Carregar

Diariamente a carregamos conosco em algum lugar. No bolso da jaqueta, da calça. Na bolsa. Nas mãos. Mas é dificil andarmos por ai sem tê-la sempre à mão. a carteira. Serve para os mais diversos usos, inclusive. Desde carregar dinheiro, cheque e cartões(quando se tem...) , também documentos e até fotos, endereços e recados. Dezenas de pequenos papéis.

O que acontece, então quando perdemos nossa carteira? Aflição, ansiedade e até desespero. Onde é que fomos esquecê-la? Ou será que alguém a roubou? É comum, ao perdermos este nosso precioso objeto, quase entrarmos em pânico. Não podemos ficar sem os documentos. Precisamos do dinheiro. Precisamos recuperá-la. Logo!

Mas e quando estamos prestes a perder uma pessoa, uma oportunidade de reconciliação, um relacionamento, a dingidade? Perder o caráter, o juízo, a noção da vergonha ou do ridículo? Temos a mesma preocupação?
Infelizmente, nem sempre. Neste caso não raramente vamos deixando, quem sabe depois a gente vê como fica, procura um jeito de resolver. Perder estas coisas, talvez, não seja assim tão grave. “E se for, paciência...”

É uma pena quando o secundário carregamos com mais valor do que aquilo que é fundamental

Carregar a fé sempre perto do coração nos ajuda a colocar ordem nas coisas. O sustento, o material – a carteira – são importantes, sim. Mas o imprescindivel mesmo está acima disso, dinheiro nenhum pode pagar: A vida, o trabalho, a alegria, a familia, o convivio. Tantas coisas boas que Deus nos coloca em mãos para que tenhamos o máximo cuidado possivel. Estes não vale a pena perder, extraviar, deixar roubar.

Fé que não deixa desesperados e ansiosos, mas sempre nos fortalece na certeza de que tudo se pode recuperar Sempre há tempo. E ainda com uma grande vantagem: vivendo sempre com Ele, esta ninguém consegue roubar. E nunca vai se perder.

Assim, quanto à carteira, até não sei. Mas quanto á fé, não há dúvida: é bem mais difícil andar por aí sem tê-la sempre à mão.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Só os loucos sabem

Tempo de uma vida

Inveja e justiça