segunda-feira, junho 06, 2011

Pequenas doses

Quando tomamos um pouco de água, um pouco de refrigerante, um pouco de álcool, normalmente nada de diferente acontece. Quando comemos um pouco de arroz, de carne ou de frituras, a mesma coisa. Um pouco de quase tudo dificilmente faz mal a alguém.

Diferente é o caso do veneno. Não dá pra tomar um pouco de inseticida, cianureto ou crack. Sempre vamos ter alguma complicação.

Para o coração, a regra é semelhante. Um pouco de fofoca, de malicia, um pouco de inveja e vários outros venenos cotidianos servidos em grandes doses, sempre vai fazer algum mal. Especialmente porque costumamos gostar destas doses e, em pouco tempo, elas deixam de ser pequenas. Outro fator complicador: normalmente estes não fazem mal apenas a quem toma, mas a quem está em volta e sofre os efeitos de tal mal.

Jesus Cristo nos dá a água da vida, que abastece e alimenta, para lutarmos contra o veneno do pecado, a fonte de todos os demais, com a força que Ele nos dá. A ação de seu amor corroi o que nos prejudica e fortalece o que nos fundamenta. Por isso, doses generosas amor, perdão e esperança, frutos da fé Nele, sempre vêm bem, a qualquer hora, a todo coração.

Destas doses não precisamos ter medo. Sempre vão fazer bem.




Pastor Lucas André Albrecht
Postar um comentário