quinta-feira, dezembro 11, 2014

Novamente


É novamente o tempo da história ser contada
Que, mesmo repetida, consegue renovação.
Gerando as respostas mais variadas
Novidade ou antiguidade para o coração.

A história do menino que responde
ao principal anseio da humanidade
que, em grande parte, meio que não ouve
a resposta do que pergunta com ansiedade.

A história da manjedoura em que repousa
A esperança de justiça que leva à paz
mas que em parte é esquecida, em parte ignorada
por quem pensa que é de outro jeito que se faz.

A história da família confiante
que acredita no que vai acontecer
Diferente de muitas vidas que, hoje em dia,
acreditam poder controlar o que vai ser.

A história que responde, mas nem todos perguntam
A história que acalma, quando muitos querem correr.
A verdade que liberta quando muitos se prendem
ao que a história sempre trata de evanescer.

Mas ainda é tempo, é hora, é dia.
É a sinfonia que reúne amor e paz
que conserta o coração em harmonia
E que oferece novamente ao mundo mais.


(P.Lucas André)


Imagem: P Paulo da Rosa, ULBRA Ji-Paraná, RO. 
Presépio de garrafas PET.


Postar um comentário