sexta-feira, outubro 25, 2013

Capelão da Música atua também como professor

Além de comandar a capelania de Música da Pastoral da ULBRA, este ano o pastor Paulo Brum ganhou mais uma missão: contribuir com a formação dos futuros pedagogos que estudam na ULBRA. Ministrando a cadeira Educação Musical, novidade do currículo do licenciatura em Pedagogia EAD da Universidade, Paulo acredita contribuir com o fortalecimento da formação do professor.
Prof. Ms Paulo Brum,  Maestro e pastor.

O convite surgiu após a conclusão do mestrado que o pastor cursou no Programa de Pós-graduação em Música do Instituto de Artes, na UFRGS. Ele obteve o título defendendo a dissertação a suíte para órgão do oratório Sete Palavras de Cristo na Cruz, Opus 257 de Amaral Vieira: uma Abordagem Retórico-Analítica da Relação com seu Oratório, Opus 255A.
Com a pesquisa, Paulo Brum analisou a forma com que o compositor usou a música para traduzir um discurso sacro. “Amaral Vieira traduziu as sete palavras de Cristo em música, e isso é muito intenso”, resume o mestre em Música. O estudo pode ser conferido no endereço http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/76732 

O órgão de tubos da Capela Universitária teve papel importante no mestrado de Paulo: foi onde aconteceram os recitais públicos, necessários para a obtenção do título. Além disso, o pastor também atuou pela reforma do instrumento, e evidencia sua importância dentro da capela. “Com o órgão, possibilitamos ações litúrgicas, durante os cultos, de ensino, através de visitas de diferentes cursos e artísticos, promovendo concertos abertos à comunidade”, relata. “Devemos manter viva essa cultura.”

Continuar os estudos em Música no doutorado está entre os planos de Paulo, mas por enquanto ele se dedica a terminar o segundo mestrado, em Teologia, no Seminário Concórdia, em São Leopoldo (RS). Ele acredita que, no ambiente universitário, o pastor deve estar próximo à academia. “Integrar a pastoral com o ensino traz mais movimento”, conclui.

Fonte: ACS Ulbra
Postar um comentário