Lutar

“Quando eu era criança, eu sofria bullying de um rapaz mais velho na escola. Ele me obrigava a lhe dar meus 5 reais que tinha para o lanche. Um dia, decidi que não iria mais aceitar, iria lutar contra aquele abuso. Falei com um amigo que lutava caratê e pedi algumas aulas. Só que o professor de caratê disse que eu teria que começar a pagá-lo 5 reais por lição. Então, parei com as aulas e simplesmente continuei a dar o dinheiro para o cara do bullying.”

Algumas pessoas acham mais fácil simplesmente se acomodar ao que incomoda do que aprender como lutar contra, vencer. Pode parecer estranho, mas às vezes somos tentados, como alternativa menos pior, a aguentar o incômodo do que reunir forças e motivação para lutar.

Lutar contra nós mesmos é, talvez, a batalha mais difícil que existe. Ir contra o desânimo, egoísmo, indiferença, desmotivação, exige muito. Frequentemente vencemos muitas guerras ‘lá fora’ e perdemos a batalha mais importante ‘aqui dentro’.

Por isso, precisamos Daquele que deu sua própria vida para vencer o que, por nós mesmos, seria derrota sempre. Com isso, nos deu as forças para levantar, aprender, lutar. Jesus Cristo estende a mão ao nosso coração gratuitamente, nos ensinando o que precisamos para seguir em frente com vontade de vencer. E por isto não precisamos pagar. A aula é grátis, todos os dias.

Viver esta fé, para muitos, pode parecer estranho. Mas antes diferente e não acomodado do que acomodadamente “normal”.


Fonte da ilustração
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça