quanto tempo?


Fim de ano é a época dos famosos chavões: 'correria', pressa', 'falta de tempo'. A gente se queixa de que não consegue arrumar tempo pra tudo o que temos pela frente. Adoraríamos ter o poder de nos presentearmos com minutos ou horas a mais.

Então, faça de conta que agora você vai pedir e seu desejo será imediatamente atendido. Diga aí: de quanto tempo você precisa? Sério, calcule. Quantas horas, dias ou semanas a mais você quer para fazer tudo o que planeja, pensa ou imagina?

Certo. Agora, vou arriscar um palpite. Na verdade, você preencheria todo este tempo extra de novo com mais um monte de coisas e reclamaria da falta de tempo. Não ia adiantar, seria provavelmente só mais tempo de preocupação e ansiedade. E isso porque muitas dessas coisas que colocamos na frente dos olhos na verdade deveriam estar lá atrás. Ocupam tempo e não levam a nada. São as pedras pequenas ocupando o tempo, como diria S.Covey, roubando o espaço das 'pedras grandes', importantes, principais.

A maior delas, Deus. Tempo pra Ele sempre são minutos ou horas bem investidas. Ele é o dono do tempo, e dá diariamente exemplo de prioridade - o ser humano, o mais importante, em primeiro lugar. O Natal, que já está perto, ensina isso. Deus tirou tempo para estar perto da gente, quando nasce Jesus Cristo na manjedoura de Belém. E, a partir desta realidade de fé, dar a perspectiva correta sobre o tempo que, vivido com Ele, tem outro jeito de se contar.

Perto Dele o dia continua tendo 24 horas. Mas a vida passa a ter muito mais tempo de jogo
.




Rev. Lucas André Albrecht
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça