segunda-feira, abril 19, 2010

Erupção

Milhares de passageiros em toda a Europa estão passando por transtornos devido à erupção do vulcão da geleira de Eyjafjallajoekull, na Islândia,. Todos ficam ‘presos’ no país onde estão à espera da liberação do espaço aéreo. A noticia de hoje ainda é desanimadora: 70% dos voos devem ser cancelados.

Dá para imaginar a irritação e angústia de quem, mal acomodado, espera para voltar para casa. E ainda gastando dinheiro não previsto com a estadia prolongada. Por outro lado, a irritação e também dor e a perda seriam ainda maiores, especialmente por parte dos parentes, se os aviões decolassem assim mesmo, correndo o risco de acidentes por causa da nuvem de fumaça. Se é ruim uma demora não programada, muito pior seria correr riscos em um céu cheio de cinzas.

Nossos filhos, nosso patrões ou empregados, nossos amigos, eles também podem jogar fumaça no ar nas horas mais inesperadas. Isto é, atitudes, jeitos ou gestos que podem nos ‘atrasar’ e irritar. Um filho que não aprende depressa como gostaríamos, um projeto no trabalho que não decola como achamos que poderia. Um amigo que precisa de ajuda na hora em que queríamos dedicar tempo a outra coisa. O cônjuge que precisa de mais tempo em família na semana de muito trabalho.

Nestes momentos, nossa tendência é querer ‘apressar a decolagem”. Fazer a coisa andar, seguirmos em frente mesmo assim. E então o acidente emocional, relacional, familiar, podem acontecer mais adiante.

Antes que vidas e relacionamentos virem cinzas eles podem ser trabalhados dentro do seu tempo. Assim com num vulcão, uma erupção num relacionamento não marca hora para acontece. Acontece. É importante lidarmos com as conseqüências de uma maneira calma, clara e segura, para não colocar em risco a vida emocional nossa e daqueles a quem amamos.
Esta é a maneira que Deus também age com nossas ‘erupções’ e impulsos. Ele tem paciência, perdoa, auxilia. Dá suporte. Para podermos fazer o mesmo - por mais que às vezes exija muita paciência ou gere irritação. Auxiliar e ser auxiliado a crescer e aprender é o que realmente dá o melhor resultado no final. Pois mais cedo ou mais tarde, a fumaça vai embora. E aí é muito bom podermos voltar para casa.

Especialmente se ela continuar a ser um lugar onde há continua erupção de fé, harmonia e segurança.
Postar um comentário