Status

“Dinheiro não traz felicidade. Status, sim”. Um estudo realizado por duas universidades inglesas mostra as pessoas não ficam mais felizes quando ganham mais dinheiro. Segundo a matéria, “o que realmente traz alegria é a comparação: saber que seus pares, colegas e vizinhos ganham menos que você dá status e satisfação íntima”. Saber que o vizinho ganha menos, que a fulana não progrediu ou que têm o maior salário da empresa - mesmo que não seja o maior salário do mundo.

Coisa triste isso, não? O coração depender de comparação.

Mas isso porque é uma pesquisa britânica. Alguém aqui foi chamado a dar opinião? Porque, se nós fôssemos responder a este estudo, o resultado seria diferente. Estamos contentes com o que temos, sabemos que dinheiro é muito mas não é tudo, detestamos comparações e não dependemos da grama do vizinho para saber se a nossa está verde ou cinza...certo?

Bom, não tenho tanta certeza. No fundo, não somos tão diferentes dos ingleses, somos humanos como eles, sujeitos às mesmas fraquezas.

Nessas horas, vale a pena lembrar do amor sem comparação que Deus demonstra em nossa vida, nos dando o status que realmente nos faz diferentes: sermos filhos. Comparar-se com outros a partir de paradigmas humanos produz uma frustração sem comparação. A única comparação de que precisamos é com a vida sem esta fé; aí vemos o quanto já somos felizes. E o quanto o amor do Pai, em Jesus Cristo, nos faz semelhantes, próximos, únicos. Ricos.

Coisa boa isso, não? O coração depender deste amor sem comparação.
E sempre com o mesmo status: feliz.



Pastor Lucas André Albrecht


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração