Unidos, preocupado com a educação cristã dos jovens, o pastor John Harvard decidiu fazer uma generosa doação em dinheiro e compartilhar os seus livros. A pequena escola, fundada na ocasião, é conhecida hoje como a Universidade de Harvard. Exemplos parecidos temos em nossa região, onde as escolas cristãs já atuavam antes mesmo das públicas. 

A própria pedagogia moderna mistura a sua história com a história da igreja. O “pai” da didática moderna, João Comenius, era um pastor dedicado a educação. No século 17 escreveu “Didática Magna” onde afirmou que educar é ensinar “tudo a todos”. Lançou assim os pilares do ensino obrigatório (a meninos e meninas), sistematizou a educação e propôs a criação de escolas atraentes, que incluíssem recreação e o lazer.

Tanto no passado como no presente, a fé e a devoção a Cristo como Salvador não compactua com a ignorância, mas incentiva e promove o ensino e o conhecimento. Nas palavras de Felipe Melanchton: “A ignorância é a maior adversária da fé, e, por isso, ela deve ser combatida”. 



Rev. Fernando E. Garske
Novo Hamburgo, RS


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração