terça-feira, setembro 14, 2010

Festa e alegria

Faz tempo que não ficava tão nervoso, ansioso, agitado, emocionado. Ao mesmo tempo.


Sábado, 11.09, depois de participar de pelo menos umas 70 cerimônias como capelão desde que estou na Ulbra (2004), foi a formatura da Djenane, minha esposa. Agitação na preparação, para tudo dar certo. Nervosismo nos bastidores, ensaiando o devocional de abertura. Ansioso na mesa, aguardando o momento de entregar o diploma. Emoção em poder abraçar e beijar minha esposa num dos dias mais importantes de sua vida.

Podemos ir em dezenas de eventos, mas quando é com a gente, tudo muda. A formatura parece mais emocionante, mais grandiosa, menos demorada. Tudo acontece diferente. Porque não só nosso corpo e mente, mas nosso coração está completamente ali.

Uma verdade importante para toda a vida. Se seguimos nossos dias apenas de ‘corpo presente’ ou de ‘mente atuante’, até que conseguimos algumas coisas. Mas tudo fica diferente quando nosso coração está completamente ali. Porque, então, todo o nosso ser participa.

E para tudo ser não apenas diferente, mas completo, nosso coração precisa estar completamente Nele. Jesus Cristo não é apenas ensino para a mente ou saúde para o corpo. É fé para o coração. Para poder caminhar, pra poder insistir, pra saber onde ir, contamos sempre com Seu olhar, Porque quando há fé, há querer, há viver. Há formas de a gente lutar e sorrir. A presença Dele em nosso caminho nos dá a noção exata do que é viver uma vida estável, confiante, feliz.

Claro que com nervosismos, ansiedades, agitação e emoção. Tudo isto faz parte. Mas com a certeza - como aconteceu no sábado - de que tudo vai terminar em festa e alegria.
Postar um comentário