Mantendo os princípios


Você de alguma forma sabia que aquele não era o melhor caminho.

Mas não falou ou teve receio de agir e ser mal entendido, pois outros fatos e até pessoas proximas fizeram acreditar que outra alternativa poderia ser a melhor.

Passa o tempo e o que acaba acontecendo é aquilo que você já tinha antecipado.
E você se lamenta de não ter sido mais firme naquilo que sabia que era o melhor.

Situações como esta já podem ter lhe acontecido, seja para pequenos ou para imensos assuntos. E a gente, além de dizer, “puxa, eu estava sentindo que era por ali”, ainda se pergunta: “o que me deu tamanha segurança de opinião?”

Eu arrisco uma resposta: principios. Quando nossa opinião e visão estão fundamentadas em principios, e então nos dão noção do que deveria ser o certo a se fazer, dificilmente erramos. Pois não é possivel quebrar principios, apenas nos quebrar contra eles. Se entrar outra opinião, ou opiniões, que sejam guiadas por valores pessoais, momentâneos, ou simplesmente errados, é certo que, por mais certas que possam parecer no momento, no longo prazo não se sustentarão.

Manter princípios e guiar-se por eles é o caminho mais seguro. Pode não ser o mais popular, o mais rápido. Pode ser o que vai trazer inimigos e gerar rostos virados. Mas é a estrada que não apenas conduz ao lugar certo, mas ela propria é o lugar. Jesus Cristo, que é o Caminho, revela em Sua Palavra princípios que valem a pena ter e manter.  E, além disso, dão a visão e quase que um ‘dom da profecia’. 

Pois aquilo que não está fundamentado em principios, mais dia, menos dia, vai falhar.





Rev. Lucas André Albrecht
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida