10m


10 metros. Esta distância pode ter salvado minha vida.

Indo para o trabalho na segunda-feira, precisava, a certa altura, decidir em qual de duas ruas dobrar à esquerda. Dez metros de distância uma da outra. Ultimamente costumava ir pela segunda. Mas resolvi entrar na primeira. (A mesma rua do
Toque de Vida sobre o amigo que recebeu os ‘avisos’).

Diminuí a velocidade, acionei a seta e, por estar na preferencial, apenas segui meu caminho. Não vi que, da minha direita, sem nem ao menos beliscar o freio, um caminhão, destes com caçamba, invadiu a pista passando talvez a menos de 2 metros do meu carro. Caso eu tivesse escolhido a segunda rua, naquele exato momento estaria em sua rota de colisão.
Poderia ter acontecido apenas danos materiais. E poderia não.

É o tipo de situação que nos relembra motivos para agradecer a Deus. Agradecer pela vida e por ter cada novo dia como um presente Seu.

“Hum...mas é fácil ser grato no livramento”, talvez alguém diria. Correto. Mas, ainda que o acidente tivesse acontecido, haveria motivos para agradecer. Seja pelo dano apenas material. Ou pelo dano físico não ser grave. Ou ainda, em ultima análise, pelo fato de que, caso fosse minha hora de partir, seria direto para os braços do Pai.

E isso não por minha escolha, mas porque Ele escolheu vir na minha direção. Na direção de todos os seres humanos. O fato de Jesus Cristo ter escolhido caminhar a distância que o separava da cruz nos garante Deus conosco em toda e qualquer situação. Quando a fé está presente, temos vida, seja aqui ou na eternidade.

Fé que nos liberta e nos dá estas certezas: podemos viver agradecidos, em toda e qualquer situação. E podemos fazer escolhas sob Seu cuidado e direção. Pode não ser uma rua, esquina ou estrada. Mas pode ser um gesto, uma ação, uma prova de amor. Beliscar o freio da língua, ligar a seta quando a estrada é enganosa e mudar de direção. Dirigir pelo Caminho Seguro. Agradecer por cada metro de chão.

Escolhas que podem diminuir a milímetros muitas das distâncias entres as pessoas. E gerar muito mais que 10 metros de alegria e gratidão.
2 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida