Mesmo quando discordar

A divergência era inegável. Um pensava de um jeito, o outro, um pouco diferente. Um usava palavras num sentido, o outro, sentia-se discordar. Tinham um objetivo comum, é certo- o bem maior - , mas acabavam divergindo na maneira de o todo ser executado.

Após vários dias de conversas, numa volta pra casa, veio a ponderação. Oportuna e relevante, dada a importância da situação:
- Tudo bem se nos discordamos. Mas o mais importante é que, no meio disso tudo, a gente não perca a nossa amizade. Certo?

Que frase bem situada. Que pensamento oportuno!
Quantas amizades perdemos porque não sabemos discordar? Ou não sabemos respeitar.
Quantos amigos ferimos porque não sabemos ouvir? Ou ao menos escutar.
Quantas pessoas magoamos porque não sabemos conceder? Ou ao menos ponderar.
Em quantos corações pisamos porque simplesmente julgamos que o nosso é o único jeito certo de pensar?

Tudo bem, podemos estar mesmo certos e o outro não está conseguindo enxergar. Mas a prova maior desta verdade é não precisar destemperar. Afinal, se estamos certos mesmo, porque brigar? Toda verdade sempre acaba sendo auto-evidente.

Quando o Mestre decidiu vir em nossa direção, felizmente Ele agiu diferente. Sabia desde logo que nós estavamos errados e Ele, certo. Mas no fim, parecia que o ser humano é que estava certo, e Jesus Cristo completamente enganado. Afinal, acabou sentenciado a uma cruz.

Tudo para nos mostrar o valor de uma amizade: Ele nos tornou amigos de Dus. Como amigos, temos proximidade, temos acesso, temos paz. Temos conversa, ouvidos a nos escutar. E, principalmente, um Amigo que compreende, mesmo estando sempre certo. Pois quer nos ver acertar, trocar o erro pelo perdão, trocar a vida orgulhosa pelo viver com aceitação. E viver esta consideração e cuidado com os amigos que valem a pena guardar.

Tudo bem se nós erramos. O mais importante na vida é continuarmos a ser amigos. De Deus, pela fé. E dos amigos, pelo amor e compreensão.

Mesmo quando a gente discordar.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida