Ordem

Aniversário do seu carro. Você já pensou em celebrá-lo com uma festinha - amigos e parentes e tudo o mais? Hum, talvez não seja uma boa... Provavelmente seria considerado loucura... Ou não? Às vezes, na sociedade moderna, não se sabe se a distância que nos separa de algumas loucuras não é menor do que achamos que seja.

Por exemplo, já existe festa de aniversário para cachorro. Há rostos, pernas e outras partes do corpo de pessoas que recebem mais investimentos do que famílias inteiras. Pessoas gastam milhares de reais em apenas uma noite de festa, para proveito próprio (enquanto talvez se critique quem dá sua oferta para uma igreja séria - proveito do coletivo).
E mais. Pessoas matam pessoas apenas para terem cargos. Pessoas passam por cima de pessoas apenas para adquirirem mais bens. Pessoas desprezam pessoas para manterem o que têm. Pessoas exploram pessoas para poderem acumular mais bens. Pessoas amassam a cara de pessoas que eventualmente tenham feito um amassadinho na lata de seu automóvel.

Isso me lembra a história de uma leitora do toque de vida, enviando um exemplo do seu cotidiano. “Estávamos todos no carro numa auto-estrada. De repente, um caminhão carregado com muito material na carroceria começou a nos apertar contra o acostamento. Um de nós disse: "Bah! esse caminhão tem uma baita carga. Ele é muito mais importante do que nós” (no caso de um acidente e sua carga se perdida). Mas, então, discutimos: será que ele é mais importante mesmo?! Afinal ele está transportando bens materiais e nós temos vidas dentro do carro! Nós sim, temos muito mais a perder!”

De fato, qual é a carga mais importante? Esta pergunta é reveladora. E necessária. Pois é mais importante conservar os passageiros do que a lataria do veiculo. Amar mais as pessoas do que os bens que elas têm. Ter mais consideração pelas pessoas e não pelos cargos que ocupam ou vantagens que pareçam sinalizar. Precisamos dar mais valor ao conteúdo do que calcular o valor da forma.

Por isso, precisamos todo dia mais do valor que o Pai nos concede, pela fé: somos fihos. Somos únicos. É com este conteúdo oferecido por Jesus Cristo que colocamos as celebrações e valorizações de nossa vida na ordem de prioridade correta. Cada uma no lugar que merece estar. E todas como presentes de Deus para o nosso bem e do nosso semelhante.

Isso não ser promoção de concessionária, mas é uma oferta imperdível. De Deus. E que não é só esta semana, não. Vale pra vida toda.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Com consideração