terça-feira, junho 12, 2012

Engarrafamentos


Com o aumento do número de veículos em circulação, especialmente nas grandes cidades, eles passaram a nos fazer companhia diária. Aqueles torturantes minutos, talvez horas, de perda de tempo e combustível que quase sempre prejudicam nosso humor. Dificilmente alguém responderia ‘sim’ á pergunta “você gosta de um engarrafamento?” Entrar em um deles costuma ser sinônimo de demora, mau humor, atraso para compromissos.

Mas talvez tudo dependa de para onde estamos indo ou o que estamos esperando.

E se estivermos indo para um jogo importante, ou seguindo naquela longa fila de carros comemorando a conquista de um campeonato? Se estivermos indo para uma festa em que a multidão de carros indica que ela está ‘bombando”? Ou se estamos indo ao encontro da pessoa amada?

Pode ainda não ser o melhor dos mundos. Mas tenho certeza de que nossa espera neste engarrafamento terá um clima totalmente diferente.

O que esperamos para a vida que temos à frente? O que esperamos para depois desta vida? A resposta a estas perguntas, sem dúvida, influencia o modo como enfrentamos os ‘engarrafamentos’, isto é, os problemas e desafios que a vida diária nos apresenta. Se a vida acaba logo ali, se não temos visão de futuro;  se esperamos apenas pelo pior ou mesmo não esperamos mais nada, não há dúvida de que isto influenciará o humor do hoje.

No entanto, quando sabemos que em Cristo temos um futuro promissor e uma vida eterna pela frente, nossos congestionamentos diários terão outro humor. Nem sempre estaremos alegres e vibrantes, mas sempre seguros e confiantes de que vamos seguir em frente. Pois a forma de viver e encarar a vida é outra, ela não termina logo ali. Não está rodando a esmo e nem trará apenas coisas ruins.. A vida em fé, na perspectiva da vida eterna, muda nosso humor e fortalece nossa vontade de ultrapassar as barreiras, rumo ao que o futuro nos trará de bom.

Pode não ser o melhor dos mundos. E não é.  

Pois o melhor, de fato, ainda está por vir.



Rev. Lucas André Albrecht

Postar um comentário