segunda-feira, novembro 21, 2011

O som que vem do lixo

Fonte da matéria

Tirar música do lixo é o objetivo do percussionista portoalegrense, Pedro Henrique Sena Souza. O músico é o criador do projeto Reciclave, ministrando oficinas onde ensina a transformar em instrumentos de percussão o que para muitos não tem utilidade. Latinhas de cerveja e refrigerante, garrafas de long neck, garrafas pet, palitos de churrasquinho, madeira, entre outros objetos, todos viram instrumentos musicais nas mãos de Sena.


“Desenvolvo esse projeto por amor; não tenho a pretensão de me tornar famoso ou ter o maior número de acessos em vídeos do YouTube. Quero apenas ensinar minha arte, tirar som dos mais diversos objetos, ampliando a consciência ecológica e inclusão social de crianças e adolescentes”, relata Sena. Seu primeiro contato com a música foi aos 12 anos, quando ganhou um violão. O músico aprendeu a tocar sozinho o instrumento, tomando gosto pela arte. Daí em diante foi um pulo para conhecer e aprender outros instrumentos musicais, como guitarra, baixo e bateria. Senna integrou diversas bandas, descobrindo que poderia transformar material reciclável em instrumentos de percussão, e dessa forma aliar consciência ecológica ao trabalho musical.

Leia a matéria completa.
Postar um comentário